Dourados – MS quarta, 15 de agosto de 2018
Empreendedorismo

UFGD vai oferecer consultoria para Economia Solidária

07 Ago 2018 - 08h40Por Flávio Verão
UFGD vai oferecer consultoria para Economia Solidária -

Quatro projetos desenvolvidos em Dourados e um em Itaporã, que adotam os princípios da Economia Solidária, foram selecionados por meio de edital para participarem da Incubadora de Tecnologias Sociais e Solidárias (ITESS), vinculado à Coordenadoria de Extensão da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Assinatura de convênio foi realizado na manhã de ontem.

Todos os projetos receberão durante 18 meses, podendo ser prorrogados por igual período, uma série de ações, como cursos, com o objetivo de melhorar cada vez mais os empreendimentos. Foram selecionados o Clube de Mães do bairro Parque das Nações II, o Banco Pire da Vila São Braz, Pire produtos de Limpeza do Parque dos Coqueiros, Central de Comercialização de Economia Solidária, e Pereira Alves e Alves, agroindústria de doces, localizada na gleba Santa Terezinha, em Itaporã.

O chefe de seção da Incubadora da UFGD, Ijean Gomes Riedo, diz que a partir de agora equipe da universidade vai se reunir os participantes dos empreendimentos para ouvir quais são as principais demandas. Criada em 2006, a incubadora dá suporte técnico e administrativo ao desenvolvimento de ações no município, objetivando geração de trabalho e renda, troca de saberes e ampliação das noções de empreendimento e cidadania. 

A Incubadora lida com produção inclusiva, pautada nos princípios da autogestão, colaborando para a inclusão de pequenos produtores no mercado de trabalho, fortalecendo o empoderamento de comunidades rurais e ainda oferecendo formação para uma nova ocupação ou qualificação para ocupações já antigas. Com o convênio, vai oferecer através do corpo de professores e estudantes, cursos como técnicas de venda, inovação de produtos, gestão de negócios, entre outras, com o objetivo de agregar mais eficiência e gestão nos empreendimentos.

Presente na assinatura de contratos, a reitora Liane Calarge, da UFGD, disse que a universidade, como espaço de aprendizado, vai auxiliar na aprimoração de técnicas para os empreendimentos. "Que esse nosso relacionamento cresça e seja produtivo", disse no evento

Neide Castilho é uma das coordenadoras da Central de Comercialização de Economia Solidária. Formada por 40 pessoas, a Central tem um espaço em Dourados onde é comercializado produtos de artesanato, confecção, alimentos embalados. "Precisamos de apoio para crescermos e essa consultoria da UFGD vai nos ajudar bastante", afirma.

Quem também vê com muita expectativa o início dos trabalhos é Maria Alves Costa, que tem Marlucia como sócia e possui seis pessoas da família na pequena agroindústria de doces em Itaporã. Eles produzem goiabada cascão e geleia de goiabada misturada com vários outros ingredientes, além de sucos. "Queremos melhorar nossa produção e comercialização e a UFGD vai muito nos apoiar", disse esperançosa. Os produtos são vendidos em feiras.

A empreendedora Andreia de Almeida também participa da Central de Comercialização de Economia Solidária, além de participar de um grupo de agricultores familiares. Ela será uma das multiplicadores de todo o aprendizado que receberá da UFGD. "Vamos receber muitos conhecimentos e com isso poderemos desenvolver nossos negócios", avalia.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Menor Aprendiz

Mais de cem empresas são notificadas por descumprirem cota de aprendizagem

14/08/2018 14:19
Em assembleia, professores aprovam greve a partir de sexta
Greve dos Professores

Em assembleia, professores aprovam greve a partir de sexta

14/08/2018 11:45
Em assembleia, professores aprovam greve a partir de sexta
6 em cada 10 crianças e adolescentes brasileiros vivem na pobreza
Brasil

6 em cada 10 crianças e adolescentes brasileiros vivem na pobreza

14/08/2018 10:30
6 em cada 10 crianças e adolescentes brasileiros vivem na pobreza
Professores da rede municipal de Dourados podem entrar em greve a partir de 6ª feira
Educação

Professores da rede municipal de Dourados podem entrar em greve a partir de 6ª feira

14/08/2018 09:10
Professores da rede municipal de Dourados podem entrar em greve a partir de 6ª feira
MS terá algumas chuvas nas regiões sul, oeste e centro com aumento da temperatura, prevê o Cemtec
Clima

MS terá algumas chuvas nas regiões sul, oeste e centro com aumento da temperatura, prevê o Cemtec

13/08/2018 17:56
MS terá algumas chuvas nas regiões sul, oeste e centro com aumento da temperatura, prevê o Cemtec
Últimas Notícias