Ministro abre colheita da soja em MS

A expectativa é colher 7,79 milhões de toneladas na safra 2016/2017

11/01/2017 08h27

Brasil poderá registrar em 2017 a maior safra da história. (Foto: Divulgação) Brasil poderá registrar em 2017 a maior safra da história. (Foto: Divulgação)

Um dos principais polos produtores de grãos do País, Mato Grosso do Sul sediará no próximo dia 26, em Ponta Porã, o lançamento nacional da colheita de soja, com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento, Blairo Maggi, e da governadora em exercício Rose Modesto. O evento será realizado na Agropastoril Jotapasso, que cultiva 27,5 mil hectares de soja no município fronteiriço, segundo maior produtor da oleaginosa do Estado, e em Rondonópolis (MT).

O Brasil poderá registrar em 2017 a maior safra de sua história: 213,7 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. As previsões, se confirmadas, indicam que este ano a safra poderá ser 16,1% superior ao total do ano passado: 184 milhões de toneladas – uma queda de 12,2% em relação ao recorde de 2015 (209,7 milhões). Os dados fazem parte do terceiro prognóstico para a safra deste ano e constam do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de dezembro, divulgado nesta te4rça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na última safra, Mato Grosso do Sul produziu 7,60 milhões de toneladas de soja, em uma área de 2,46 milhões de hectares, com expectativa de colher 7,79 milhões de toneladas na safra 2016/2017, conforme previsão da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), o que representaria um crescimento de 2,44%. Se esse número se confirmar, Mato Grosso do Sul terá produção historicamente recorde. A secretaria estadual de Produção e Agricultura Familiar estima um acréscimo maior, próximo de 3%.