Dourados – MS quarta, 20 de outubro de 2021
Dourados
30º max
17º min
Brasil

Em liminar, Barroso proíbe entrada de missões religiosas em terras indígenas

24 Set 2021 - 15h30Por Conjur
Em liminar, Barroso proíbe entrada de missões religiosas em terras indígenas -

Com base no direito dos indígenas à vida e à saúde, o ministro Luís Roberto Barroso atendeu a um pedido de liminar para proibir o ingresso de missões religiosas nas terras de povos isolados. A decisão é desta sexta-feira (24/9).

Em ação direta de inconstitucionalidade, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e o Partido dos Trabalhadores (PT) pedem que o STF declare inconstitucional o parágrafo 1º do artigo 13 da Lei 14.021/2020, que dispõe sobre medidas de proteção social para prevenção do contágio e da disseminação da Covid-19 nos territórios indígenas.

O artigo 13 da lei veda o ingresso de terceiros em áreas com a presença confirmada de indígenas isolados, salvo pessoas autorizadas pelo órgão indigenista federal, na hipótese de epidemia ou de calamidade que coloque em risco a integridade física dos indígenas isolados.

Porém, seu parágrafo 1º autoriza a permanência de missões de cunho religioso que já estejam nas comunidades indígenas, após avaliação da equipe de saúde e aval do médico responsável.

Ao decidir, o ministro avaliou que a cautelar tem "estrita relação com o risco de contágio e, nesse sentido, parece se relacionar mais imediatamente com o ingresso de novas missões religiosas", e não com aquelas que já estão nos locais.

"Questão diversa, a ser debatida oportunamente, quando do mérito, diz respeito às condições de ingresso das missões que já se encontravam em terras indígenas, e, caso tal ingresso seja ilegítimo, à sua retirada. Quanto a esse ponto, contudo, não está clara a relação entre perigo na demora, pandemia e risco à vida e à saúde", ponderou.

"Quanto ao ingresso de novas missões religiosas em terras indígenas, todavia, decisão cautelar de 08.07.2020, proferida nos autos da ADPF 709 e ratificada pelo Plenário do STF há mais de 1 (um) ano, já havia vedado o ingresso de terceiros em área de povos indígenas isolados e determinado a instituição de barreiras sanitárias com tais propósitos", destacou o ministro.

Assim, justificou que concedeu a liminar apenas para que "não haja dúvida sobre o alcance da cautelar já proferida e em vigor há mais de um ano", na ADPF 709.

A Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional (FPE) divulgou um manifesto em que diz que a decisão é uma "inaceitável perseguição às missões religiosas", e "indisfarçável tentativa de impedir as atividades missionárias junto aos povos indígenas do Brasil".

Clique aqui para ler a decisão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil registra mais de 1,4 milhão de trabalhadores por aplicativos de transporte
Brasil

Brasil registra mais de 1,4 milhão de trabalhadores por aplicativos de transporte

há 12 minutos atrás
Brasil registra mais de 1,4 milhão de trabalhadores por aplicativos de transporte
Restos mortais de Antoninho da Rocha já estão em São José dos Campos
Brasil

Restos mortais de Antoninho da Rocha já estão em São José dos Campos

20/10/2021 13:00
Restos mortais de Antoninho da Rocha já estão em São José dos Campos
'Santinhos' biodegradáveis: ideia ganha apoio e vira projeto de lei
Projeto de Lei

'Santinhos' biodegradáveis: ideia ganha apoio e vira projeto de lei

19/10/2021 15:45
'Santinhos' biodegradáveis: ideia ganha apoio e vira projeto de lei
Tereza Cristina é listada pela Forbes entre as 100 mais poderosas do agro
Brasil

Tereza Cristina é listada pela Forbes entre as 100 mais poderosas do agro

19/10/2021 11:30
Tereza Cristina é listada pela Forbes entre as 100 mais poderosas do agro
Governo deve anunciar nesta terça novo valor de R$ 400 para o Bolsa Família até o fim de 2022
Bolsa Família

Governo deve anunciar nesta terça novo valor de R$ 400 para o Bolsa Família até o fim de 2022

19/10/2021 09:30
Governo deve anunciar nesta terça novo valor de R$ 400 para o Bolsa Família até o fim de 2022
Últimas Notícias