Dourados – MS terça, 22 de junho de 2021
Dourados
26º max
13º min
Eleições

Cresce o número de gestores municipais que desistiu de continuar à frente da prefeitura

15 Ago 2016 - 08h51
Um grupo de quase mil gestores municipais desistiu de continuar à frente das Prefeituras. - Crédito: Foto: DivulgaçãoUm grupo de quase mil gestores municipais desistiu de continuar à frente das Prefeituras. - Crédito: Foto: Divulgação
A reeleição já foi o sonho de muito gestor público. Hoje virou um problema. Quase um pesadelo. A queda na arrecadação própria, com a redução no volume de pagamento de tributos e taxas locais, como o IPTU e o Imposto Sobre Serviços (ISS), tem deixado as cidades cada vez mais dependentes de transferências obrigatórias dos Estados e da União para setores como saúde e educação. Ou de empréstimos de bancos federais para obras de infraestrutura.

Dos 4.024 prefeitos que, por lei, podem disputar a reeleição, apenas 68% (2.768) pretendem concorrer novamente. Este é o mais baixo percentual desde 2008, quando quase 77% dos chefes dos executivos locais tentaram renovar o mandato. Um grupo de quase mil gestores municipais desistiu de continuar à frente da administração do município. O levantamento foi feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e revela o medo da escassez de recursos, até mesmo para custeio da estrutura pública local.

Segundo dados da CNM, em 2008 76,9% dos prefeitos concorreram à reeleição. Depois disso o desinteresse e as dificuldades com a gestão pública após a edição da Lei de Responsabilidade Fiscal derrubaram este percentual para 73,23% em 2012, e alcançou um patamar ainda menor este ano. Para o pleito de outubro, os prefeitos gaúchos são os que mais resistem à reeleição. Entre os habilitados a disputar novamente, 39,22% já avisaram que desistiram.

Outro levantamento da CNM revela que, em julho, 14% das cidades nada receberam do Fundo de PPM. O dinheiro foi retido para quitar dívidas das prefeituras com a Previdência Social. Outro grupo com mais de 1.500 cidades tiveram a retenção de 70% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) também por causa do débito com o INSS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A partir de julho de 2022, bomba de combustível terá assinatura digital para evitar fraudes
Economia

A partir de julho de 2022, bomba de combustível terá assinatura digital para evitar fraudes

há 8 horas atrás
A partir de julho de 2022, bomba de combustível terá assinatura digital para evitar fraudes
Dourados apresenta redução de 59% na média móvel de mortes por Covid-19
Pandemia

Dourados apresenta redução de 59% na média móvel de mortes por Covid-19

há 12 horas atrás
Dourados apresenta redução de 59% na média móvel de mortes por Covid-19
Com obra em andamento, revitalização do Parque dos Poderes terá foco na preservação da vegetação nativa
Cidades

Com obra em andamento, revitalização do Parque dos Poderes terá foco na preservação da vegetação nativa

há 13 horas atrás
Com obra em andamento, revitalização do Parque dos Poderes terá foco na preservação da vegetação nativa
Dourados zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19
Saúde

Dourados zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19

há 14 horas atrás
Dourados zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19
Temperaturas em elevação e umidade do ar em queda a partir desta terça-feira
Clima

Temperaturas em elevação e umidade do ar em queda a partir desta terça-feira

há 16 horas atrás
Temperaturas em elevação e umidade do ar em queda a partir desta terça-feira
Últimas Notícias