Dourados – MS quinta, 13 de maio de 2021
Dourados
26º max
14º min
Brasil

Projeto atualiza taxas para registro, renovação e porte de armas de fogo

Valor será menor para pessoas físicas e empresas de segurança

03 Mai 2021 - 18h00Por Agência Câmara de Notícias
Renovação de registro e porte de armas passa a ser gratuita - Crédito: Christiano Antonucci/Secom-MTRenovação de registro e porte de armas passa a ser gratuita - Crédito: Christiano Antonucci/Secom-MT

O Projeto de Lei 556/21 atualiza taxas previstas no Estatuto do Desarmamento para registro, renovação de certificado e expedição de porte de armas de fogo. O texto está em análise na Câmara dos Deputados.

Considerando os valores vigentes, a proposta aumenta a taxa para registro de arma de fogo, dos atuais R$ 60 para R$ 100, e reduz todas as demais no caso de pessoas físicas e empresas de segurança privada e transporte de valores.

Para pessoa física, a expedição de porte de arma de fogo baixará de R$ 1.000 para R$ 100. Serão gratuitas as renovações do certificado de registro de arma de fogo (R$ 60 vigentes) e do porte de arma de fogo (hoje R$ 1.000), bem como as segundas vias de certificado de registro e de porte, atualmente R$ 60 cada.

No caso das empresas de segurança e transporte de valores, o registro de arma de fogo cairá dos atuais R$ 60 para R$ 10 a unidade. A renovação do certificado de registro de arma de fogo, também R$ 60 por unidade hoje, será gratuita.

“Nos casos de expedição e renovação de porte de arma de fogo, os valores hoje são muito elevados [R$ 1.000], de maneira a impor não somente uma barreira legal, mas também uma barreira financeira, tornando o porte de arma de fogo um direito de parcela da população com maior poder aquisitivo”, disseram os autores, os deputados Vitor Hugo (PSL-GO) e Major Fabiana (PSL-RJ).

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil

Caixa antecipa segunda parcela do auxílio emergencial

13/05/2021 18:00
Lei que garante home office para gestantes durante pandemia é sancionada por Bolsonaro
Direito

Lei que garante home office para gestantes durante pandemia é sancionada por Bolsonaro

13/05/2021 17:00
Lei que garante home office para gestantes durante pandemia é sancionada por Bolsonaro
Polícia

Força Nacional vai apoiar a Polícia Federal em ações nas fronteiras

13/05/2021 16:00
Resultado foi impactado pela revisão tarifária periódica
Brasil

Resultado foi impactado pela revisão tarifária periódica

13/05/2021 15:30
Resultado foi impactado pela revisão tarifária periódica
Brasil

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial

13/05/2021 13:30
Últimas Notícias