Dourados – MS sábado, 25 de maio de 2024
13º
Brasil

Consumo de energia aumenta 0,6% no primeiro trimestre, aponta EPE

Alta foi impulsionada por crescimento de consumo nas classes comercial e residencial

15 Jun 2022 - 18h45Por CNN
Consumo de energia aumenta 0,6% no primeiro trimestre, aponta EPE
 -

O consumo de energia elétrica aumentou 0,5% no primeiro trimestre de 2022, em relação ao mesmo período do ano passado. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (15), no Boletim Trimestral de Consumo de Eletricidade, da Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE), órgão federal responsável pelo planejamento energético.

O resultado é fruto de uma combinação de resultados setoriais: a classe comercial apresentou alta de 4,9%, impulsionado, beneficiado pela retirada de restrições relativas à pandemia de Covid-19 e pela expansão de renda disponível, provocada pela queda do desemprego e pelo benefício federal “auxílio Brasil“.

A classe residencial subiu 0,6%. A publicação aponta que, se a expansão da renda foi um dos motivos para impulsionar o consumo comercial, o fato de a renda média do trabalhador ter caído em relação ao mesmo período do ano passado contribuiu para uma queda no consumo residencial médio (por unidade residencial).

A indústria apresentou redução de 1,5%, a primeira da categoria em seis trimestres. O resultado, segundo a EPE, está em linha com a retração de 1,5% no valor adicionado da indústria no trimestre, influenciado pela queda de 4,7% na indústria de transformação e de 2,4% na extrativa. No entanto, a construção apresentou crescimento de 9%.

O clima também influenciou no resultado: as temperaturas mais quentes nas regiões Sul, Centro-Oeste e Norte elevaram a demanda, mas os níveis mais amenos encontrados no Nordeste e no Sudeste evitaram um consumo ainda mais elevado.

No fim de maio, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu, para junho, a bandeira tarifária verde para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional. Ela retrata que há condições favoráveis para a produção de energia e, portanto, não há complemento tarifário a ser cobrado no período.

Em 16 de abril, a agência suspendeu a vigência da bandeira tarifária de escassez hídrica, que impunha à conta de energia uma tarifa extra de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos. A redução, no entanto, tem sido menor que a inicialmente esperada, por conta dos reajustes das distribuidoras, aprovados pela agência de acordo com o calendário anual.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Embratur recebe 123 propostas de novos voos internacionais em edital de programa
Conectividade aérea

Embratur recebe 123 propostas de novos voos internacionais em edital de programa

25/05/2024 21:30
Embratur recebe 123 propostas de novos voos internacionais em edital de programa
Prefeitura usa sacos para fechar comportas danificadas em Porto Alegre
Enchentes

Prefeitura usa sacos para fechar comportas danificadas em Porto Alegre

25/05/2024 20:00
Prefeitura usa sacos para fechar comportas danificadas em Porto Alegre
Vale do Taquari: Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias
Enchentes

Vale do Taquari: Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias

25/05/2024 19:00
Vale do Taquari: Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias
Anatel aprova novo sistema de alertas de emergência
Telecomunicações

Anatel aprova novo sistema de alertas de emergência

25/05/2024 18:30
Anatel aprova novo sistema de alertas de emergência
CNJ anuncia melhorias no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento
Justiça

CNJ anuncia melhorias no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento

25/05/2024 17:30
CNJ anuncia melhorias no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento
Últimas Notícias