28/12/2011 17h02 - Atualizado em 28/12/2011 17h02

Dourados agora

 

Mauro Luiz Pizzini *

Que tal inventar uma lei punindo os pedestres de Dourados; é um absurdo o que está acontecendo: estudantes, trabalhadores, idosos, cadeirantes e carrinhos de bebê insistem em circular pelas calçadas, sem serem incomodados. Chega de abuso! Lugar de pedestre é no asfalto, calçada é lugar de carro!

É muito comum ver entidades e pessoas agradecendo - até em outdoor - políticos por fazerem algo que beneficie suas classes e a população. Quando entenderemos que eles são muito bem pagos e não fazem mais que obrigação?

A Câmara Municipal de Dourados deveria discutir a uniformização da cor dos táxis, para facilitar a vida das pessoas. Vão esperar a frota aumentar – dificultando a mudança - para tomar uma providência? Algum vereador se habilita?

Enquanto, cidades investem em qualidade de vida, Dourados insiste em contrariar essa tendência. Os canteiros centrais gramados impedem que a água da chuva escorra e provoque inundações (que já ocorrem no centro), mas aos poucos o que se vê, é a construção de estacionamentos nos canteiros centrais – priorizando os veículos. Por enquanto, o problema não é grave, por enquanto!

No período natalino, o policiamento “aumenta” no centro da cidade – criando um pouco de segurança, a qual, não há, durante o ano. Polícia, em Dourados, é igual Papai Noel (só aparece no natal).

Quer ajudar a acabar com o genocídio causado por motoristas embriagados? Acesse o site: www.naofoiacidente.org e participe do abaixo-assinado que será enviado ao Congresso Nacional.

Cabeleireiro (Essência da beleza, 34212353)


Comentários

 
 
 
 
 
 
 
Imóveis Apartamentos Veículos e Utilitários Importados Motos Diversos Telefones Empregos e Oportunidades