Reme inicia aulas dia 13 com 2 Ceims em tempo integral

Ciente de que o déficit de vagas na educação infantil chega a 3 mil, secretária diz que fará o possível para integrar os alunos nas unidades educacionais; matrículas estão abertas

Por: Flávio Verão - 10/01/2017 17h39

Secretária Aurey Milan diz que a educação fará parceria com as universidades locais. (Foto: Hedio Fazan)
Secretária Aurey Milan diz que a educação fará parceria com as universidades locais. (Foto: Hedio Fazan)

Foi confirmado para 13 de fevereiro, uma segunda-feira, o retorno dos estudantes às aulas nos Centros de Educação Infantil (Ceims) e escolas da Rede Municipal de Ensino (Reme). As matrículas estão abertas e podem ser feitas pelo site da prefeitura de Dourados. Este ano, dois Ceims passam a atender em período integral e a meta da administração é ampliar gradativamente esta modalidade.

A secretária de educação Audrey da Silva Milan Conti diz que os desafios pela frente são grandes, mas que projetos apresentados durante campanha da prefeita Délia Razuk serão colocados em prática, gradativamente. "Neste primeiro momento estamos nos inteirando sobre a secretaria, no sentido de obter mais informações técnicas sobre cada setor. Feito isso, que seria uma espécie de raio-X, teremos mais condições de seguir com os trabalhos", disse a secretária.

Por conta da transição da administração municipal, o kit escolar neste ano será básico (cadernos, lápis, canetas, entre outros), sem materiais complementares como mochila e tênis. O pedido para compra dos materiais ainda terá que ser feito para entregar a tempo aos estudantes.

Profissional na área de educação pública e privada há 32 anos, Audrey Milan é graduada em Pedagogia, Direito e Administração Rural. Ela está finalizando um projeto onde constam objetivos e metas para a educação municipal. Uma das novidades será a parceria com as universidades. "Esse projeto consiste em trazer as universidades para as escolas com o objetivo de fortalecer a educação cada vez mais, do ensino infantil ao fundamental", explicou. "Queremos dar um salto na educação básica", reiterou animada.

Um dos desafios da Secretaria, no momento, é o de definir o referencial curricular. "Ainda não temos e precisamos resolver este impasse, pois já estamos sendo cobrados pelos educadores", disse Audrey Milan. Ciente de que o déficit de vagas na educação infantil chega a 3 mil, a secretária diz que fará o possível para integrar os alunos nas unidades educacionais.

A partir deste ano, os Ceims dos bairros Jockei Clube e do Estrela Verá, localizados na mesma região, passam a funcionar em período integral.

Na gestão passada, todas as unidades passaram a receber os alunos em apenas um turno. "Queremos retomar o período integral, porém de forma gradativa", anunciou a secretária.

A partir deste ano, as escolas vão contar com profissionais das áreas da psicologia e da assistência social. Um projeto está sendo elaborado para definir as atuações de trabalho. Em parceria com outras secretarias, como Esportes, Assistência Social, Meio Ambiente, Audrey Milan quer também desenvolver projetos no decorrer do ano para fortalecer a Educação.