Pensamento em Ação

19/04/2017 16h51

Na manhã do dia 21 de abril de 1951, quando colocou em circulação no município de Dourados o jornal que batizou com o mesmo nome do informativo que o pai dele, José dos Passos Rangel Torres, havia fundado décadas atrás na cidade de Ponta Porã, o progressista e arrojado Weimar Gonçalves Torres já sabia que o veículo de comunicação que estava nascendo naquela data teria bases sólidas. Essa marca estava patente no slogan do próprio jornal: Pensamento e ação por uma vida melhor. Assim tem sido ao longo desses 67 anos de circulação ininterrupta, sempre colocando não apenas o pensamento em ação, mas, sobretudo, a ética, a verdade, a imparcialidade e o respeito a cada um dos leitores, assinantes, anunciantes e coloboradores que ajudaram O PROGRESSO a escrever sua própria história. Este matutino ingressa amanhã, dia 21 de abril – data em que o Brasil presta suas homenagens a Joaquim José da Silva Xavier, o mártir da Inconfidência Mineira e principal símbolo da proclamação da República Federativa do Brasil – no 67º ano de circulação, atingindo uma marca conquistada por poucos jornais no país.

Com uma composição feita inicialmente letra a letra, O PROGRESSO acompanhou e se consolidou na forma romântica e verdadeira como seu fundador Weimar Gonçalves Torres fazia jornal e jornalismo, sem, contudo, deixar de acompanhar a evolução do mercado editorial, passando para o linotipo, que era a composição em chumbo, chegando ao nyloprint até evoluir para o sistema de impressão em off-set com páginas coloridas e, mais adiante, passando a ser impresso em modernas rotativas, sempre com seu parque gráfico próprio. Ao longo desses 67 anos, O PROGRESSO passou por um processo de profissionalização tanto administrativa como operacional, mas manteve a linha editorial formatada pelo seu fundador Weimar Gonçalves Torres e preservada pela sua diretora Adiles do Amaral Torres. O protagonismo na imprensa do antigo Mato Grosso e atual Mato Grosso do Sul poder ser avaliado pela data de fundação dos dois principais jornais com circulação ininterrupta no Estado: O PROGRESSO foi fundado em 21 de abril de 1951 e o Correio do Estado em 7 de fevereiro de 1954, o que confere a este matutino o título de jornal mais tradicional do Estado.

Compromisso do jornal é com os seus assinantes, leitores e anunciantes na luta por um MS melhor

O fato é que ao fazer circular em Dourados, numa manhã de sábado, em 21 de abril de 1951, a primeira edição do jornal O PROGRESSO, o advogado Weimar Gonçalves Torres já sabia que seu matutino seria um jornal que atravessaria gerações, mesmo porque, junto com a edição número um, o visionário Weimar Torres realizava o sonho de menino, que era de um dia voltar a imprimir, tipo por tipo, o jornal que fora criado em 1920, em Ponta Porã, pelo pai dele, o também advogado José dos Passos Rangel Torres. O compromisso de fazer jornal com ética, com respeito, com responsabilidade e com verdade, que fez com que O PROGRESSO chegasse onde chegou, a ponto de ingressar amanhã na 67º ano de circulação ininterrupta. Essa trajetória não teria sido coroada de sucesso se não fosse pelo incentivo de leitores e assinantes, anunciantes e colaboradores deste matutino, de forma que o ingresso no 67º ano de circulação ininterrupta deve ser acompanhado por muitos agradecimentos, mesmo porque grande parte da sociedade douradense e sul-mato-grossense identificam O PROGRESSO como seu porta-voz na defesa dos direitos difusos e homogêneos.

Os leitores reconhecem a importância deste matutino não apenas para a Grande Dourados, mas, também, para todo Mato Grosso do Sul, com a missão de fazer um jornal cada vez melhor, renascendo a cada nova edição. O PROGRESSO sempre manteve firme o propósito de vender espaço comercial, mas não barganhar sua linha editorial, ou seja, a obrigação de tratar a notícia com ética, imparcialidade, verdade, transparência e responsabilidade é uma prerrogativa deste veículo, que há 67 anos goza do prestígio, do respeito e da preferência dos milhares de leitores, assinantes e anunciantes. O jornal se renova a cada dia, com o objetivo de proporcionar uma cobertura jornalística capaz não apenas de manter informada toda uma sociedade, mas, sobretudo, de denunciar qualquer desmando que possa violar direitos, prejudicar minorias ou favorecer interesses de grupos. Ao ingressar no ano 67 de circulação, O PROGRESSO reafirma o compromisso de seguir fazendo jornalismo da única forma que sabe fazer, com respeito ao leitor, ao assinante, ao anunciante e a todos aqueles que confiam neste matutino.