Acidentes matam três no Sul do Estado

Em Itaporã, além da vítima fatal, pelo menos cinco pessoas ficaram feridas em colisão entre carro e duas motos


Motociclista que carregava duas pessoas morreu na hora
(Foto: Escabora)
Motociclista que carregava duas pessoas morreu na hora
(Foto: Escabora)

DOURADOS – Duas pessoas morreram e pelo menos outras cinco ficaram feridas em dois acidentes registrados em municípios da região Sul do Estado. Em Itaporã duas motocicletas, cada uma ocupada com três pessoas, colidiram num veículo de passeio. Já em Maracaju, um Ford / Versailles bateu de frente com um ônibus, na rodovia MS-162.

Na tarde de domingo, um acidente ocorrido no cruzamento das ruas Antônio João Ribeiro e 10 de Dezembro, no município de Itaporã, envolvendo um VW/Gol de cor prata, com placas daquela cidade e duas motocicletas, sendo uma delas uma Honda/Titan 125, com placa de Douradina, causou a morte de um motociclista e deixou pelo menos cinco pessoas feridas, sendo duas com gravidade.

A Segunda motocicleta envolvida no acidente ainda não foi identificada pela polícia, porque logo após a colisão, tanto ela quanto o piloto ferido, foram retirados do local, por pessoas ainda não identificadas. A polícia investiga o caso.

Segundo informações de testemunhas, à polícia, as duas motocicletas, seguiam em alta velocidade e ao passar por um quebra-molas, localizado próximo a Câmara de Vereadores, acabou colidindo com o carro.

O jovem Paulo Roberto Gomes, de 23 anos, que pilotava uma das motocicletas morreu no local, antes da chegada da equipe de socorro, do Corpo de Bombeiros. A batida foi tão forte que a motocicleta partiu ao meio. A condutora do VW/Gol, a fisioterapeuta Hevellyn Gonela Rodrigues, sofreu apenas pequenas escoriações no rosto.

A vítima fatal, trazia outras duas pessoas na garupa da motocicleta, no momento do acidente. Maria Bela Ladeia Zanan, de 41 anos, sofreu traumatismo craniano e de tórax e está internada em estado gravíssimo no Hospital da Vida, de Dourados e corre risco de morte. Alexandre Monteiro, de 18 anos, que estava de carona na outra motocicleta, também está internado em estado grave.

Uma adolescente, de 15 anos, que estava na motocicleta junto com Maria, sofreu fratura nas duas pernas. Já Rodrigues Gomes, de 41 anos, que estava na motocicleta que foi removida do local, ficou ferido, mas sem gravidade. A Polícia Civil de Itaporã abriu inquérito para apurar as causas do acidente e os motivos que levaram o condutor e uma motocicleta serem retirados do local do acidente, antes da chegada da polícia e do Corpo de Bombeiros.

Américo morreu depois de bater de frente com ônibus
(Foto: Maracajuspeed)
Américo morreu depois de bater de frente com ônibus
(Foto: Maracajuspeed)
MARACAJU

Na noite de domingo, por volta das 23h30, na MS-162, rodovia que liga Maracaju a cidade de Sidrolândia, uma pessoa morreu após se envolver num acidente automobilístico.

A colisão frontal entre um Ford / Versailles, de cor Vermelha com placas de Igarapava-SP e um ônibus, com placas de Campo Grande, que presta serviço para uma usina, casou a morte de Américo Aparecido do Nascimento, de 33 anos. Ele conduzia o veículo de passeio.

Segundo informações do motorista do ônibus, Estevão Gomes, de 28 anos, ele se deslocava pela referida rodovia no sentido Sidrolândia/Maracaju com três ocupantes e a vítima vinha no sentido contrário, quando num dado momento avançou a pista contrária colidindo frontalmente com o ônibus.

A Polícia Militar foi solicitada, através do 190, para se deslocar ao local e auxiliar no fluxo de veículos na rodovia. Uma guarnição do Corpo de Bombeiro também foi avisada do acidente.

Chegando ao local os PMs e Bombeiros encontraram pedaços de ambos os veículos espalhados por mais de 200 metros ao longo da rodovia. Os socorristas nada puderam fazer por Américo que já encontrava morto em meio as ferragens. Os Bombeiros tiveram muita dificuldade para realizar a remoção do corpo da vítima, do meio das ferragens. O trabalho demorou aproximadamente meia hora.

Capotamento matou empresário de Nova Alvorada do Sul
(Foto: Cido Costa)
Capotamento matou empresário de Nova Alvorada do Sul
(Foto: Cido Costa)
NOVA ALVORADA

Ainda na noite de domingo, por volta das 19h, um capotamento matou o empresário do ramo da construção civil, Vandeir José Gonçalves, de 50 anos, também conhecido pelo apelido de “Vandinho”, residente no município de Nova Alvorada do Sul.

O acidente aconteceu no quilômetro 247 da rodovia federal BR-267, no trecho entre Nova Alvorada do Sul e o Distrito de Casa Verde. A vítima era empresário e tinha uma loja de material de construção naquele município.

Segundo informações da polícia, Vandeir conduzia uma caminhonete GM / Silverado, de cor prata, com placas de Nova Alvorada do Sul. Ele teria pegado a estrada sentido Casa Verde. Por motivos que ainda estão sendo investigados, ele perdeu o controle do veículo, saiu fora da pista, andou por 32 metros batendo em árvores à beira da estrada e capotou.

De acordo com o perito do Instituto de Criminalística de Mato Grosso do Sul, Everaldo Staudt, a vítima morreu na hora vítima de politraumatismo de tórax e craniano. O corpo foi retirado das ferragens pela Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Dourados. O delegado da Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul, Marcelo Branco, vai instaurar inquérito para apurar as causas da morte.


Comentários

 
 
 
 
 
 
 
Imóveis Apartamentos Veículos e Utilitários Importados Motos Diversos Telefones Empregos e Oportunidades