Dourados – MS quarta, 14 de abril de 2021
Dourados
31º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Saúde

Em busca do corpo perfeito, mulheres vivem a “ditadura da beleza”

Anorexia e bulimia são as doenças mais comuns provocadas pela pressão social de manter-se magra

07 Mar 2021 - 12h00Por Cristina Nunes, Especial para O Progresso
Em busca do corpo perfeito, mulheres vivem a “ditadura da beleza” - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Dietas, remédios e tratamentos estéticos milagrosos são alguns atalhos escolhidos pelas mulheres na busca do corpo perfeito. A chamada ‘ditadura da beleza’ imposta na sociedade é prejudicial para a saúde feminina, pois faz com que as mulheres se submetam a qualquer procedimento para se ‘aceitarem’ e serem ‘aceitas’.

Em Dourados, a nutricionista Raphaela Tolotti alerta sobre o perigo da ‘ditadura da beleza’ e os transtornos alimentares mais comuns entre as mulheres. Veja:

“A sociedade precisa parar de associar aparência física, no caso, ser magro, com saúde! Tem muitas pessoas que são magras doentes, pois não ingerem os nutrientes necessários que o corpo precisa” - Raphaela Tolotti (Nutricionista)

Ser magra é sinônimo de saúde?

Raphaela Tolotti -Não, a sociedade precisa parar de associar aparência física, no caso, ser magro, com saúde! Tem muitas pessoas que são magras doentes, pois não ingerem os nutrientes necessários que o corpo precisa, não tem uma alimentação balanceada, não fazem exercícios e tem hábitos prejudiciais. Por ser magro, muitas vezes a pessoa acaba levando uma vida desregrada, uma vez que em sua cabeça tem a ideia de que ser magro é ter saúde. Todos devem estar atentos em relação à sua dieta. Esteja acima do peso ou não, manter uma dieta equilibrada é muito importância para manutenção da saúde.

Como lidar com a cobrança pelo corpo perfeito?

Raphaela Tolotti - Hoje em dia as mulheres que têm um corpo magro, barriga sarada e pernas e glúteos torneadas são o padrão que a mídia chama como corpo perfeito, o sonho feminino, o ápice do sucesso! Essa ditadura da beleza impulsiona as indústrias de cosméticos, tratamentos para o corpo, dietas exageradas e várias outras medidas para se “adequar” a esse modelo. A mulher se sente pressionada e se submete a qualquer procedimento para se amar, se aceitar, recuperar a auto estima, ser digna perante a sociedade . O que deve ser levada em consideração é a sua própria felicidade e não algo que venha a agradar o que os outros desejam. Se livre desse padrão! Busque sempre ser sua melhor versão para agradar a si mesmo!

Até que ponto a busca pela perda de peso pode ser considerada uma atitude saudável?

Raphaela Tolotti - Até o ponto que não afete sua saúde física e mental, é completamente normal você querer buscar uma vida nova, ter mais saúde, ter um físico mais torneado e que te agrade, porém existe o caminho certo e o errado! O errado sempre vai ser o que te oferece “ milagres” pois não existe atalhos! Não existe dietas, remédios e tratamentos estéticos milagrosos! O caminho certo que você deve seguir é mudança no estilo de vida: reeducação alimentar (sem precisar passar fome, apenas comendo os alimentos certos) combinado a exercício físico.

O que são transtornos alimentares?

Raphaela Tolotti - Os Transtornos Alimentares são caracterizados por perturbações no comportamento alimentar, podendo levar ao emagrecimento extremo, à obesidade ou outros problemas físicos.

Quais os principais tipos e características comuns?

- Anorexia

Se caracteriza pela recusa do indivíduo em manter um peso mínimo esperado para a idade e a altura, aonde ela recusa o alimento pelo medo excessivo em ganhar peso, e pela distorção do que vê no espelho.

- Bulimia

Caracterizado por compulsões alimentares periódicas ou seja ingestão de uma grande quantidade de comida em um curto espaço de tempo e em seguida por culpa  induzem vômitos, usam laxantes ou diuréticos, práticam exercícios em excesso, isso para evitar o ganho de peso.

- Vigorexia

Caracterizado como uma patologia obsessivo-compulsiva, a Vigorexia se caracteriza pela obsessão por músculos, compulsão aos exercícios e pelo consumo de substâncias que prometem o aumento da massa muscular (como anabolizantes). Apresentam uma percepção distorcida da imagem corporal.

Pessoas que evitam a todo custo engordar podem ter anorexia e bulimia?

Sim. A pressão por manter-se magro, para atender à um padrão estético aliada à presença de uma baixa autoestima, tornam o indivíduo mais propenso à desenvolver um quadro de Anorexia ou Bulimia.

Qual papel do nutricionista nos tratamentos dos transtornos alimentares?

Papel fundamental, já que buscamos restaurar o comportamento alimentar adequado, e chegar ao peso considerado normal para a idade e a altura. O objetivo do tratamento nutricional é tira-lo daquele quadro crítico, restaurando a saúde e qualidade de vida do indivíduo.

O importante é restaurar o relacionamento saudável da pessoa com os alimentos, para ela voltar a ter prazer em se alimentar, ser feliz comendo, enxergando a importância dos nutrientes para seu corpo, enxergando a sua verdadeira imagem no espelho, sem distorções!

Processo de autoaceitação é difícil, afirma psicóloga

“Autoestima é a capacidade que temos de valorizar ou não a nossa identidade, é a satisfação com o que somos, é autoconfiança e reconhecimento do nosso próprio valor” Tatiana Schnorr (Psicóloga)

. “Esse processo se torna difícil, pois precisamos abandonar velhas ideias e preconceitos sobre nós mesmos, lidando e desfazendo anos e anos de rotulagem social. A sociedade impõe padrões de beleza que nem sempre se consegue alcançar, e o pior de tudo, influencia-nos a acreditar que é fácil e possível, mas não é. A pessoa com um estado emocional desestruturado tende a acreditar em falsas promessas, o que só torna mais dificultoso o processo de auto aceitação, afirmou a psicóloga Tatiana Schnorr. Pela visão psicológica autoestima é a capacidade que temos de valorizar ou não a nossa identidade, é a satisfação com o que somos, é autoconfiança e reconhecimento do nosso próprio valor. Para a sociedade, de uma forma geral, autoestima está muito mais associada a questões de estéticas do que a qualquer outro elemento. De acordo com a psicóloga, os fatores mais comuns para a elevação da autoestima são: autoconhecimento, confiança em si mesma, auto aceitação, autovalorização, a prática do amor próprio e o autocuidado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito
Mudanças no CTB

Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito

13/04/2021 18:00
Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito
Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação, diz FGV
Economia

Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação, diz FGV

13/04/2021 16:10
Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação, diz FGV
TCE decidiu cancelar o serviço de limpeza urbana em Dourados
Liminar TCE-MS

TCE decidiu cancelar o serviço de limpeza urbana em Dourados

13/04/2021 14:35
TCE decidiu cancelar o serviço de limpeza urbana em Dourados
Aberto prazo para inscrições no programa Brasil na Escola
educação

Aberto prazo para inscrições no programa Brasil na Escola

13/04/2021 14:00
Aberto prazo para inscrições no programa Brasil na Escola
Geral

Entram em vigor parte dos decretos que ampliam acesso a armas de fogo

13/04/2021 12:30
Últimas Notícias