Dourados – MS terça, 22 de setembro de 2020
Dourados
27º max
14º min
Cidades

Comerciantes cobram policiamento na área central

16 Nov 2015 - 08h50
Comerciantes e comando da Polícia Militar discutiram melhoria na segurança pública, especialmente na área central de Ponta Porã. - Crédito: Foto: DivulgaçãoComerciantes e comando da Polícia Militar discutiram melhoria na segurança pública, especialmente na área central de Ponta Porã. - Crédito: Foto: Divulgação
Um grupo de comerciantes estabelecidos na área central de Ponta Porã demonstra muita preocupação com a falta de segurança que tem provocado vários casos de roubos e furtos. Os bandidos estão agindo em plena luz do dia praticando assaltos provocando medo e revolta entre os empreendedores.

Uma das maiores reclamações é com relação à falta do policiamento ostensivo. Há alguns meses, quando a Polícia Militar recebeu reforço no efetivo, o policiamento a pé e motorizado na área central era constante. Atualmente a situação mudou. São raras as vezes que se vê a polícia atuando de maneira ostensiva naquela região.

Este assunto foi levado ao conhecimento do comandante em exercício do 4° Batalhão da PM em Ponta Porã, Major Carlos Magno da Silva, durante uma reunião realizada na tarde desta terça-feira na Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã.

O comandante ouviu as reclamações e garantiu que a situação vai mudar a partir desta semana. Segundo ele, a cidade vai ganhar um grupo especializado no policiamento motorizado o que deve garantir mais rapidez na atuação da polícia e, com isso, segurança para as pessoas. “Estamos criando o GETAM- Grupo Especial Tático de Motos formado por 12 policiais que vão circular pela cidade de motocicleta. Eles receberam um treinamento específico para agir no policiamento preventivo utilizando estes veículos que permitem maior rapidez nas ações”, informou o Major Carlos Magno da Silva que estava acompanhado pelo Capitão Samuel Castilho Ferreira Aragão.

Os comerciantes também ouviram as justificativas para a falta de um policiamento mais ostensivo na área central e cobraram providências para que o fim de ano tenha reforço na segurança.
O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã, Eduardo Gauna, disse que vai se unir às autoridades para cobrar do Governo do Estado mais investimentos para a segurança pública.

Fiscalização

Os comerciantes de Ponta Porã se reuniram com um grupo de bombeiros, para discutir a fiscalização da segurança nos prédios que abrigam os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços na cidade. Os empresários reclamam da forma com que são abordados e pedem mais flexibilidade. “Ninguém é contra a lei, mas muitos são pequenos e não têm recursos suficientes para promoverem modificações de imediato diante do alto custo”, disse o presidente da ACEPP, Eduardo Gauna.

O comandante do Grupamento, Coronel Gilson Neto, disse que a instituição não tem agido contra o comércio mas sim, procurado fiscalizar as condições físicas dos estabelecimentos porque isso é fundamental para garantir a segurança de quem trabalha e quem frequenta estes locais. “Estamos fazendo visitas e recomendando que sejam promovidas alterações onde se faz necessário. Dando prazo para que todos possam se adequar a lei. Porém não podemos ser omissos”, afirmou.

Eles frisaram que não vêem o mesmo rigor dos bombeiros quanto aos órgãos públicos que não cumprem a legislação de segurança. “Infelizmente, a gente não vê o mesmo rigor da instituição Corpo de Bombeiros fiscalizando os próprios órgãos públicos. Sabe-se que tem muitos prédios públicos em situação irregular”, argumentaram os comerciantes.

Na reunião os empresários pediram orientações sobre como proceder para que não sofram penalidades. “O que não podemos aceitar é que o nosso setor seja considerado o vilão nessa história”, declarou Gauna.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
CER/APAE, SESAU E SES lançam o 1º ambulatório do Brasil 100% SUS, de reabilitação de cardiorrespiratória e neurológica da SARS COVID-19
Saúde

CER/APAE, SESAU E SES lançam o 1º ambulatório do Brasil 100% SUS, de reabilitação de cardiorrespiratória e neurológica da SARS COVID-19

21/09/2020 16:28
CER/APAE, SESAU E SES lançam o 1º ambulatório do Brasil 100% SUS, de reabilitação de cardiorrespiratória e neurológica da SARS COVID-19
Fazendeiros serão autuados por crime ambiental no Pantanal
Crime Ambiental

Fazendeiros serão autuados por crime ambiental no Pantanal

21/09/2020 15:30
Fazendeiros serão autuados por crime ambiental no Pantanal
90% dos mais de 64 mil casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, já estão recuperados
Covid-19

90% dos mais de 64 mil casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, já estão recuperados

21/09/2020 15:01
90% dos mais de 64 mil casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, já estão recuperados
Morador de MS recebe pacote de sementes da China por correio e governo emite alerta para riscos
Alerta

Morador de MS recebe pacote de sementes da China por correio e governo emite alerta para riscos

21/09/2020 14:38
Morador de MS recebe pacote de sementes da China por correio e governo emite alerta para riscos
Últimas Notícias