Dourados – MS sábado, 12 de junho de 2021
Dourados
23º max
13º min
Aquidauana

Artesanatos produzidos por detentos estão expostos no Fórum de Aquidauana

10 Ago 2016 - 09h47
Artesanatos confeccionados nos presídios de Aquidauana estão em exposição este mês na cidade. - Crédito: Foto: DivulgaçãoArtesanatos confeccionados nos presídios de Aquidauana estão em exposição este mês na cidade. - Crédito: Foto: Divulgação
Artesanatos confeccionados nos presídios de regimes fechado e semiaberto de Aquidauana podem ser apreciados e adquiridos pela população em geral durante uma exposição realizada no Fórum da cidade este mês. O evento, que prossegue até o dia 26, integra o calendário oficial em comemoração aos 124 anos de fundação da cidade. Este ano tem como tema "A reta é uma curva que não sonha", em homenagem ao poeta Manoel de Barros.

A exposição faz parte do "Projeto Interarte", que tem como objetivo principal a geração de renda, como meio de sustentabilidade familiar, além da ressocialização e terapia ocupacional dos internos. O projeto é desenvolvido pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), através das direções e setores psicossociais dos presídios, e conta com a parceria do Conselho da Comunidade de Aquidauana.

A participação na exposição foi possibilitada pelo juiz da Vara de Execuções Criminais da Comarca, Giuliano Máximo Martins, importante parceiro das ações de ressocialização nas unidades prisionais da cidade. A iniciativa contou ainda com empenho dos diretores dos presídios: Fabio Ferreira Amarilio (semiaberto) e Paulo Roberto Tavares (fechado), e suas equipes.

O "Projeto Interarte" é coordenado pelas psicólogas da Agepen Maria Odiney Moreira de Cabrerae Tereza Rastelli Ramos Pires. A ação consiste na qualificação dos participantes na produção de artesanato, sempre com o apoio de professores voluntários, sejam próprios servidores, internos ou da sociedade.

Para o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, a iniciativa demonstra o quanto é importante que os servidores da Agepen tenham, todos eles, curso superior e excelente formação profissional, para não serem apenas "vigilantes ou guardadores" de presos. "São "transformadores de pessoas em seres melhores", enfatiza.

Para Stropa, a ação do Poder Judiciário, através do juiz Giuliano Máximo Martins, cujo trabalho tem sido referência em nível nacional, demonstra quão importante é o entrosamento entre a Agepen, as Varas de Execução Penal e os Conselhos da Comunidade em todo o Estado. "Permite que os internos construam, dentro de si, novos e melhores valores para que não voltem a delinquir", frisa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ao morar junto, casal precisa definir se é união estável ou "contrato de namoro"
Dia dos Namorados

Ao morar junto, casal precisa definir se é união estável ou "contrato de namoro"

12/06/2021 10:00
Ao morar junto, casal precisa definir se é união estável ou "contrato de namoro"
MPE pede que Guarda Municipal convoque ao menos 12 candidatos do último concurso
Dourados

MPE pede que Guarda Municipal convoque ao menos 12 candidatos do último concurso

12/06/2021 09:00
MPE pede que Guarda Municipal convoque ao menos 12 candidatos do último concurso
Decreto libera funcionamento do comércio e toque de recolher será das 20h às 5h
Dourados

Decreto libera funcionamento do comércio e toque de recolher será das 20h às 5h

11/06/2021 19:23
Decreto libera funcionamento do comércio e toque de recolher será das 20h às 5h
Com obra 40% concluída, pavimentação entre distritos de Coxim é realização de sonho antigo de moradores
Cidades

Com obra 40% concluída, pavimentação entre distritos de Coxim é realização de sonho antigo de moradores

11/06/2021 17:00
Com obra 40% concluída, pavimentação entre distritos de Coxim é realização de sonho antigo de moradores
Cidades

Governo normatiza produção e comercialização do Queijo Artesanal Caipira em Mato Grosso do Sul

11/06/2021 16:00
Últimas Notícias