Dourados – MS domingo, 05 de dezembro de 2021
Dourados
36º max
23º min
Brasil

CPI vai propor banimento de Bolsonaro das redes sociais

O relatório final da CPI já pede o indiciamento de Bolsonaro por nove delitos

26 Out 2021 - 16h30Por Correio Braziliense
CPI vai propor banimento de Bolsonaro das redes sociais - Crédito: Alan Santos/Presidência da República/Divulgação Crédito: Alan Santos/Presidência da República/Divulgação

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), quer que o presidente Jair Bolsonaro seja banido das redes sociais. Ele e outros senadores do grupo majoritário da comissão vão incluir o pedido no relatório final, a ser votado, hoje, na comissão. O motivo é a declaração do chefe do Executivo de que pessoas vacinadas com duas doses contra o novo coronavírus estão desenvolvendo Aids.

“Vamos amanhã (hoje) encaminhar uma ação cautelar junto ao Supremo Tribunal Federal pedindo o banimento dele nas redes sociais, como ocorreu nos Estados Unidos com o Donald Trump”, afirmou o parlamentar, antes de confirmar que a fala de Bolsonaro foi incluída no relatório final da CPI. Pelo Twitter, o senador disse, ainda, que a declaração “não é apenas fake news, é mais do que uma simples mentira — isso é terrorismo de Estado”. “A Justiça precisa frear essa loucura”, publicou.

O vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), também se manifestou. Via redes sociais, repudiou a relação entre as vacinas da covid e HIV feita por Bolsonaro. “Temos um delinquente contumaz na Presidência da República! Informo que incluiremos, no relatório da CPI, a fala mentirosa e absurda de Bolsonaro associando a vacina contra a covid-19 à Aids”, postou. “Além disso, encaminharemos ofício ao ministro Alexandre de Moraes, pedindo que Bolsonaro seja investigado por esse absurdo, no âmbito do inquérito das fake news. Recomendaremos às plataformas de redes sociais a suspensão e/ou o banimento do presidente”, acrescentou.

O relatório final da CPI já pede o indiciamento de Bolsonaro por nove delitos: epidemia com resultado morte; infração de medida sanitária preventiva; incitação ao crime; falsificação de documento particular; emprego irregular de verbas públicas; charlatanismo; prevaricação; crime contra a humanidade, nas modalidades extermínio, perseguição e outros atos desumanos; violação de direito social e de incompatibilidade com dignidade, honra e decoro do cargo.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) foi o primeiro a se posicionar pedindo que a CPI da Covid notificasse o Supremo “conduta potencialmente criminosa do presidente da República”. “Quando o presidente, de forma reiterada e consciente, mente e desinforma a população, milhares de pessoas deixam de buscar a vacinação, usar máscaras ou adotar medidas de cautela contra a covid-19”, sustentou. “A consequência, como sabemos, é o aumento no número de infectados, doentes e mortos. É o prolongamento do sofrimento causado pela pandemia.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pensão para famílias de aposentados vítimas da covid-19 será analisada pelo Senado
Brasil

Pensão para famílias de aposentados vítimas da covid-19 será analisada pelo Senado

24/11/2021 17:30
Pensão para famílias de aposentados vítimas da covid-19 será analisada pelo Senado
Vale-gás: sancionada lei que cria auxílio para famílias de baixa renda
Brasil

Vale-gás: sancionada lei que cria auxílio para famílias de baixa renda

24/11/2021 14:00
Vale-gás: sancionada lei que cria auxílio para famílias de baixa renda
Comissão aprova projeto que obriga condomínio a comunicar caso de violência doméstica à polícia
Violência Doméstica

Comissão aprova projeto que obriga condomínio a comunicar caso de violência doméstica à polícia

23/11/2021 14:00
Comissão aprova projeto que obriga condomínio a comunicar caso de violência doméstica à polícia
Auxílio Brasil

Beneficiários do Auxílio Brasil precisarão cumprir calendário de vacinação

22/11/2021 08:19
INSS convoca beneficiários para revisão de auxílio por incapacidade temporária
previdência

INSS convoca beneficiários para revisão de auxílio por incapacidade temporária

21/11/2021 15:04
INSS convoca beneficiários para revisão de auxílio por incapacidade temporária
Últimas Notícias