Dourados – MS terça, 22 de junho de 2021
Dourados
26º max
13º min
Cidades

Em operação, PMA apreende animais silvestres em chácara e multa proprietário em R$ 66 mil

Foram apreendidos mais de 30 animais silvestres

06 Mai 2021 - 09h00Por Da Redação
Os quelônios foram apreendidos durante a operação - Crédito: PMAOs quelônios foram apreendidos durante a operação - Crédito: PMA

A Polícia Militar Ambiental de Cassilândia, em conjunto com o Imasul (Instituto de Meio Ambiente do Estado) e o Ibama, realizou operação, onde apreendeu mais de 30 animais silvestres mantidos ilegalmente em cativeiro, em chácara do município. 

De acordo com a PMA, o Ibama, através do sistema de ouvidoria, recebeu denúncia sobre a ilegalidade na chácara, em Cassilândia. Durante operação nesta terça-feira (4), os policias e agentes foram até o local, onde residia um casal, e confirmaram a denúncia, encontrando sete araras, um casal de primatas da espécie macaco-prego, um periquito, um papagaio, uma pomba silvestre, além de 17 jabutis. Com exceção das araras, que estavam com as asas cortadas e soltas na chácara, todos os animais eram mantidos em locais fechados. Os animais que não tinham origem legal e que foram capturados na natureza foram apreendidos.

Na tarde de ontem (5), a PMA voltou ao local onde foram apreendidos os animais, e encontraram mais dois quelônios (tartarugas), sendo dois tigres d’água americanos, considerados exóticos, e um tigre d’água brasileiro. Os bichos também foram apreendidos, pois o proprietário da chácara, um homem de 78 anos, também não possuía documentação legal do órgão ambiental.

O proprietário da chácara afirmou que ele recebia os animais de pessoas do município. Os bichos chegavam machucados e ele cuidava. Porém a polícia e fiscais do Ibama e Imasul apontaram que o local era tido como comércio e, aparentemente, também era realizada a reprodução de alguns animais, como os jabutis, já que muitos dos encontrados eram filhotes. Além disso, o casal expunha os animais em redes sociais. 

O acusado foi autuado em R$ 66.900 mil e responderá por crime ambiental, que tem pena prevista de seis meses a um ano de prisão. Os animais foram encaminhados para o Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) de Campo Grande.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

A partir de julho de 2022, bomba de combustível terá assinatura digital para evitar fraudes
Economia

A partir de julho de 2022, bomba de combustível terá assinatura digital para evitar fraudes

há 56 minutos atrás
A partir de julho de 2022, bomba de combustível terá assinatura digital para evitar fraudes
Dourados apresenta redução de 59% na média móvel de mortes por Covid-19
Pandemia

Dourados apresenta redução de 59% na média móvel de mortes por Covid-19

22/06/2021 11:00
Dourados apresenta redução de 59% na média móvel de mortes por Covid-19
Com obra em andamento, revitalização do Parque dos Poderes terá foco na preservação da vegetação nativa
Cidades

Com obra em andamento, revitalização do Parque dos Poderes terá foco na preservação da vegetação nativa

22/06/2021 10:00
Com obra em andamento, revitalização do Parque dos Poderes terá foco na preservação da vegetação nativa
Dourados zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19
Saúde

Dourados zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19

22/06/2021 09:00
Dourados zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19
Temperaturas em elevação e umidade do ar em queda a partir desta terça-feira
Clima

Temperaturas em elevação e umidade do ar em queda a partir desta terça-feira

22/06/2021 07:00
Temperaturas em elevação e umidade do ar em queda a partir desta terça-feira
Últimas Notícias