Dourados – MS terça, 25 de setembro de 2018
São Bento Hectares Matérias
São Bento Hectares Mobile Matérias
Mais um Recurso

Fachin envia recurso de liberdade de Lula ao plenário do STF

26 Jun 2018 - 10h10
O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), remeteu para decisão do plenário da corte o julgamento de um recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que pede a liberdade do petista, que está preso desde o início de abril. Em despacho da noite de segunda-feira, Fachin não reconsiderou, pela segunda vez desde sexta-feira, sua decisão de retirar o pedido da defesa de Lula da pauta de julgamento da Segunda Turma do STF. A decisão sobre incluir o processo na pauta do plenário cabe à presidente do Supremo, Cármen Lúcia. Não há data para isso, e esta é a última semana antes do recesso do STF, o que significa que o caso pode ficar para agosto, uma vez que a pauta deste mês já está feita. O argumento principal é que os advogados de Lula entraram com um novo recurso no Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), chamado agravo regimental, para determinar a remessa do processo do tríplex no Guarujá (SP), pelo qual o petista foi condenado, para análise do Supremo. Esse envio tinha sido barrado na sexta-feira passada pela vice-presidente do TRF-4, desembargadora Maria de Fátima Freitas Labarrère, que havia rejeitado a admissão do chamado recurso extraordinário — tipo de recurso que alega matéria constitucional e seria apreciado pelo STF. Foi a partir da posição do TRF-4 que o ministro Edson Fachin, do STF, decidiu retirar da pauta da 2ª Turma um pedido liminar de liberdade do ex-presidente, que estava previsto para ser julgado nesta terça-feira. No recurso mais recente, a defesa de Lula argumenta que o petista se encontra indevidamente detido e também, por se tratar de pré-candidato à Presidência, tem sua liberdade tolhida, correndo sérios riscos de ter seus direitos políticos cerceados diante do processo eleitoral em curso. Em sua decisão, Fachin afirmou que o "novo cenário", com a apresentação do chamado agravo pela decisão de Lula no TRF-4 para enviar o processo do tríplex ao STF, caracteriza uma hipótese de análise da liminar pelo plenário do Supremo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro mantém 28% e segue na liderança; Haddad vai a 22%, diz Ibope
Eleições 2018

Bolsonaro mantém 28% e segue na liderança; Haddad vai a 22%, diz Ibope

há 53 minutos atrás
Bolsonaro mantém 28% e segue na liderança; Haddad vai a 22%, diz Ibope
Futuro presidente terá de enfrentar financiamento do SUS
Eleições 2018

Futuro presidente terá de enfrentar financiamento do SUS

21/09/2018 11:00
Futuro presidente terá de enfrentar financiamento do SUS
Facebook cria 'sala de guerra' para monitorar interferências nas eleições de Brasil e EUA
Eleições 2018

Facebook cria 'sala de guerra' para monitorar interferências nas eleições de Brasil e EUA

20/09/2018 15:30
Facebook cria 'sala de guerra' para monitorar interferências nas eleições de Brasil e EUA
Mais de 10,6 mil brasileiros vão votar em cédula de papel no exterior
CÉDULAS DE PAPEL

Mais de 10,6 mil brasileiros vão votar em cédula de papel no exterior

20/09/2018 10:30
Mais de 10,6 mil brasileiros vão votar em cédula de papel no exterior
Juiz autoriza laudo de sanidade mental para agressor de Bolsonaro
FACADA

Juiz autoriza laudo de sanidade mental para agressor de Bolsonaro

20/09/2018 09:30
Juiz autoriza laudo de sanidade mental para agressor de Bolsonaro
Últimas Notícias