Dourados – MS sexta, 16 de novembro de 2018
Anuncie aqui
Anuncie aqui
Educação

Aleitamento materno e aborto são temas de palestras gratuitas em Dourados

15 Ago 2018 - 15h00Por da Redação
Aleitamento materno e aborto são temas de palestras gratuitas em Dourados - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Hoje e amanhã, 15 e 16 de agosto, a faculdade Anhanguera de Dourados promove capacitações para estudantes, técnicos e profissionais de saúde.Gratuitos, os eventos são abertos à comunidade e marcam a recepção de acadêmicos no início das aulas do segundo semestre.

Em comemoração ao Agosto Dourado, mês da Semana Mundial do Aleitamento Materno, esta quarta-feira será focada no tema amamentação. "É um período repleto de questionamentos e inseguranças para as mães e os profissionais da saúde exercem papel fundamental na promoção do aleitamento materno", explica a coordenadora de Enfermagem, Ciliane Belloni.

Com mais de 40 anos de experiência profissional na Enfermagem, a enfermeira obstetra convidada, Roselaine Terezinha Migotto Watanabe, abordará a importância do incentivo, promoção e o manejo correto da amamentação. "Também serão apresentados os 10 passos para o sucesso do aleitamento e compartilharei as vivências e exemplos que atuei nesta área", explicou a especialista.

Segundo a orientação preconizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o aleitamento materno é essencial para o desenvolvimento das crianças e deve ser exclusivo até os seis meses de vida, ou até os dois anos ou mais de idade, mesclando com outros alimentos. No País, 41% das mães amamentam exclusivamente até os seis meses, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde, em 2016.

Aborto em pauta

Nesta quinta-feira, 16 de agosto, às 19h, o tema em discussão será o aborto e seus os aspectos emocionais. A psicóloga Paula Fernanda de Almeida, especialista em Teoria Cognitiva Comportamental, explica como o processo de acolhimento do profissional de saúde é importante para amenizar o impacto à paciente. "Seja para os casos de aborto espontâneo ou provocado, uma equipe médica multidisciplinar precisa receber com empatia, se colocar humanizadamente para atendê-la. Isso fará toda a diferença para reduzir as consequências e prejuízos à saúde mental dessa mulher", esclareceu.

Atualmente, no Brasil, a interrupção da gravidez é considerada legal em situações de estupro, de fetos anencéfalos ou se há risco de vida para a gestante. Porém, a descriminalização do aborto no país está em discussão nas esferas públicas.

Para participar das capacitações, basta comparecer à faculdade Anhanguera de Dourados, situada na Rua Manoel Santiago, 1155. Mais informações podem ser obtidas na coordenação de Enfermagem, pelo telefone (67) 3416-8100.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Inep divulga gabaritos do Enem; resultado final sairá em janeiro
Enem 2018

Inep divulga gabaritos do Enem; resultado final sairá em janeiro

14/11/2018 11:00
Inep divulga gabaritos do Enem; resultado final sairá em janeiro
O que levar e não levar para o Enem
ENEM 2018

O que levar e não levar para o Enem

10/11/2018 13:00
O que levar e não levar para o Enem
Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI nas escolas
diversidade

Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI nas escolas

09/11/2018 16:30
Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI nas escolas
Paola Carosella vem a Campo Grande para ministrar curso em projeto do TJMS
Projeto Social

Paola Carosella vem a Campo Grande para ministrar curso em projeto do TJMS

09/11/2018 15:10
Paola Carosella vem a Campo Grande para ministrar curso em projeto do TJMS
Escola de Dourados recebe nova brinquedoteca com peças produzidas por detentos
Educação

Escola de Dourados recebe nova brinquedoteca com peças produzidas por detentos

08/11/2018 17:00
Escola de Dourados recebe nova brinquedoteca com peças produzidas por detentos
Últimas Notícias