Seminário esclarece critérios para a poda de árvores em Dourados

Dourados - 18/10/2017 17h22

 
Profissionais ligados à área de paisagismo e jardinagem participaram de seminário, no auditório da prefeitura  (Foto: A.Frota) Profissionais ligados à área de paisagismo e jardinagem participaram de seminário, no auditório da prefeitura (Foto: A.Frota)

Com o tema ‘Segurança e Arborização’, técnicos do Imam (Instituto de Meio Ambiente de Dourados) se reuniram, na manhã desta quarta-feira (18), com as equipes da Semsur (Secretaria municipal de Serviços Urbanos) e da Energisa, em evento organizado pela concessionária de energia elétrica no Município, para debater aspectos da legislação no que diz respeito à atuação junto aos espaços verdes.

O evento, como definiu o diretor-presidente do Imam, arquiteto Fábio Luís da Silva, objetivou ampliar as informações com relação aos aspectos da Lei 3959/2015, que trata do manejo da arborização urbana. O biólogo Guilherme Dalponte, da Energisa, considerou as explanações importantes para que os profissionais que atuam nessa área possam ficar sintonizados com a legislação referente ao meio ambiente urbano, segurança e técnicas quanto ao procedimento em podas, por exemplo.

"O corte de árvore é, sempre, uma exceção", afirmou o diretor do Departamento de Fiscalização do Imam, Marcos Antônio de Brito, um dos palestrantes do seminário, ao anunciar que o Instituto está desenvolvendo um programa de monitoramento capaz de auxiliar aos profissionais e aos próprios segmentos, residenciais e comerciais, que tenham demandas relacionadas com a questão de podas. "Árvores em situação de causar danos e riscos à população, ou que estejam impedindo edificações novas, têm um tratamento diferenciado, e, em todos os casos, passíveis de compensação", acrescentou.

Um bom número de profissionais que atuam na área de poda de árvores e jardinagem participou do seminário, realizado no auditório do CAM (o Centro Administrativo Municipal), e pode captar as novas orientações. Estabelecido na área há 17 anos, Eleodoro Cardoso disse que nunca teve problemas com a lei na atividade. Ele atua em podas reparadoras e disse que ainda não precisou sacrificar nenhuma espécie. "Sempre tomei muito cuidado", afirmou.

O Imam disponibiliza o número de telefone 3428 4970 para as pessoas que tiverem algum tipo de questionamento, ou dúvidas, com relação à poda de árvores e a Energisa possui um canal onde o consumidor pode informar a necessidade de poda ou corte da árvore que estiver causando problemas. Basta acessar o endereço eletrônico

http://agenciaweb.energisa.com.br:8088/AgenciaWeb/autenticar/loginCliente.do e solicitar o serviço. O diretor do Imam, Fábio Luís, voltou a reiterar, ao encerrar o evento, que qualquer necessidade de corte de árvores precisa ser protocolado na Central do Cidadão. "Todo corte de árvores nas áreas interna ou externa das residências precisa de autorização junto à Central do Cidadão que encaminhará à Semsur ou ao Imam", explica, lembrando que a poda não necessita de autorização, mas precisa seguir critérios protocolares e obedecer aos princípios da Lei 3959.