Má conduta gera 8.517 acidentes em MS

De um total de 6.824 vítimas fatais ou não, 4.135 são motociclistas

10/01/2017 10h15

De um total de 6.824 vítimas fatais ou não, 4.135 são motociclistas. (Foto: Divulgação) De um total de 6.824 vítimas fatais ou não, 4.135 são motociclistas. (Foto: Divulgação)

Diariamente ocorrem inúmeros acidentes de trânsito no mundo todo, resultando em muitos prejuízos físicos e materiais. Conforme dados do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito (BPTran), em Campo Grande, durante todo o ano passado, foram registrados 8.517 acidentes, destes, 4.579 envolviam motociclistas.

O número fica mais assustador quando analisado o número de acidentados no trânsito da Capital. De um total de 6.824 vítimas fatais ou não, 4.135 são motociclistas e 715 são garupas, o que equivaleria ao primeiro e terceiro lugar, respectivamente, em um ranking de vítimas de acidentes de trânsito.

Segundo o examinador de trânsito do Detran-MS, Silvio Portes, as principais condutas erradas dos motociclistas são: utilizar telefone celular encaixado no capacete, pilotar com apenas uma das mãos no guidão, fumar durante a direção, transitar com a viseira aberta e/ou com a jugular aberta/frouxa, não fazer o uso adequado da seta, andar entre os veículos, realização de manobras perigosas, não utilizar vestimentas adequadas, não manter uma distância de segurança de outro veículo e utilizar pneu em mau estado de conservação.