Que água estamos bebendo?

Por: Cícero Faria - 21/11/2016 10h23

A União pode pagar multa de R$ 100 mil/dia por não realizar a análise da água que abastece Dourados. Liminar de janeiro de 2014 da Justiça Federal exigiu avaliação quinzenal, porque o uso de agrotóxico nas lavouras estava contaminando o rio Dourado e fontes subterrâneas. O problema é que, desde então, o laboratório indicado para fazer os testes, Instituto Evandro Chagas, não tem tecnologia para identificar os 27 tipos de produtos nocivos às pessoas. A deficiência nas análises foi identificada em março de 2014, mas só em 27 de outubro de 2016, que a Justiça Federal não reconheceu os embargos da União e determinando que seja definido novo laboratório capacitado para analisar a presença de agrotóxicos na água servida aos douradenses. A liminar que determina a análise da água segue valendo e o prazo para o governo federal informar a mudança de laboratório é de 10 dias, a partir da notificação. O mandado de intimação foi entregue ao governo do Estado, Ibama, Anvisa e à União no dia 16.

Homenagens

Ocorreu na noite de sexta feira a entrega do Prêmio MS Industrial de Jornalismo, no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande. Além da premiação em si, o evento foi criado para homenagear nomes importantes do jornalismo mato-grossense do sul e, em 2016, os escolhidos foram Arlindo Florentino, Silvio Andrade e Roberto Higa. E, in memorian, os jornalistas Michel Lorãn e Marcos Silvestre, da TV Morena, e o douradense César Cordeiro( O Progresso/ RIT TV), que faleceu esse ano aos 48 anos, vítima de um derrame (AVC). A sua filha Carol Cordeiro recebeu o troféu.

Levou

O repórter fotográfico douradense Ademir Almeida venceu o Prêmio MS Industrial de Jornalismo, na categoria Fotojornalismo na reportagem "Marta Campos Underwear mantém produtividade, enquanto mais de mil empresas fecharam as portas este ano em Mato Grosso do Sul", publicada no Douranews.

Premiação

A Câmara de Dourados entrega hoje às 18h, em sessão solene, o "Prêmio Marçal de Souza Tupã’y". Serão homenageadas a professora Renata Lourenço, a escritora Ruth Hellmann Claudino e a Faculdade Intercultural Indígena da UFGD. Na sessão serão entregues os prêmio de 2015 e 2016. O "Prêmio Marçal de Souza Tupã’Y" é conferido a pessoas que tenham se destacado na produção jornalística, artística, literária ou cientifica com  temas voltados à problemática indígena. É um dos principais prêmios voltados à valorização do trabalho em prol do índio no MS.

Antecipou

Às vésperas do fim do seu mandado, o prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito (Leleco) deixa a prefeitura, por motivo de saúde, e entregou o cargo para o vice Josmail Rodrigues, que vai encerrar o mandato em 31 de dezembro. Segundo o presidente da Câmara, Almir Trindade, Josmail assume hoje a cadeira. Já sobre o estado de saúde de Leleco passou por uma cirurgia no intestino. O vereador apenas informou que ele precisou se ausentar da cidade e não deve voltar neste mandato.

Antes que acabe

Um projeto de lei promete agitar Aquidauana. O dourado pode estar prestes de ser proibido de ser pescado para ser comido. Valeria só o pesque e solte. O vereador Wezer Lucarelli (PSDB) disse ter se baseado em uma lei já existente em Corumbá. A medida proposta, por um prazo de oito anos, visa à proteção do peixe, a fim de recuperar a espécie nos rios. O projeto foi lido na Câmara e encaminhado para as comissões internas. O projeto deve ser votado até o dia 15 de dezembro. Se aprovado e sancionado pelo prefeito, entra em vigor a em 1º de janeiro de 2017. 

BATE REBATE

O Ministério da Saúde acaba de liberar R$ 75 milhões para reforçar os atendimentos oferecidos pelo SUS em 49 hospitais universitários federais, em 23 Estados. Entre eles o HU/UFGD que receberá R$ 921 mil. 

Com a reintegração de posse da unidade 1 da UFGD, dada pela Justiça Federal de Dourados, acabou a invasão de manifestantes. Fim também dos churrasquinhos e dos banhos de piscina...

Os advogados do ex-presidente Lula e sua família protocolaram na sexta feira na Procuradoria Geral da República a prisão do juiz Sérgio Moro, por abuso de autoridade. Só rindo...

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) publicou artigo sábado na Folha de S. Paulo comentando sobre  "o striptease moral que os três poderes da República vivem hoje".

Um apostador de Dourados, ganhou R$ 2,1 milhões no concurso 4.236 da Quina, realizado na noite de sexta-feira. Os números sorteados foram 16, 25, 28, 30 e 68. 

INFORME CURURU

É bom irem se acostumando com esse calor. Pra onde vocês vão é bem pior