Limitado transporte de criança em moto

Código de Trânsito Brasileiro prevê multa e o piloto ainda perde sete pontos na carteira de habilitação

 
Criança maior de 7 anos com capacete por ir na garupa de motocicleta
(Foto: Hedio Fazan) Criança maior de 7 anos com capacete por ir na garupa de motocicleta
(Foto: Hedio Fazan)
Flávio Verão

DOURADOS – Transportar crianças na garupa é permitido pelo Código de Trânsito Brasileiro, desde que tenham idade superior a sete anos. Essa regra, no entanto, dificilmente é cumprida pelos pais que trafegam pelo centro e bairro da cidade sem a devida preocupação do risco de serem autuados e de colocar em risco a vida dos filhos. A Lei do Código de Trânsito é clara e diz que "a desobediência a esse artigo (244, item 5) é infração gravíssima. Implica multa de R$ 191,54, mais sete pontos na carteira e suspensão do direito de dirigir."

O diretor operacional da Guarda Municipal de Dourados, Jonecir Ferreira, diz que esse tipo de infração é comum principalmente nos bairros. “Quando as equipes de trânsito da Guarda percorrem as vilas sempre encontram algum caso relacionado ao transporte irregular de crianças em motos”, confirma. Segundo ele, a Guarda ainda não fez blitz educativas nesse sentido, dessa forma, detectado a irregularidade, o condutor da moto é autuado. Ferreira alerta para os pais sempre carregarem um documento da criança para não restar dúvida quanto à idade do garupa.

Embora a motocicleta tenha se tornado um dos meios de transportes mais populares do país, o aumento da frota tem preocupado as autoridades de trânsito. As próprias estatísticas do Departamento de Trânsito de Dourados (Detran) apontam que a maioria das mortes nas ruas da cidade ocorrem com motociclistas.

Para Ferreira, condições de segurança do garupa na moto significa pés apoiados na pedaleira e firmeza nas mãos e braços. Nesse ponto, ele alerta sobre as irregularidades que os adultos cometem ao transportar crianças no meio, o chamado “sanduíche”, ou de colocar o menor na frente do condutor da moto. “Isso é proibido e se detectado haverá autuação”, pontua o diretor operacional da GM. Ele ainda lembra que todo o garupa deve estar com capacete e com refletor. No caso de crianças, deve estar ajustado ao tamanho da cabeça.

EDUCAÇÃO

Todos os anos equipe da Guarda Municipal juntamente ao setor de Transporte e Trânsito da Prefeitura realizam nas escolas ações educativas sobre o trânsito. A ideia é formar crianças conscientes e que respeitem as leis do Código de Trânsito Brasileiro.

Não há nada no código de trânsito que diga que a criança deve ir na parte detrás da moto,está omisso(em Portugal).Eu tenho uma scooter T-MAX 500 e o meu filho de 7 anos anda sempre à frente, sentado no meu banco,amparado pelas minhas pernas,e protegido pelo para-brisas.Sinto que o levo mais seguro aí.Çlaro que na outra moto que tenho,uma Ducati 1198SP,nunca o levo à frente nem...atrás!É tudo uma questão de bom senso!

 
Afonso Fonseca em 13 de março de 2011 - domingo às 11:40

Comentários

 



 
 
 
 
 
 
Imóveis Apartamentos Veículos e Utilitários Importados Motos Diversos Telefones Empregos e Oportunidades