Dourados – MS domingo, 14 de julho de 2024
10º
Aplicativo

Celular Seguro recebe 57,8 mil alertas de bloqueio em 6 meses

Novas funcionalidades devem ser lançadas no segundo semestre

21 Jun 2024 - 20h00Por Andreia Verdélio, Agência Brasil - Brasília
Celular Seguro recebe 57,8 mil alertas de bloqueio em 6 meses
 - Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Após seis meses de funcionamento, o Programa Celular Seguro já recebeu 57.790 mil alertas de bloqueios de usuários que já instalaram o aplicativo em seus telefones móveis. Lançado em dezembro do ano passado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), o programa possui mais de 2 milhões de usuários cadastrados, com mais de 1,1 milhão de celulares.

A plataforma funciona como uma espécie de botão de emergência que deve ser utilizado somente em casos de perda, furto ou roubo do celular. A ação garante o bloqueio ágil do aparelho, da linha telefônica e de aplicativos bancários em poucos cliques.

O acesso ao Celular Seguro é feito por meio do cadastro no Gov.br, a plataforma de serviços do governo federal. Os aparelhos podem ser registrados via site – ou aplicativo, disponíveis na Play Store (Android) e na App Store (iOS). As empresas que já aderiram à iniciativa estão descritas nos termos de uso.

Não há limite para o cadastro de números, mas eles precisam estar vinculados ao CPF do titular da linha para que o bloqueio seja efetivado. Quem estiver cadastrado no Celular Seguro pode indicar pessoas da sua confiança, que estarão autorizadas a efetuar os bloqueios, caso o titular tenha o celular roubado, furtado ou extraviado.

Também é possível que a própria vítima bloqueie o aparelho acessando o site por meio de um computador. Após o envio do alerta, as instituições financeiras e empresas de telefonia que aderiram ao projeto farão o bloqueio do chip e dos aplicativos. O procedimento e o tempo de bloqueio de cada empresa também estão disponíveis nos termos de uso do programa.

Novas funções

A ferramenta Celular Seguro não oferece a possibilidade de fazer o desbloqueio. Caso o usuário emita um alerta de perda, furto ou roubo, mas recupere o telefone em seguida, terá que solicitar os acessos entrando em contato com a operadora e os bancos. Cada empresa segue um rito diferente para a recuperação dos aparelhos e das contas em aplicativos.

De acordo com o MJSP, para o segundo semestre, há a previsão de lançamento de novas funcionalidades para ampliar a segurança dos usuários do programa. Uma delas é a possibilidade de, ao acionar o alerta, a vítima bloquear chip e aplicativos financeiros, mas manter o aparelho funcionando. Nesse caso, se um novo chip for instalado, uma mensagem aparecerá na tela orientando o novo comprador do telefone a ir a uma delegacia e apresentar a nota fiscal de compra.

Também será incorporada à ferramenta a lista de Identificação Internacional de Equipamento Móvel (IMEI), a identidade de cada aparelho celular, para consulta de quem for comprar um aparelho usado. Com isso, será possível conferir se o aparelho desejado tem alguma restrição ou registro de roubo ou furto.

A plataforma foi desenhada pelo MJSP em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O objetivo é reduzir a “atratividade” da prática de roubos e furtos e desestimular a receptação de aparelhos roubados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Auxílio Reconstrução: governo suspeita de 300 mil fraudes em pedidos
Enchentes

Auxílio Reconstrução: governo suspeita de 300 mil fraudes em pedidos

13/07/2024 22:00
Auxílio Reconstrução: governo suspeita de 300 mil fraudes em pedidos
STF autoriza depoimentos de Rivaldo e Brazão na Câmara dos Deputados
Justiça

STF autoriza depoimentos de Rivaldo e Brazão na Câmara dos Deputados

13/07/2024 20:30
STF autoriza depoimentos de Rivaldo e Brazão na Câmara dos Deputados
STF intima Zema e Pacheco sobre renegociação de dívida de Minas Gerais
Justiça

STF intima Zema e Pacheco sobre renegociação de dívida de Minas Gerais

há 4 horas atrás
STF intima Zema e Pacheco sobre renegociação de dívida de Minas Gerais
Ministro Celso Sabino participa de evento do Sebrae com foco na COP 30
Turismo

Ministro Celso Sabino participa de evento do Sebrae com foco na COP 30

13/07/2024 15:30
Ministro Celso Sabino participa de evento do Sebrae com foco na COP 30
Ministério acompanha caso de aborto legal negado pela Justiça em Goiás
Direitos humanos

Ministério acompanha caso de aborto legal negado pela Justiça em Goiás

13/07/2024 14:30
Ministério acompanha caso de aborto legal negado pela Justiça em Goiás
Últimas Notícias