Dourados conta com motos para acelerar em até 30% os atendimento do SAMU

Elas vão contribuir para o projeto Start, uma força-tarefa que pretende promover atendimento de emergência em até 3 minutos

Por: Vinicios Araújo - 19/10/2017 09h18

(Foto: Divulgação) (Foto: Divulgação)

Com o crescimento da maior cidade do interior do Estado, Dourados passa a ter um reforço nos atendimento de emergência do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), que além de atuar com as ambulâncias também passará a utilizar motocicletas.

As 'motolâncias', como são chamadas pelos profissionais, deve reduzir pelo menos 30% do tempo dos atendimentos de pronto-socorro. Equipadas com todos os materiais necessários para urgências, os veículos estão atuando na cidade há três anos, porém, somente a partir de agora conseguiu aderir a todos os critérios de habilitação para efetivar o apoio às solicitações.

Coordenador geral do Samu na Grande Dourados, Jony Alisson Bispo, em entrevista ao O PROGRESSO. (Foto: Vinicios Araújo) Coordenador geral do Samu na Grande Dourados, Jony Alisson Bispo, em entrevista ao O PROGRESSO. (Foto: Vinicios Araújo)

Segundo o coordenador geral do Samu na Grande Dourados, Jony Alisson Bispo, o objetivo das motocicletas é chegar nos locais solicitados em menor tempo possível. A expectativa é que através delas, o suporte médico chegue aos destinos em menos de três minutos.

Elas são equipadas com sistema de sirenes e levam ao atendimento desde medicação até aparelho defibrilador — aparelho utilizado em casos de fibrilação cardiáca através de choques elétricos. Até equipamento de imobilização para o caso de fraturas, as motolâncias carregam.

Jony contou em entrevista ao O PROGRESSO que a adesão das motocicletas vai contribuir para um projeto lançado pelo Samu de Dourados, o Start. Segundo o coordenador, a força-tarefa visa se adequar à demanda de Dourados. Ele afirmou que com o crescimento da cidade, tornou-se necessário o ajustamento da prestação dos serviço.

O Start mobiliza viaturas nos principais pontos de fluxo da cidade, onde entre o intervalo das 16h às 18h, ambulâncias ficam de prontidão na região do Parque do Lago e shopping. Além de estar nas áreas leste e oeste, a região central abriga as viaturas da guarnição.

Ele disse que o projeto também tem como objetivo promover uma capacitação aos profissionais para acidentes de grande escala, como os que envolvem ônibus, acidentes aéreos e outros.