Dourados – MS domingo, 24 de janeiro de 2021
Dourados
32º max
22º min
Influx
brasil

Deputados devem tentar novamente ampliar acesso ao BPC

Oposição aponta que 500 mil pessoas perderão o benefício; deputada do PSL lembra que governo trabalha para aprimorar Bolsa Família

11 Jan 2021 - 16h51Por Agência Câmara de Notícias
Deputados devem tentar novamente ampliar acesso ao BPC -

Um grupo de deputados deve tentar novamente modificar a legislação para que famílias que ganham até meio salário mínimo por pessoa possam ter acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). Medida Provisória editada pelo governo (MP 1023/20) determinou o pagamento do benefício apenas a famílias que ganham até um quarto de salário mínimo per capita.

Durante todo o ano de 2020, o Congresso tentou fazer valer a nova regra (Lei 13.981/20), mas o governo vetou a alteração. Em seguida, o veto foi derrubado, mas o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou os argumentos do governo de que não havia recursos destinados para a ampliação do benefício, que é pago a idosos e pessoas com deficiência carentes. Uma nova lei foi aprovada (Lei 13982/20), com o limite menor de renda, mas ficou válida até o final de 2020 apenas.

Perda do direito
Agora, a bancada do PT pretende apresentar emendas para modificar a MP do governo ou elaborar um novo projeto. É o que explica o deputado Paulão (PT-AL). Segundo ele, cerca de 500 mil pessoas perderam o direito ao benefício com a norma do Executivo:

“Num momento que a gente tem uma pandemia, num momento que o desemprego está alto, num momento que a fome aumenta no Brasil. Essa atitude criminosa a gente não pode aceitar. É por isso que o PT está apresentando um projeto para voltar a normalidade do cálculo do BPC”, disse.

Previsão legal

Já a deputada Alê Silva (PSL-MG) afirma que a MP foi necessária para garantir o pagamento, já que o BPC ficou sem previsão legal:

“O que o governo está fazendo é garantindo a manutenção do benefício. E esse não é o único programa social do governo Bolsonaro, que está trabalhando para aprimorar o Bolsa Família. E graças ao auxílio emergencial contra a pandemia, 35 milhões de brasileiros receberam pela primeira vez um benefício social do governo”, disse.

O BPC, que começou a ser concedido em 1996, independe de contribuição ao INSS e tem valor de um salário mínimo para o idoso de baixa renda com 65 anos ou mais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Plano Estadual prevê imunização de 26 mil profissionais da Saúde
Covid-19

Plano Estadual prevê imunização de 26 mil profissionais da Saúde

24/01/2021 08:00
Plano Estadual prevê imunização de 26 mil profissionais da Saúde
Senadores querem explicações de Pazuello e Guedes sobre enfrentamento à pandemia
brasil

Senadores querem explicações de Pazuello e Guedes sobre enfrentamento à pandemia

21/01/2021 17:09
Senadores querem explicações de Pazuello e Guedes sobre enfrentamento à pandemia
Empresas podem solicitar manutenção do Selo Biocombustível Social pela internet
Brasil

Empresas podem solicitar manutenção do Selo Biocombustível Social pela internet

21/01/2021 16:03
Empresas podem solicitar manutenção do Selo Biocombustível Social pela internet
INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro
brasil

INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro

20/01/2021 17:30
INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro
PRF publica edital de concurso com 1,5 mil vagas e salários de R$ 9,8 mil
Concurso Público

PRF publica edital de concurso com 1,5 mil vagas e salários de R$ 9,8 mil

20/01/2021 09:35
PRF publica edital de concurso com 1,5 mil vagas e salários de R$ 9,8 mil
Últimas Notícias