Dourados – MS quinta, 06 de maio de 2021
Dourados
20º max
11º min
Cidades

Aral Moreira: Empreendedores recebem atendimento

14 Jul 2011 - 09h05
Prolocal pode cadastrar cerca de 3.320 empresas nas 21 cidades selecionadas pelo projeto - Crédito: Foto : DivulgaçãoProlocal pode cadastrar cerca de 3.320 empresas nas 21 cidades selecionadas pelo projeto - Crédito: Foto : Divulgação
Aral Moreira - Com a empresa aberta há um ano, Gilson Oliveira Ferreira, gerente da Amoreira Material para Construção, comemora os bons resultados. “Iniciamos para fornecer areia e pedra para construir casas para o governo (populares), a partir daí a clientela começou a pedir outros produtos”, explica. Hoje a empresa comercializa outros materiais para a construção civil, tem oito funcionários e planeja mudar para a sede própria dentro de pouco mais de um ano.

“Agora começamos a trabalhar com construção de casas, com projeto, profissionais, material de primeira qualidade... já entregamos prontas”, explica. Segundo ele, o mercado está aquecido, mas os problemas com as geadas e quebra de safra exigem atenção, “dependemos do setor rural”. No entanto, a empresa experimenta franca expansão e contabiliza a venda de cerca de 10 m³ de madeira por quinzena e 600 sacos de cimento por semana, além de grande quantidade de tijolos que são adquiridos na região.



A empresária Luciana Amaral, da Casaral Papelaria, viu uma oportunidade de negócio que ainda não havia em Aral Moreira. “Antes só se vendia material escolar mais simples nos supermercados. Resolvemos então abrir a papelaria com outras opções e material para escritório, porque a maioria das pessoas comprava fora da cidade”, explica.

Luciana conta que divulga a papelaria através de parcerias nas escolas e na prefeitura. Ela acredita que o negócio pode crescer mais se houver mais empregos na cidade. “Principalmente se as mulheres estiverem ganhando o seu próprio dinheiro. Muitas poderiam até ter um negócio na própria casa, tem que ter visão para melhorar”, aconselha.

Por sua vez, a empresária Elenice Rodrigues, da Comercial Luana, reclama da concorrência desleal dos camelôs paraguaios que têm bancas na cidade, “eles não pagam impostos”, diz. A empresa está no mercado há 14 anos, entretanto, a empresária não consegue fazer propaganda, por falta de recursos, “não sobra quase nada no final do mês”, afirma. De acordo com Elenice, o preço, a qualidade do atendimento e a variedade de produtos chamam a atenção da clientela.

A expectativa, nesta primeira etapa do Prolocal, é de cadastrar cerca de 3.320 empresas nas 21 cidades selecionadas pelo projeto. De acordo com Cláudio Mendonça, diretor superintende do Sebrae/MS, a partir desta triagem, será possível criar um plano de desenvolvimento, visando o crescimento econômico com as especificidades de cada município.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Relicitação da Malha Oeste avança com nove empresas aptas para consultoria técnica
Cidades

Relicitação da Malha Oeste avança com nove empresas aptas para consultoria técnica

05/05/2021 18:00
Relicitação da Malha Oeste avança com nove empresas aptas para consultoria técnica
Uso de luzes em motocicletas: veja novas regras
Trânsito

Uso de luzes em motocicletas: veja novas regras

05/05/2021 16:00
Uso de luzes em motocicletas: veja novas regras
Economia

Projeto Garimpo já identificou mais de R$ 3 bilhões esquecidos em contas judiciais

05/05/2021 13:00
Prefeitura autoriza comerciantes a usarem calçadas para exposição de produtos
Dourados

Prefeitura autoriza comerciantes a usarem calçadas para exposição de produtos

05/05/2021 08:00
Prefeitura autoriza comerciantes a usarem calçadas para exposição de produtos
Decreto estabelece toque de recolher das 22h às 5h desta quarta até domingo
Dourados

Decreto estabelece toque de recolher das 22h às 5h desta quarta até domingo

05/05/2021 07:30
Decreto estabelece toque de recolher das 22h às 5h desta quarta até domingo
Últimas Notícias