Dourados – MS sexta, 16 de novembro de 2018
Anuncie aqui
Anuncie aqui
MUNDO

Democratas e ativistas protestam contra política imigratória de Trump

18 Jun 2018 - 09h46
# Título ####Subtítulo Parlamentares democratas se uniram a manifestantes reunidos diante de centros de detenção de imigrantes nos Estados norte-americanos de Nova Jersey e Texas, no domingo, para realizar protestos no Dia dos Pais dos Estados Unidos contra a prática do governo Trump de separar crianças de seus pais na fronteira entre os EUA e o México. "Isto não deve ser o que somos como nação", disse o deputado Jerrold Nadler, um dos sete parlamentares de Nova York e Nova Jersey que se encontraram com cinco detidos dentro de um centro de Elizabeth, em Nova Jersey, entre eles três que afirmaram que familiares mais jovens foram retirados de seus cuidados depois que buscaram asilo na fronteira. Os acontecimentos coincidiram com reportagens focando as separações familiares que intensificaram a pressão política sobre a Casa Branca, até mesmo por parte de alguns colegas republicanos do presidente norte-americano, Donald Trump. Na sexta-feira, autoridades norte-americanas disseram que quase duas mil crianças foram separadas de adultos na divisa entre meados de abril e o final de maio. Em maio, o secretário de Justiça dos EUA, Jeff Sessions, anunciou uma política de "tolerância zero" segundo a qual todas as pessoas apreendidas entrando no país ilegalmente, inclusive postulantes a asilo, serão acusadas criminalmente, o que geralmente faz com que as crianças sejam separadas de seus pais. Autoridades do governo defenderam a tática argumentando que ela é necessária para proteger a fronteira e insinuaram que ela desestimulará a imigração ilegal. Mas a política atraiu críticas de profissionais de saúde, líderes religiosos e ativistas pró-imigração, que alertam que algumas crianças podem sofrer traumas psicológicos duradouros. As crianças são mantidas em instalações do governo, entregues a cuidadores adultos ou transferidas temporariamente para lares adotivos. No domingo vários parlamentares democratas, como o senador Jeff Merkley, visitaram um Centro de Processamento da Patrulha de Fronteira de McAllen, no sul do Texas, para denunciar a diretriz, e o deputado Beto O’Rourke, que concorre ao senado texano, liderou uma passeata rumo a um centro de detenção temporária para crianças imigrantes montado perto de El Paso. Trump vem tentando culpar os democratas ao dizer que o apoio destes a um projeto de lei imigratória mais abrangente acabaria com as separações. A assessora da Casa Branca Kellyanne Conway disse no programa "Meet the Press", da NBC, no domingo: "Como mãe, como católica, como alguém que tem consciência ... vou dizer que ninguém gosta dessa política". "Você viu o presidente (dizendo) na câmera que ele quer que isso acabe", acrescentou. Uma porta-voz de Melania Trump disse à CNN no domingo que a primeira-dama dos EUA "odeia ver crianças separadas de suas famílias", e espera que os parlamentares de ambos os partidos concordem com a reforma da imigração.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Inep divulga gabaritos do Enem; resultado final sairá em janeiro
Enem 2018

Inep divulga gabaritos do Enem; resultado final sairá em janeiro

14/11/2018 11:00
Inep divulga gabaritos do Enem; resultado final sairá em janeiro
Grande caravana completa um mês rumo aos EUA enfrentando obstáculos
Crise Migratória

Grande caravana completa um mês rumo aos EUA enfrentando obstáculos

14/11/2018 08:20
Grande caravana completa um mês rumo aos EUA enfrentando obstáculos
Número de mortes por incêndio florestal sobe para 31 na Califórnia
Incêndio na California

Número de mortes por incêndio florestal sobe para 31 na Califórnia

12/11/2018 09:56
Número de mortes por incêndio florestal sobe para 31 na Califórnia
Nascem na África do Sul primeiros leões concebidos por inseminação artificial
Natureza

Nascem na África do Sul primeiros leões concebidos por inseminação artificial

10/11/2018 09:02
Nascem na África do Sul primeiros leões concebidos por inseminação artificial
Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI nas escolas
diversidade

Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI nas escolas

09/11/2018 16:30
Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI nas escolas
Últimas Notícias