Dourados – MS quarta, 12 de maio de 2021
Dourados
24º max
16º min
Vacinação 2
Cidades

André entrega casas em Nova Andradina

06 Jun 2011 - 21h53
André Puccinelli discursa durante entrega de casas em Nova Andradina - Crédito: Foto : Rachid WaquedAndré Puccinelli discursa durante entrega de casas em Nova Andradina - Crédito: Foto : Rachid Waqued
Nova Andradina – O governo estadual, em parceria com a prefeitura e o governo federal, está perto de atingir a meta de 2.200 casas populares construídas em Nova Andradina. As ações beneficiam moradores da zona rural e também da zona urbana, como os mais novos contemplados com as unidades entregues ontem pelo governador André Puccinelli no Residencial Celina Gonçalves. Com esse mais recente investimento, totalizando R$ 1,020 milhão, 60 famílias saíram da fila do déficit.

“No nosso primeiro mandato a meta era fazer 40 mil casas e fizemos 44.600. Agora, nossa meta é de 50 mil, vamos ver se fazemos mais”, afirmou André ao entregar, ao lado do prefeito José Gilberto Garcia, as chaves das novas moradias a famílias como a da trabalhadora de serviços gerais Lucilene Costa de Assis.

Morando atualmente em um imóvel alugado, Lucilene conta que a dificuldade era grande em pagar os R$ 280,00 pela habitação. “A gente não podia comprar nada para a casa, o salário ia todo no aluguel e em comida”, lembra. Ao lado das três filhas e do neto que vão viver com ela no novo lar, a expectativa é de vida nova. “As meninas estão que não se agüentam. E mesmo aqui sendo mais longe que a casa que a gente morava mais perto do centro, é uma felicidade, só de pensar que é uma casa da gente mesmo”.

Para cumprir a ambiciosa meta de fazer do setor habitacional um dos pilares do governo – para gerar emprego e moradia – o governador André PucCinelli, por meio da Secretaria de Habitação e das Cidades e com apoio da bancada federal, brigou junto ao governo federal para que fosse destinado a Mato Grosso do Sul percentual maior de unidades no programa Minha Casa Minha Vida 2.

De acordo com André e com o senador Waldemir Moka, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, assegurou empenho para que o Estado não fique com apenas os cerca de 1,1% do total do programa. Isso porque o governo estadual defendeu que não fossem levados em conta somente critérios de déficits, e sim o desempenho do poder público na execução dos projetos habitacionais. “Pelo critério populacional, caberia a nós 22 mil a 24 mil casas a serem produzidas. O secretário Marun [Carlos Marun, da Habitação], e o Moka, como relator, defenderam dois aspectos: que a maior destinação fosse para a população de baixa renda e que Mato Grosso do Sul tenha mais casas”, anunciou o governador.

Mais de 2.200

Em Nova Andradina, com a construção de 218 casas que estão ainda previstas, o município chegará ao total de 2.212 executadas na atual gestão estadual, graças a ação integrada das três esferas governamentais. Esse montante tem feito famílias da zona rural, assentamentos e bairros saírem do aluguel e da submoradia para terem direito à casa própria.

Aos 33 anos, chave nas mãos, a funcionária pública Cintia Maria Fontanetti Lopes já faz planos para a casa nova. Com três filhos homens e uma menina, ela quer se organizar para ampliar a casa e construir mais um quarto, para a garota. “Além de ter a casa da gente pra morar, eu penso que isso também já é uma garantia par o futuro dos meus filhos”, diz a nova-andradinense.

O prefeito José Gilberto Garcia, responsável pela doação do terreno das 60 casas, diz que o lugar para o loteamento foi escolhido com cuidado, em um ponto sem erosão e em local próximo de onde a prefeitura quer construir um espaço de lazer para prática de caminhada pelos moradores da cidade. Além dessas, em breve mais famílias sairão da relação do déficit no município.

Segundo o prefeito, já há terrenos para mais 200 casas prontos a serem disponibilizados. O governador André Puccinelli assegurou que, havendo as parcerias, o Estado quer investir cada vez mais nesse setor, para fomentar a criação de empregos, e oferecer oportunidade de casa própria a mais sul-mato-grossenses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em novo decreto, cinema poderá voltar em Dourados
Dourados

Em novo decreto, cinema poderá voltar em Dourados

12/05/2021 09:00
Em novo decreto, cinema poderá voltar em Dourados
Educação

UEMS abre inscrições para mestrado em Educação Científica e Matemática

12/05/2021 08:00
Clima

Frente fria avança pelo Sul do Brasil e traz novo alívio para o calor sul-mato-grossense

12/05/2021 07:00
Cidades

Abertas as inscrições para a 2ª edição do programa Juventude Empreendedora

11/05/2021 17:00
MS volta a liderar o ranking nacional de vacinação contra Covid-19
Saúde

MS volta a liderar o ranking nacional de vacinação contra Covid-19

11/05/2021 14:00
MS volta a liderar o ranking nacional de vacinação contra Covid-19
Últimas Notícias