Centrais pressionam contra fator previdenciário


Wilson Aquino
 
José Lucas diz que avançam as negociações com o Governo (Foto : Divulgação) José Lucas diz que avançam as negociações com o Governo (Foto : Divulgação)

CAMPO GRANDE - As centrais sindicais estão pressionando deputados e senadores para que estes, por sua vez, pressionem o Governo para acabar de vez com o Fator Previdenciário que está em vigor e que reduz em até 40% o valor das aposentadorias no Brasil. “E não adianta o governo vir com aquela mesma ladainha de sempre de déficit previdenciário, para não acabar com esse famigerado fator previdencário”, desabafou José Lucas da Silva, membro da executiva nacional da CGTB e coordenador regional do Fórum Sindical dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul – FST/MS.

José Lucas informou que segundo o senador Paulo Paim (PT/RS) as negociações do Congresso Nacional com o Governo estão avançando no sentido de chegar a um acordo para acabar de vez com o Fator Previdenciário. “O Brasil inteiro está na expectativa de se resolver esse problema de uma vez por todas”, comentou o sindicalista.

Ele lembrou que o Congresso Nacional já havia aprovado no ano passado o fim do fator previdenciário. O problema foi que o então presidente Lula vetou o projeto e agora cabe ao Congresso promover um entendimento com Dilma Rousseff para derrubar o veto e beneficiar milhares de trabalhadores aposentados em todo o Brasil que perderam muito dinheiro nos últimos anos, por conta desse “monstro” criado por ele mesmo (Governo), explica.

“O senador Paulo Paim tem feito duros pronunciamentos no Senado, desmentindo, através de números e provas, as justificativas de déficit previdenciário alegados pelo governo para não recuperar as perdas salariais dos aposentados e acabar de vez com o fator previdenciário”, comentou José Lucas.

Paim, em recente manifestação no Senado, destacou que “segundo estudo da Associação Nacional dos Fiscais da Previdência (Anfip) e da Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (Cobap) somente em 2009 a Seguridade Social teve um superávit de R$ 21 bilhões e a Previdência Social de R$ 4 bilhões.

Já o SIAFI (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal) informa que somente no primeiro semestre deste ano foi pago a aposentadorias e pensões o montante de R$ 51,4 bilhões”. Registra o senador caxiense que, “porém, os 30,25% que ganham acima do salário mínimo somaram o valor de R$ 15,5 bilhões (Esses dados estão disponíveis na internet e podem ser acessados por www.siga.gov.br).

O impacto da diferença entre os 6,14% de reajuste oferecido pelo governo e os 7,7% aprovado pelos deputados é de 1,58%. Isso representa um impacto mensal de R$ 81,9 milhões e anual de R$ 982,7 milhões, calculados pela média dos pagamentos efetuados pela previdência nos três primeiros meses de 2010”.

Paim lembra ainda que “segundo o anexo IV das Metas Fiscais da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), as renúncias previdenciárias para este ano são de R$ 18,9 bilhões. Portanto, o impacto da diferença do reajuste aprovado (impacto de R$ 982 milhões/ano) representa 5,18% das renúncias previdenciárias previstas para 2010”.

SOMANDO FORÇAS

José Lucas participado de reuniões em Mato Grosso do Sul com as diretorias das centrais CGTB, Força Sindical, CTB, NCST e UGT, para traçar estratégias, juntas, de luta em Brasília para conseguir acabar com o fator previdenciário.

As entidades vêm trabalhando juntas nesse sentido em todo o País. Somando forças elas acreditam que terão maiores chances de pressionar o governo para resolução desse problema sem penalizar o trabalhador aposentado que perde boa parte de seus ganhos mensais por conta dessa matemática absurda do governo.

O senador Paulo Paim está lutando pelo fim do fator previdenciário, porém, em sua PEC ele AUMENTA o número de contribuições para cálculo do valor da aposentadoria. Isto quase que anula a fim do fator prev., pois hoje este cálculo é feito pela média dos salários desde julho/94 com expurgo de 20% dos piores salários. Uma média razoável para este cálculo seria, a meu ver, calcular pelos últimos 10 anos de contribuição com expurgo de 40% dos piores salários. Esta média não é tão curta, para o governo, quanto era à época de meu ingresso no mercado de trabalho (Últimos 3 anos) e nem tão longa quanto hoje.

 
Marcelo Salomão em 29 de janeiro de 2012 - domingo às 17:24

Olá meus compatriotas !

Voces queriam democracia, queriam liberdade, ai esta liberdade mas de barriga vazia, todos os direitos dos trabalhadores estão caindo, e cairá mais, enquanto não acontecer uma revolta popular, a corja do P.T não largará o osso, o progeto do P.T é ficar no poder durante 50 anos, eles não querem um operário ganhado 10 salários minimos, o que eles querem e 10 operários ganhando um salário, esta é a lógica deste que é o pior governo da história, TEMOS UMA DEMOCRACIA COM CANCER , o presidente Figueredo disse voces teram saudade de mim.

Abraços aos meus compatriotas, e explorados deste ´paiz !!!

 
joaquim lima em 27 de janeiro de 2012 - sexta às 18:44

temos a classe politica mais corrupta do mundo e verdadeiros bandidos.

abs

 
jose luiz em 26 de janeiro de 2012 - quinta às 21:19

OUTRAS ALTERNATIVAS AO FATOR PREVIDENCIÁRIO

ALTERNATIVA A)
Aumento real aos aposentados e substituição do Fator Previdenciário pelo *Fator Incentivo.
*facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.

ALTERNATIVA B)
Aumento real aos aposentados e substituição do Fator Previdenciário pela Soma da Idade com o Tempo de Contribuição:
85M/90H = Fator 1,00
90M/95H = Fator 1,20

 
Jorge Moacyr em 25 de janeiro de 2012 - quarta às 16:31

Isso é uma VERGONHA!
Eles aumentam seus próprios salários na calada da noite, um absurdo de aumento, mais de 60%, e p/ os trabalhadores/aposentados, dão migalhas; estão equiparando todo mundo ao salário mínimo com o famigerado "Fator Previdenciário" que nos arranca em média 40% de nossos salários, na aposentadoria e reajustes inferiores.
Será que as aposentadorias deles, se reeleitos, tem toda essa perda?
Por isso, trabalhador/aposentado, fique atento: Não REELEJA ninguém!
A nossa aposentadoria quebra o país, a deles é sagrada!

 
Valeria em 25 de janeiro de 2012 - quarta às 02:38

É uma vergonha este tal fator ..covarde ..pois o trabalhador não tem como se defender, trabalhou e contribui por toda tua vida ...e dai quando quer se aposentar e descansar não consegue, o lula é um covarde vetou em 2010 O FATOR , POIS A CAMARARA DOS DEPUTADOS TINHA DERRUBADO O FATOR, os deputados fiseram a tua parte dai foi para a sanção do presidente lula e ele vetou traindo todos trabalhadores, foi um sem vergonha e covarde, traiu todos metalúrgicos que apoiou em tua caminhada, foi o meu caso trabalhei e contribui por 37 anos e quando fui me aposentar descobri que o lula vai mi roubar 50% da minha aposentadoria para financiar os programas eleitoreiros tais programas sociais, tipo bolsa, familia .bolsa gás......comecei a trabalhar cedo e contribui cedo, pois sou um homem digno e não covarde como o lula ....o PATIDO DOS TRABALHADORES TAL ...PT.....FÁS NADA MAIS POR NÓS....COVARDES......

 
edson em 24 de janeiro de 2012 - terça às 02:13

Registro aqui a minha indigação com relação a esse fator previdenciaria, que como observado são muitos os aposentados prejudicados com essa injustiça, pois criam-se leis aplicam as, sem consultar os direitos adquiridos sobretudo.
Alem, da vergunha do Fator prveidenciario, no meu caso por exemplo o orgão da previdencia, não só aplicou o fator prvidenciario, como tambem, excluiu de meu tempo de contribuição, cerca de 3 anos e 3 meses na soma do tempo de contribuição.
Quanto a esse entrei com processo judicial,(parado no TRT, a mais de 3 anos sem sequer sair do lugar) uma vez que a previdencia negou-me recurso administrastivo.Quero sim motivá-los a não nos abandonar nesta luta, ja que só ,nada podemos fazer, ja tenho lutado atravez das urnas, mas infelizmente a maioria acredita em tudo que ouvem. Um grande abraço e meu muito obrigado, por saber que ainda temos politicos que se interessam pelo bem comum.
Sílvio

 
SILVIO BISCAINHO CARRETERO em 21 de janeiro de 2012 - sábado às 16:43

Sr. JOSÉ LUCAS
Você tem razão. Sempre assim, quando falam em por fim nessa VERGONHA
NACIONAL que o "FATOR PREVIDENCIÁRIO".
Eles começam a dizer que à "PREVIDÊNCIA" esta com Deficit.
O Povo já esta Cansado de ouvir tantas Mentiras desses GOVERNANTES.
Chega de Blá-Blá-Blá-Blá.........
Sr. JOSÉ LUCAS
Hoje o POVO esta bem informado. Nós temos à INTERNET, como nosso
meio de Comunicação.

 
Zé do Caminhão em 20 de janeiro de 2012 - sexta às 09:08

Estou há anos tentando me aposentar, primeiro não consegui porque aumentaram a idade para o contibuinte se aposentar. Depois entrou este "ilegal fator previdenciario". Já tenho 56 anos, 38 anos de contribuição, muito mais que a metada da minha vida e nem assim, consigo me aposentar com o valor vergonhoso que seria o TETO DA APOSENTADORIA, uma vez que este FATOR reduz em muito este teto VERGONHOSO.

Minha proposta é a seguinte, podem continuar com o fator previdenciario, mas, quando eu tiver 60 anos, me aponsento com meu salário integral, assim como acontece com nossos queridos FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, e olha como sou boazinha, se me aponsentar com meu salário integral, deixo para o GOVERNO O MEU FGTS e passo a viver até morrer com meu salário integral. Sei que quando converso com um funcionário público sobre este assunto a alegação deles é que temos o FGTS, então é isto, ABRO MÃO DO MEU FGTS, DO FATOR PREVIDENCIARIO e fico com meu SALÁRIO INTEGRAL para viver os anos de aposentada.

 
Vera Casadei em 20 de janeiro de 2012 - sexta às 09:03

Pesoal. Se não houver ação nada irá mudar. Não prego uma luta armada mas sim uma resposta nas urnas. Já estou com dúvidas a respeito dos politicos a favor do fim do fator. Será que eles não estão se ancorando nisso para garatias na eleição?
Luiz Viana.

 
Luiz Carlos Viana em 17 de janeiro de 2012 - terça às 18:35

Uma sugestão: Nossos companheiros aposentáveis de Brasília, deveriam iniciar uma campanha lá , perto dos queridos polticos.Quem sabe assim o resto do país acordava e se mobilizava em seus Estados também? Se depender da vontade de Garibaldi e cia e só dos nossos comentários vamos ficar o resto da vida neste blá blá blá.

 
maria do carmo em 17 de janeiro de 2012 - terça às 18:10

O pior é que quando não era governo o mentiroso do Lula metia o pau no fator e em quem o criou, agora quando o congresso aprova o seu fim o que ele faz veta a lei, este é o homem, parabens a todos que elegem esta cambada do PT assim continuaremos um paiseco de terceiro mundo

 
claudio mendonça em 14 de janeiro de 2012 - sábado às 18:54

Companheiros de infortúnio, é com muito pesar que tenho que admitir que o governo empunhando uma bandeira com slogan social, (do povo p/o povo ), massacre e humilhe indiscriminadamente toda a classe trabalhadora que ao longo dos seus anos de trabalho obedecendo e cumprindo todos os critérios, (caprichos), previdenciários
almejando este tão sonhado dia de sua aposentadoria; De repente tudo muda, (p/ pior) diga-se de passagem, e temos que aceitar todas as intempéries destes nossos inconsequentes, irresponsáveis e por que não dizer traidores dos interesses da queles que passaram,( muitos toda sua vida), e outros tentando galgar um pouco do que resta de sua frágil saúde p/ desfrutar da quilo que sempre sonhou.
A maioria nem plano tem, convive com a já falida saúde publica, um caos.

 
Josias P. Santos em 14 de janeiro de 2012 - sábado às 16:09

Colegas de infortúnio, o que houví por aí é estarrecedor: ao PT não quer o fim do Fator Previdenciário, porque a ele interessa que continuemos a odiar seus criadores, o PSDB. Se esquecem de que quem vetou o fim do FP aprovado na Câmara, foi o canalha do Lula.

 
Charles Perette em 13 de janeiro de 2012 - sexta às 17:49

Nos aposentados falamos muito e agimos pouco, o que precisamos fazer é simplesmente parar o pais, solução é uma revolta sem violencia, como poderiamos fazer isto.
" EM PRIMEIRO LUGAR COMEÇAMOS A PARAR DE PAGAR A CONTA DE AGUA E ASSIM SUCESSIVAMENTE LUZ, IMPOSTOS COMO IPTU, IPVA E TODAS AS TAXAS. E POR FIM PARARMOS DE PAGAR O´S PLANOS DE SAUDE E FAZER ENORMES FILAS NOS HOSPITAIS PUBLICOS E SE NADA DISSO RESOLVER PARTIRIAMOS COM A MESMA TECNICA QUE LULA USOU PARA CHEGAR AO PODER"

COM DIZ ALGUNS OS ENTENDIDOS
" VAMOS A LUTA COMPANHEIROS"

 
Luiz em 05 de janeiro de 2012 - quinta às 09:39

Muito indigno pensar que o ex-presidente, para aparecer, pensava mais em outros paises, dando presentinhos com o dinheiro do povo brasileiro. (*)
Na hora de pensar nos pobres, quando poderia ter banido da vida da maioria dos brasileiros cansados da luta, o assasino, o bandido cruel, o perverso Fator Previdenciário, preferiu vetar, para sobrar mais dinheiro para suas festinhas.

Ninguém merece passar por isso, depois de tanto tempo ralando e depois de certa idade ficar sem trabalhar, ser humilhando para ter qualquer trabalho, depois dos 50
é difícil trabalho neste pais mal administrado, e, alguns espertalhões distribuem o que não lhes pertencem. Em vez de perdoar dívidas estrangeiras, deixa que o fator Previdenciário morto, permitas que pessoas que querem se aposentar e os que já estão aposentadosos, possam ter o direito de comprar seus remérdios e ter o que lhe é de direito.
Veja o que diz no site (blog) Gestão Pública Link abaixo:

(*) "Como mandatário por oito penosos anos, soube sim fazer e promover benesses com o dinheiro público brasileiro.

?Balanço feito sobre o volume de dívidas perdoadas por Lula, em seus dois mandatos, aos países do chamado Terceiro Mundo, em busca de uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU, já ultrapassa US$ 611 milhões, ou seja, em torno de R$ 1,1 BILHAO. A generosidade de Lula com dinheiro do contribuinte já beneficiou Moçambique, Cuba, Bolívia, Cabo Verde, Gabão, Nicarágua e até Nigéria. Os US$ 10 bilhões pelos 36 caças Rafale, da França, fazem parte desse pacote de bondade. Por outros US$ 10 bilhões, a Índia comprará 126 caças Rafale?
(http://www.gestaopublicainterativa.com.br/ler_noticia.php?u=dividas-perdoadas-pelo-presidente-lula).

 
Malu em 03 de janeiro de 2012 - terça às 22:27

gente só mesmo o datena da band para nos salvar....

 
maria do carmo em 03 de janeiro de 2012 - terça às 15:43

Desacreditado de esperar pelo fim Fator Previdenciario, e depois de ler e escutar do presidente da Camara Federal "Marco Maia" a mesma promessa que ele fez no final do semestre passado ou seja que estaria entre as sua principais metas o Fim dessa ilegalidade contra o Trabalhador, decidi que vou me aposentar assim mesmo, não vou mais ficar aguardando por falsas promessas e aumentando cada vez mais o meu prejuizo pelo que deixo de receber mensalmente.

 
Cleber Caetano Oliveira Costa em 03 de janeiro de 2012 - terça às 07:29

Colegas de luta, temos que continuar nossa luta sem esmorecer, uma mobilização nacional todos na rua (sem quebra, quebra), tambem uma mobilização através de jornais, radio, tv, adesivos com slogans, pararmos o pais de ponta aponta, (se é que temos este poder). O caixa do INSS, arrecada alto, nunca tem dinheiro para dar uma vida digna a seus aposentados, porque o nosso dinheiro é desviado para outros fins:
salvar banqueiros, empresas etc., o governo nunca se interessou em cobrar das grandes empresas devedoras ao INSS, só para citar uma: VARIG faliu devendo milhôes ao INSS, existem empresas de grande porte atualmente devendo muito dinheiro ao INSS, fóra fator previdenciário!!!!!!!!!.
Devemos divulgar nosso sofrimento via internet, (mobilização), pressionar o Congresso de todas as maneiras, (cartas, internet,fax, etc). Continuemos nossa luta vamos conseguir, se ficarmos inertes, não conseguiremos NADA!!!!. BOA SORTE PARA NÒS APOSENTADOS!!!!!!!!!!!!. Abraço a todos!!!

 
Paulo Cezar em 02 de janeiro de 2012 - segunda às 14:58

2011 , Engavetaram os projetos de interesse dos trabalhadores , aumentaram seus proprios salários na calada da noite , mentiram para ganhar a eleição , humilharam os trabalhadores aposentavéis , não terminaram com o Fator Previdenciario , não votaram a desaposentação assim foi 2011

 
NOEL em 16 de dezembro de 2011 - sexta às 11:02

As palavras Fator Previdenciário são as palavras mais desagradáveis e terríveis que nós brasileiros estamos acostumados a ouvir. O nosso Ministério sempre afirma que é uma vergonha, um desrespeito e a continuação delas é a vilã da sociedade do trabalhador brasileiro. Por que o Ministério publica, aceita dar entrevistas e finge dar uma resposta afirmativa para ludibriar os trabalhadores que estas palavras terão realmente seu fim. Todo mundo sabe que é inconstitucional e foi criado apenas como uma sangria para cobrir gastos desnecessários de nosso governo e para os desonestos a facilidade de apoderar-se dessa imensa riqueza. O que gostaríamos é que todos os Poderes falassem e que se tornasse público ao afirmarem categoricamente: Nós não queremos acabar com o fator, tanto nós, como todos os Poderes, principalmente o Judiciário que pensavam que os protegiam. Portanto vamos continuar com o fator e iremos torná-lo mais perverso ainda, pois os trabalhadores que lutam, transformam sempre para o bem este País não merecem consideração nenhuma por parte de nós que os representamos. Tudo que pudermos fazer para subtrair-lhes o que é de direito faremos com todas as nossas forças e principalmente criando condições para os senhores trabalharem mais para nós, juntaremos todos os nossos esforços pra conseguirmos sempre mais daquilo que vocês conquistarem e construírem, afinal de contas somos Os Grandes e vocês nada mais são que a ralé, melhor dizendo, Os Nossos Escravos. Finalizando, tomem as providencias que quiseram, mas caso não saibam, somos inatingíveis e nada nos destrói, pois este Éden de riquezas sempre nos pertenceu, pertence e sempre pertencerá.

Ass. Os Proprietários do Brasil.

 
morvan deon em 08 de dezembro de 2011 - quinta às 17:50

COMPANHEIROS APOSENTADOS, CHEGOU A HORA DE FAZERMOS UMA CAMPANHA CONTRA ESSAS FIGURAS MARCADAS DO PT, NA HORA DA ELEIÇÃO SOMOS BAJULADOS DE TODAS AS FORMAS, MAIS DEPOIS…. NEM NOSSA JUSTA REPOSIÇÃO OU O FIM DO MISERAVEL FATOR PREV. NÃO QUEREM VOTAR…SOMOS TOTALMENTE ESQUECIDOS POR ELES.
DESTA FORMA, VAMOS MOSTRAR PRA ELES QUE, AINDA, TEMOS DOMINIO SOBRE NOSSOS FILHOS E NETOS E VAMOS EM MARCHA NACIONAL, PEDIR QUE NOSSOS FILHO, NETOS, ESPOSAS, IRMÃOS E SOBRINHOS NÃO VOTEM MAIS NESSE PARTIDO CHAMADO PT, POIS, A CADA DIA QUE PASSA FICO MAIS CONVENCIDO DE QUE ELES SÓ PENSAM NELES E PARA OS APOSENTADOS QUE, SE VOCE NÃO É AINDA, CERTAMENTE, SERÁ UM DIA…FOI DECRETADA A MISERIA E O SOFRIMENTO POR TER TRABALHADO TANTO POR ESSE BRASIL QUE TANTO AMAMOS., TODAVIA, NÃO VAMOS DESANIMAR E VAMOS A LUTA POR DIAS MELHORES.

 
Jilvan Lins em 07 de dezembro de 2011 - quarta às 19:54

Tenho 56 anos de idade e 38 de contribuições pagas a essa maldita previdência; estou a cinco anos sem emprego fixo, aguardando o fim desse miserável fator previdenciário, sem sucesso. Não suporto esperar, a situação chegou ao limite, realmente esse governo que se diz do povo conseguiu me vencer no cansaço, vou dar entrada na minha aposentadoria, deixando a parte desse bando de políticos, eleitos por nós mas que só sabem defender seus próprios intereses. Esse paim com essa ladainha é só para enganar os idiotas e continuar se elegendo. Se esse garibaldo mudar alguma coisa na previdência vai ser para pior; todos esses político fazem somente o que a dilma manda, e ela sendo cria do lula jamais vai fazer alguma coisa que possa beneficiar o trabalhador que ganha acima de um salário mínimo.

 
Cidadão indignado em 07 de dezembro de 2011 - quarta às 19:36


Senador Promete Convocar Coletiva Em Rede Nacional Para Divulgar , Que é a Favor do Fim do Fator Previdenciario , e Que Agora Não è Ora de Escolher Samba Enredo de Escola de Samba , ( 1 de Abril)

 
Emilio em 07 de dezembro de 2011 - quarta às 13:08

Não tem nada de substituir esta porcaria por outra, contribuiu por 35 anos deve receber o que tem direito e sem desconto nenhum, contribuiu com mais recebe mais, contribui com menos recebe menos, chega de enrolar o povo,e o povo precisa reclamar por seus direitos e não ficar ai falando ou achando outra porcaria pra colocar no lugar desta. ACORDA POVO BRASILEIRO, VAMOS LARGAR DE SER TROUXA DO GOVERNO.

 
jose em 07 de dezembro de 2011 - quarta às 11:58


Olá Pessoal!

Venho acompanhando com atenção o desenrolar do Fator Previdenciário.

Criado no governo FHC (1999) e repudiado, na época, pelos políticos da oposição (PT e cia.) se instalou de tal maneira que o próprio PT (hoje governo) acredita, haja vista que foi mantido e defendido pelo seu governo, que provoca um ganho para os cofres públicos.

Quanto a isso não há discussão, pois todo recurso que entra ou deixa de sair dos crofres públicos, independentemente se é justo ou não, acaba engordando o seu caixa. A pergunta é: A que preço social o governo mantém essa situação?

O problema é que a atual oposição é muito fraca a ponto de ser insignificante.

A minha dúvida é quanto aos poucos políticos que vivem defendendo a queda do FP. Será que o FP não se contituiu numa bandeira, para eles, para ganharem os votos dos interessados na queda do FP?

Lembrem-se! Alguns deles já estão prorrogando a luta pela queda do FP para 2012.

Um Abraço a Todos!





 
João Daniel Quagliato em 06 de dezembro de 2011 - terça às 21:22

Se o fator previdenciario é tão bom que ninguem quer mudar, porque não estende ao politicos também? Claro, eles é que fazem as leis. Só sei que trabalho desde os 17 anos, hoje estou cansada e doente, mais preciso continuar trabalhando. Já tenho 34 anos de contribuição e o valor que querem me pagar não dar para comprar nem os remédios. Que país é esse, que mata seus idosos de tristeza e angustinha por uma vida melhor, um lugar ao sol. Outra situação critica, se a nossa expectativa de vida é tão longa assim, porque aos 50 anos não conseguimos empregos? Se ainda estamos trabalhando já não temos mais valor. Enfim aos 50 anos se correr o bicho pega se ficar o bicho come. Com nossos politicos este é o nosso destino.



 
Angelita Silva em 06 de dezembro de 2011 - terça às 17:39

Poderia se manter o fator de uma forma mais justa e menos agressiva para o trabalhador , onde ele perdesse um pouco do valor e não até 50% .

 
antonio em 06 de dezembro de 2011 - terça às 07:52

Amigos, vamos simplificar isso tudo. Eu, assim como milhares de trabalhadores que estão a espera dessa definição para ver quando iremos nos aposentar, estamos simplesmente FUDIDOS. Cansei de ligar para amigos, buscar informações na internet sobre o assunto. Na minha opinião NÃO TEMOS ESCAPATÓRIA. Infelizmente ou felizmente não somos políticos. Eles não têm nenhum interesse em alterar as atuais regras, pois se tivessem já teriam feito. ESTAMOS EM UM BECO SEM SAÍDA. E podem ter certeza de uma coisa: IRÃO ALTERAR AS REGRAS PARA PIOR. Disso eu não tenho nenhuma dúvida.

 
Alberto em 05 de dezembro de 2011 - segunda às 18:41

Pessoal quando os brasileiros quiseram derrubar o governo color foram as ruas de cara pintada, porque não fazemos o mesmo com o fator, e de quebra ja aproveitamos para pedir a distituição dos atuais mandatários, e novas eleições a nivel geral pois esse bando de senvergonha que elegemos foram para o governo e congresso para se completarem com o suor dos brasileiros "que bando de patifes elegemos neste pais", olha infelizmente se não for promovida uma grande desordem não vamos conseguir nada...

 
celso em 05 de dezembro de 2011 - segunda às 15:02

Os políticos estão lá porque nós, idiotas, os colocamos. Muito simples: não votar em ninguém!!!!!!!!!!!!

 
DIRLENE DE PAULA REIS em 01 de dezembro de 2011 - quinta às 05:17


Outra Reunião que não deu em nada , existe ciumes entre as centrais sindicais,

garibaldi disse: ...SE NÃO QUISER RESOLVER UM PROBLEMA CRIE UMA COMISSÃO

Pai dos aposentados disse: Ou Acaba o Fator Previdenciario , ou será o inicio do meu fim

 
Farias em 30 de novembro de 2011 - quarta às 09:34

Leio os comentários e cada vez fico mais indignado. Já passou da hora, precisamos de ação, chega de blá blá blá. Somente com pressão é que consigueremos alguma coisa. Temos o exemplo dos países àrabes, só
com o povo na rua é que vamos conseguir alguma coisa.

Vamos lá pessoal.

 
Antonio Carlos Tassi em 29 de novembro de 2011 - terça às 17:14

A enrrolação da turma do PT continua com essa novela do Fator Previdenciário. Eu me sinto um OTARIO elevado ao quadrado. Primeiro porque sempre paguei a previdencia social durante 35 anos e depois porque sempre votei nessa gente do PT, que com exceção do PAIM, mostra-se tão crápula quanto o FHC e sua turma.

 
Francisco Fabian em 29 de novembro de 2011 - terça às 12:13

É só enganação da parte desses politicos e sindicalistas!!!
A ladainha só faz se repetir, POR FAVOR vamos dar o troco o ano que vem nas urnas, tem eleições legislativas, chega de enganar o povo e estes sennhores e senhoras enriquecerem às nossas custas, enquanto nós nem direito a aposentaoria temos!!!

 
Marie Helena em 29 de novembro de 2011 - terça às 06:02

eu não sei quem vcs querem enganar com estas públicações velhaças, ninguem tá nen ai para os trabalhadores, os trabalhadores cegos,surdos e mudos depois do PT no poder.
fazer o que?valtamos a escravidão,povo burro?cangalha nele.

 
jaguaraci montenegro rocha da silva em 28 de novembro de 2011 - segunda às 20:12

Prezados colaboradores, estou aqui novamente para dizer-lhes, que não temos representantes no governo. Agora ouço falar em um movimento em maio 2012, depois em 2013, e essa desgraça de fator vai engolindo aqueles que lutaram durante 30/35 anos para receber de volta aquilo que pagou. Engraçado vemos comentarios falando em alternativas, formulas, não esiste isso não, pois quando colocaram esse fator em vigor, não perguntaram a ninguem. enquanto isso o tal garibalde diz, que para tirar esse monstro tem que ter algo em troca espero que nas eleições municipais, o povo de a ele, e para todos os parlamentares que nada fizeram para acabar com essa pouca vergonha. Enquanto isso, as centrais sindicais cruza os braços vendo a banda passar, não organizam nada. Estamos mesmo é no bico do Urubu.

 
josé guilherme em 28 de novembro de 2011 - segunda às 19:12

Sou Maritimo, e como todo pobre comecei no mercado de trabalho cedo , hoje com minha saude um pouco debilitada, aguardo junto com milhoes de brasileiros, uma atitude humana por parte do governo para acabar de vez com fator previdenciario, acredito em pessoas como o Senador Paulo Paim, que temdemostrado todo o empenho para nos ajudar. Tenho 56 anos e em janeiro de 2012, completo 40 anos de contribuição para nossa abençoada previdencia, que mesma diante de tanta corrupção se mantém firme. Ainda tenho esperanças que as coisas mudem com ajuda dos nossos politicos honestos.

 
Antonio sergio Bonela em 28 de novembro de 2011 - segunda às 13:01

SUGESTÕES DE ALTERNATIVAS AO FATOR PREVIDENCIÁRIO

ALTERNATIVA A)
Substituição do Fator Previdenciário pelo *FATOR INCENTIVO e aumento real aos já aposentados.
*facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.

ALTERNATIVA B)
Substituição do Fator Previdenciário pela Soma da Idade com o Tempo de Contribuição:
85M/90H = Fator 1,00
90M/95H = Fator 1,20

Atende as necessidades da previdência sem ferir as expectativas dos segurados, e oferece aos contribuintes a possibilidade de melhorar a aposentadoria sem precisar aposentar-se e continuar trabalhando.

 
Jorge Moacyr em 26 de novembro de 2011 - sábado às 18:34

Olha pessoal se o governo não acabar com o FP, que aqui pode ter,outra denominação vamos dar o troco,nas URNAS,como? acabando nós,com o FATOR PT,que já REINA, a 9 anos e pouco fez pelo TRABALHADOR BRASILEIRO,pt só uma sigla de enganadores,que só visam,continuar REINANDO nas eleições,pois querem ganhar todas, mais nada fazem,para os que realmento os colocaram lá,os TRABALHADORES do BRASIL,mais vamos responder nas URNAS,nos aguardem,para o fim do FATOR PT.

 
Edgar de Jesus Borges em 25 de novembro de 2011 - sexta às 20:56

ta na hora de fazer um movimento parecido com o diretas ja, envolvendo todos os trabalhadores brasileiros prejudicados , ou que serao prejudicados pelo FP. Vamos se acordar, trabalhadores ,porque , se o povo calar, vao nos enrolar mais ainda com outra formula que vao inventar. Quanto a formula 85/95 è pior do que a atual. O olho aberto, TRABALHADOR!!!!!!!!!!!

 
ademar em 25 de novembro de 2011 - sexta às 16:55


A população CONCLAMA os politicos corruptos e honestos a se mobilizarem para o FIM DO FATOR PREVIDENCIARIO

 
Rodrigo em 24 de novembro de 2011 - quinta às 07:02

Ola Bom Dia!!!!
Lá vai eu gastar meu LATIM novamente!!!!!
Estou cansado de tanta promessa.
So conversa mole e atitude nada.
Já esta + q. prrovado que a formula 85/95 é boa.
Então!!! Pq a enrolação p/ aprova-la.
Gente...Vamos a Luta. Só assim esses politicos se mexem.
Abraços...

 
Alberto Caetano Grolla em 22 de novembro de 2011 - terça às 06:38

Fator Previdenciário, um crime contra o trabalhador brasileiro.

 
RENILDO em 21 de novembro de 2011 - segunda às 11:14

SENHORES, não precisamos continuar dando asas a nossa ilusão, ou seja, sugerindo alternativas para substituir esta maldição que o FHC Criou e O MULA endoçou e não DERRUBOU, penalizando aqueles que depositaram uma esperança de dias melhores, para quem não sabe, o Senador PAULO PAIM tem uma alternativa que graças aos presidentes das duas casas, Principalmente a do senado ( josé Sarnaei) não faz questão de colocar em pauta para aprovação, trata-se da PEC 10/2008, procurem tirar informações com os acessores do PAIM, e verão que é uma solução coerente para solucionar de vez esta situação, e não penaliza a massa trabalhadora deste pais. porem precisamos continuar UNINDO FORÇAS e ser mais ativos, contra os Maus Politicos, a CORRUPÇÃO e o esbanjamento causado por eles, é preciso a MOBILIZAÇÃO da população, não podemos ser omissos, meu lema é
VEM VAMOS EMBORA QUE ESPERAR NÃO É SABER, QUEM SABE FAZ A HORA NÃO ESPERA ACONTECER - POR UM BRASIL JUSTO E MELHOR.....

 
Humberto Biagioli em 20 de novembro de 2011 - domingo às 20:27


SENHORES DEPUTADOS E SENHORES SENADORES, sou uma senhora cansada de esperar pelas promessas do fim do famigerado fator previdenciário, pois ja tenho 33 anos de contribuição ao INSS, 51 anos de idade, e inconformada pelo que me oferecem de aposentadoria, pelo fato de ter pago há muitos anos sobre o teto, e na hora de receber, querem que aceitamos uma merreca; não é justo pagar muito e ganhar pouco enquanto muitos pagam pouco, ou nada pagam e ganham altos salários e DEMAIS BENEFÍCIOS, acreditava que isto teria um fim, mas vejo muitas mudanças acontecendo e nada mais sobre o fator previdenciário, será que ja ficou no esquecimento. Desde que completei 30 anos de contribuição prometeram acabar com o fator, e lá se vão 3 anos de disperdício do meu suado dinheirinho e até hoje nada, falaram que iriam votar alguma coisa neste segundo semestre, e ja estamos em novembro .TA NA HORA DOS DEPUTADOS PENSAREM PELO MENOS UMA VEZ NOS QUE TRABALHAM E PAGAM DE VERDADE PARA GANHAR UM SALÁRIO HONESTO e votar de vez o FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO, não adianta dizerem que são contra o fator se não fazem nada pra acabar com ele. CHEGA DE PROMESSAS! O FIM DO FATOR TEM QUE SER AGORA. CHEGA DE ENRROLAÇÃO. To muito cançada e decepcionada, mas ainda temho um pingo de esperança. PELO AMOR DE DEUS ACABEM COM O FATOR PREVIDENCIÁRIO.

 
Salet Finkler Mainardi em 20 de novembro de 2011 - domingo às 17:33

Quem vai cobrar esse ai abaixo, nos ja pagamos queremos nosso dinheiro de volta em aposentadoria digna.

http://fatormentodoaposento.files.wordpress.com/2009/11/maiores-devedores-da-previdencia.jpg

 
Antonio Luiz em 20 de novembro de 2011 - domingo às 09:34

O ideal seria conceder aumento real aos aposentados e substituir o Fator Previdenciário pelo *Fator Incentivo.
*facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.

Atende as necessidades da previdência sem ferir as expectativas dos segurados, e oferece aos contribuintes a possibilidade de melhorar a aposentadoria sem precisar aposentar-se e continuar trabalhando.

Isto é possível ou seria apenas um sonho?

 
Jorge Moacyr em 19 de novembro de 2011 - sábado às 10:35

DEZ RAZÕES PARA REVER O FATOR PREVIDENCIÁRIO

01. O Fator Previdenciário diminui indevidamente as aposentadorias dos trabalhadores que completam 35 anos de contribuição aos 60 de idade.

02. O Fator Previdenciário incide somente sobre as aposentadorias dos trabalhadores do regime geral.

03. O Fator Previdenciário faz com que os mais pobres que iniciam cedo no mercado de trabalho tenham que contribuir por mais tempo.

04. O Fator Previdenciário leva em conta a expectativa de vida das mulheres ao calcular a aposentadoria dos homens.

05. O Fator Previdenciário diminui muito as aposentadorias dos que completam o tempo de contribuição exigido e por motivo de emprego e/ou saúde debilitada não possuem mais a capacidade contributiva.

06. O Fator Previdenciário prejudica mais as mulheres, e as pessoas que aniversariam em dezembro.

07. O Fator Previdenciário pode fazer com que uma trabalhadora que se aposenta após 30 anos de contribuição receba menos do que as que se aposentam por idade com apenas 15 de contribuição.

08. O Fator Previdenciário já foi julgado inconstitucional por apresentar enorme complexidade.

09. O Fator Previdenciário induz as pessoas a se aposentarem enquanto trabalham, para somar as rendas, buscando depois a desposentadoria.

10. O Fator Previdenciário não mais estimula as pessoas a se aposentarem com idade adequada.

 
Jorge Moacyr em 16 de novembro de 2011 - quarta às 20:37

Penso que diante de uma proposta coerente todos trabalhadores poderão aceitar e fazer o sacrificio, mais uma vez (abrir mão de seu direito por lei), porém até aqui só tem aparecido propostas para deixar o trabalhador pior do que já está. Depois de tantos anos de trabalho, na hora de pensar em descansar tem que contribuir com os erros dos governantes e ministros que estão cada vez mais com os bolsos cheios de dinheiro e gastando o dinheiro do povo de modo articuloso para beneficios próprios. É duro conviver com esta imoralidade.

Penso ainda, que esta proposta seria a menos penosa para os trabalhadores que já completaram seu tempo de contribuição e estão aguardando, assim como eu, uma luz no fim do túnel para poder dar entrada no processo de aposentadoria e quem sabe receber seu primeiro salário de aposentado - Substituição do Fator Previdenciário pela Soma da Idade com o Tempo de Contribuição.
80M/85H = Fator 0,80
85M/90H = Fator 1,00
90M/95H = Fator 1,20

 
José Alves em 15 de novembro de 2011 - terça às 02:27

Já é hora de ser aprovado a mudança seja ela qual for , não dar e empurrar com a barriga como estar acontecendo, pos quanto mais dias se passa nós sofremos mais, vejam só se todos ao se aposentar fosse submetido a este regime, é cruel e imoral. SUGESTÃO, minha vamos almentar a nossa contribuição de 11% para 12% mais que seja resolvido isto

 
francisco em 14 de novembro de 2011 - segunda às 15:33

Srs. GOVERNANTES.
Até quando o Brasil vai suportar tanta "CORRUPÇÃO".
Esses "CORRUPTOS" desviam Milhões e Milhões dos "COFRES PÚBLICOS" e nada acontecem com Eles.
Srs. GOVERNANTES.
Cada ano, a "CORRUPÇÃO ROUBA" a exorbitante quantia de 85 Bilhões de Reais.
Esse montante seria Suficiente para Resolver os "Principais Problemas do País".
Sera que esses "CORRUPTOS" estão devolvendo esse Dinheiro que Arrancaram dos "COFRES PÚBLICOS". Dinheiro que não é Deles.
Srs. GOVERNANTES.
Então porque os "POBRES" Trabalhadores, Aposentados e Pensionistas, tem que ser "PENALIZADO" com esse "MALDITO FATOR PREVIDENCIÁRIO".
O "FAMIGERADO FATOR PREVIDENCIÁRIO" é "INCONSTITUCIONAL.
É com "INDIGNAÇÃO" que escrevo esse Comentário.
É uma falta de Respeito com o "Cidadão Brasileiro e Contribuinte desse País.



 
Silva em 13 de novembro de 2011 - domingo às 19:32

eu estou desesperada, trabalhei na agricultura des de criança,sabe como é pessoas umildes sedo as crianças ja tem que tira mato no pé da planta, plantá a rama da mandioca e muitos outros trabalhos na lavoura depois fui trabalha duro na cidade pagando imposto pra governo, hoje ganho 2,300. reias dei entrada na aposentadoria depois de 33 anos de contribuição os representades do NSS não tem a vergonha na cara de me apresenta um boleto de pagamento no favor de pouco mais que o salario minimo. O governo não tem vergonha de posibilitá a compra da casa propria, só a minha prestação é 528,00 eu me aposentado vou viver deque? o governo e pulitico não tem vergona na cara para retirar este fator de uma vez . Quando eles criam proventos de todas as formas que muitas nem a conhecemos. chega de tantas descupas, e promessas, o ano que vem estes corruptos ja estão se preparando para por a cara e menti na televisão vc não se sente envergonhados, quando isso vai acaba!

 
Bertina em 11 de novembro de 2011 - sexta às 08:55

pessoal o minimo que esse governo deve fazer é um fator 80/90 pelo tempo que vem se arrastando essa sacanagem com o povo brasileiro.

 
marco antonio em 10 de novembro de 2011 - quinta às 21:45

Envegonho-me como brasileiro ter um governo e representantes congressistas (com rarissimas exceções), que NÃO RESPEITAM E NÃO CONHECEM O SOFRIMENTO DO APOSENTADO (OU DOS QUE ESTÃO PRESTES A SE APOSENTAREM) E QUE SÃO ATORMENTADOS PELO FANTASMA DESTE CRIMINOSO FATOR PREVIDÊNCIÁRIO.

PARA A CORRUPÇÃO TEM DINHEIRO...
PARA ESTÁDIOS (ELEFANTES BRNCOS) TEM DINHEIRO..
PARA SUBSIDIAR EMPRESÁRIOS BILIONÁRIOS, TEM DINHEIRO..
PARA OS PREVILÉGIOS DOS POLITICOS,MINISTROS,PRESIDENTE E APADRINHADOS, TEM DINHEIRO...

VOU PARAR POR AQUI PORQUE SINTO-ME ENOJADO COM TUDO ÍSSO!

ALIÁS, E O LULA HEIN? ORIUNDO DA CLASSE OPERÁRIA, COMPORTOU-SE COMO UM TRAIDOR INSENSÍVEL AO DAR O "MAJESTOSO" VETO AO FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO.

A JUSTIÇA DE DEUS NÃO FALHA, ELA ESTÁ ACIMA DE TODAS ESTAS CANALHICES.

 
carlos garcia em 10 de novembro de 2011 - quinta às 18:57

Não consigo entender porquen os meios de comunicações Jornais; Televisão; não comentam o problema de milhões de brasileiros: O fim do fator previdenciário.
O Globo Reporter poderia fazer uma reportagem a este respeito. Não entendo porque tanta omissão.
Parece que o problema é sómente nosso, não deve dar IBOPE. Estou sempre atenta aos jornais e telejornais e não vejo ninguem se interessar por este assunto.

 
Dirce em 09 de novembro de 2011 - quarta às 18:59

Na sua opinião,
O atual Fator Previdenciário deveria ser revisto?
Qual seria a melhor alternativa ao Fator Previdenciário?

 
Jorge em 09 de novembro de 2011 - quarta às 18:11

SUGESTÕES DE ALTERNATIVAS AO FATOR PREVIDENCIÁRIO.

ALTERNATIVA A)
Substituição do Fator Previdenciário pelo *Fator Incentivo.
*facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.

ALTERNATIVA B)
Substituição do Fator Previdenciário pela Soma da Idade com o Tempo de Contribuição:
80M/85H = Fator 0,80
85M/90H = Fator 1,00
90M/95H = Fator 1,20

 
Jorge Moacyr em 09 de novembro de 2011 - quarta às 18:09

Paulo Paim o senhor quando se aposentar terá o fator previdenciario?
Ou vai honrar sua promessa de campanha e acabar com ele.
Já estamos em novembro, as férias vem ai, vamos esperar mais um ano?
Chega não aguentamos mais.

 
Mel. em 09 de novembro de 2011 - quarta às 11:00



Em Campanha Para Reileição O Senador "pai dos aposentados" usou o tema
FIM DO FATOR PREVIDENCIARIO. aguardamos o cumprimento das promessas de campanha , e fechamento do hospital sirio libanês

 
Rodrigo em 08 de novembro de 2011 - terça às 06:34

por favor politicos sindicalistas saibam que tambem vao envelhecer e no brasil a saude e deficiente votem logo acabem com o maldito fator previdenciario

 
leila da silva domingos em 07 de novembro de 2011 - segunda às 11:58

Na sua opinião,
Qual a melhor alternativa ao Fator Previdenciário?

ALTERNATIVA A)
Substituição do Fator Previdenciário pela Soma da Idade com o Tempo de Contribuição.
80M/85H = Fator 0,80
85M/90H = Fator 1,00
90M/95H = Fator 1,20

ALTERNATIVA B)
Substituição do Fator Previdenciário pelo Fator Incentivo.
Fator Incentivo = facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.

OUTRAS ALTERNATIVAS)

 
Jorge Moacyr em 06 de novembro de 2011 - domingo às 14:27

sempre votei no lula so netalugico agora quero que ele mora esta eminha revolta ele e pior q; fhc mora lula pelos que queren se aposentar com direito seu safato traidor nucapensei que iria querer sua morte

 
atonio em 05 de novembro de 2011 - sábado às 22:04

é preciso que os nossos representantes (no congresso nacional) deputados e senadores, tenham um pouco mais de sensibilidade e chegue logo a um acordo
que sinalizem menos injustiça para todos os trabalhadores ao aposentar-se.
A formula 85/95, não é a ideal, mas torna um pouco mais dígna e o governo LULA no último mandato, mostrou-se favoravel.
Infelismente alguns deputados quiseram radicalisar e não negociaram com o governo,
deu no que deu, o Presidente vetou. Oito anos de luta foi tudo em vão,tudo voltou a estaca zero. O trabalhador perdeu aposentando mais cedo com saláriio menor, o governo perdeu com muitos trabalhadores aposentando mais sedo.

ESPERAMOS QUE AGORA A FORMULA 85/95, TENHA OUTRO RUMO E FINALMENTE COM BOM SENSO SEJA APROVADO
OS TRABALHADORES GANHAM MAIS, O GOVERNO LUCRA,
E O BRASIL CRESCE MAIS.

 
altair geraldo falquetto em 01 de novembro de 2011 - terça às 19:40

Também estou na espera do FIM DO FATOR.
Pena que esses governantes continuam no enrolamento.
Será que vai acontecer ainda esse ano algo concreto?

 
Amelia Fraga Milhomem em 30 de setembro de 2011 - sexta às 09:57

a tatica do governo é empurrar com a barriga para dezembro e assim, levar para 2012, e ganhar mais tempo, sabendo, que a lei aprovada não vigora no mesmo ano, em 2013 sera valida.

o governo pensa que somos idiota, e esse idiota do governo sempre leva alguma vantagem.

o fator 85 95 vai ser aprovado nestas condições.

tenho 37 anos de contribuição e 53 anos

estou aqui trabalhando e esperando, e tirando a vaga de quem quer trabalhar

boa sorte para nós

 
jose luiz em 29 de setembro de 2011 - quinta às 20:45

O meu esposo trabalhou desde aos quatorze anos de idade, e para surpresa dele nao vai ter direito a correcao dos atrasados. Tudo porque tem o fator previdencario. E uma injustica que faz ao trabalhador. Uns tera o direito outros nao. Entao e uma vergonha.......!!! O proprio presidente nao desfrutou disto, e uma PENA! Peco a Deus todo Poderoso e, se faz pelos Aposentados ,a JUSTICA. Acho que o presidente, nao tem televisao, nao sabe o que e dificuldade do ser humano. OS APOSENTADOS, pedem SOCORRO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 
jailda py em 28 de setembro de 2011 - quarta às 15:53

Não tem que esperar nem mais um dia - tem que acabar com esse fator

a aprovação do FATOR 80/90 ou 85/95 tem que ser URGENTE

e não para dezembro

 
luiz em 21 de setembro de 2011 - quarta às 08:00

ALTERNATIVAS AO FATOR PREVIDENCIÁRIO / SUGESTÕES.

SUBSTITUIÇÃO DO FATOR PREVIDENCIÁRIO PELA SOMA DA IDADE COM O TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO.
85/90 = Fator 1,00
90/95 = Fator 1,20

OU

SUSBTITUIÇÃO DO FATOR PREVIDENCIÁRIO PELO *FATOR INCENTIVO.
*facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.

 
Jorge Moacyr, Florianópolis. em 20 de setembro de 2011 - terça às 15:22

Trabalho desde meus 12 anos de idade, tive meu registro em carteira aos 19anos. tenho hoje 55 anos de idade e 36 de contribuição, nunca me afastei do trabalho, pago sobre o teto maximo, e por causa desta herança do SR. FHC, o inss me pago mensalmente C$ 2.260,00 para eu aposentar, essa quantia não da para eu e minha familia sobreviver , com isso tenho que continuar trabalhando mesmo contra minha minha vontade, pois ja dei minha parte para o país, e agora não posso descansar e paz.

 
jose guilherme em 19 de setembro de 2011 - segunda às 09:50

A proposta do Fator 85/95 conjugado com o Fator Previdenciário é razoável, mas o Fator Previdenciário é tão feio que os trabalhadores não o querem mais nem mesmo acompanhado de uma miss.

 
Jorge em 29 de agosto de 2011 - segunda às 21:26

Esse fator previdenciário é um absurdo , é uma forma de lesar o trabalhador que contribuí com a esperança de receber seu salário integral e na hora da aposentadoria e lesado vergonhosamente diminuindo pela metade o salário do trabalhador.

 
maria em 29 de agosto de 2011 - segunda às 17:18

Vamos lutar para conseguir 80/90, foi essa a proposta da força sindical. temos que nos unir, não é justo para quem inciou a trabalhar aos 15 anos de idade, deixando a juventude de lado, e , agora o governo naõ deixa a gente curtir a nossa aposentadoria.
Agora se a nossa expectativa de vida é tão longa assim, porque aos 50 anos não conseguimos empregos?

 
Cida Rossano em 25 de agosto de 2011 - quinta às 08:12

sou Brasileiro e amo este Pais, porque somos pessoas '' livres '' o que nos deixa desanimados , é a desigualdade . enquanto uns tem que ralar praticamente a vida inteira para conquistar algum direito alguns canalhas que são escolhidos pela população criam leis que visão prejudicar os direito daqueles que fazem o progresso desta nação, são estas pessoas que merecem dignidade de aposentar-se com jubilo mas a realidade é muito diferente, os que menos faz é que se aposentam bem nesse pais.

 
nelson em 23 de agosto de 2011 - terça às 20:13

SENHORES, MESMO QUE O FATOR 85/95 NÃO SEJA O IDEAL PRA O QUE MERECEM OS TRABALHADORES BRASILEIROS AINDA ASSIM É MUITO MELHOR DO QUE O ATUAL CRIMINOSO FATOR PREVIDENCIARIO. O QUE NÃO PODE É DEPOIS DE SE DAR UMA VIDA DE TRABALHO NA HORA DA APOSENTADORIA SE PERDE 40%, ISSO É SUBVERSÃO CONSTITUCIONAL.
VAMOS APROVAR PELO MENOS O FATOR 85/95.
POR QUE TANTA DEMORA ?
ESSA DEMORA É PRA FAZER O TRABALHADOR ESQUECER ?

 
juarez asiqueira em 21 de julho de 2011 - quinta às 15:45

poderia ser repassado este fator aos deputados e senadores, que se aposentam depois de dois mandatos ou seja, oito anos no minimo. muitos brasileiros como no meu caso começaram a trabalhar muito cedo, completo 35 anos de contribuição com 52 anos. se quiser aposentar com salario integral, tenho que trabalhar mais 13 anos ate completar 70 anos. ou perco quase a metade do salario. enquanto isso os politicos se aposentam integral e algumas cositas mais.

 
luiz lopes em 18 de maio de 2011 - quarta às 13:10

Comentários

 
 
 
 
 
 
 
Imóveis Apartamentos Veículos e Utilitários Importados Motos Diversos Telefones Empregos e Oportunidades