Nome ideal para um setor complicado
Por: Cícero Faria - 04/01/2017 09h54

A nomeação do Juscelino Cabral para o comando da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) traz novo alento. Isso porque ele é servidor de carreira da agencia do Detran/MS em Dourados e certamente dará uma resposta para esse setor, já que experiência é que não lhe falta. A Agetran responde, entre outras atribuições, pelo planejamento, organização, fiscalização e controle do sistema viário. E tudo isso não permite amadorismo. A mobilidade urbana vai além de pintar quebra-molas e instalar semáforos. Com uma frota ao redor de 130 mil veículos – sem contar os carros de fora, o ordenamento do transito em Dourados é um grande desafio.

Tem prefeito

Vem de Costa Rica, cidade com cerca de 20 mil habitantes, uma espécie de "contranotícia". Enquanto a maioria das prefeituras está com as contas no vermelho, com dificuldades para quitar o 13º do funcionalismo, o município da região do Bolsão não apenas fechará o ano no azul, como também conseguirá pagar até o 16º salário aos professores, noticiou o Correio do Estado. Outro dado também não é comum: em momento de descrença política, o prefeito local, Waldeli dos Santos Rosa PR), um empresário que se tornou político, tem aprovação de 92% dos moradores, segundo pesquisa do Ipems. Ontem o "Bom Dia MS", da TV Morena, também destacou a administração do Waldeli.

Mentirinha

O prefeito Hélio Peluffo (PSDB), de Ponta Porã reconheceu que "tivemos uma transição cordial com a equipe do ex-prefeito (Ludimar Novais/PR), porém, extremamente superficial e mentirosa. Os números que nos passaram não são verdadeiros. Nada, ou quase nada bate com o que nos passaram, exceção apenas da Educação e da Previdência".

Foi abaixo

Os vereadores de Paranhos  e o novo prefeito Dirceu Betonni (PSDB) derrubaram o muro entre a Câmara e a Prefeitura construído pelo antigo gestor Júlio César de Souza (PT).Segundo o vereador Paulo Rufino (PSDB), a Câmara é ligada ao pátio da prefeitura e o acesso foi sempre livre. "Quando o ex-prefeito assumiu o primeiro ato foi construir o muro", afirmou o tucano. O pátio da prefeitura havia se transformado em um cemitério de máquinas. Para Hélio Ramon Acosta (PSDB) presidente da Câmara, a derrubada do muro significa a união do Executivo e Legislativo.

Alívio

A lei que autoriza o governo de Mato Grosso do Sul  a formalizar aditivo ao contrato de refinanciamento de dívidas com a União foi sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja  na segunda-feira. A aprovação do projeto é uma das exigências para aderir ao prolongamento das dívidas por 20 anos. O Estado se beneficiava de um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal e deixou de pagar R$ 660 milhões para a União somente em 2016. Antes, o Estado pagava cerca de R$ 1,2 bilhão por ano com a dívida.

Saudades...

Apesar de terem sido empossados no domingo os 19 novos ( e antigos) vereadores, a página oficial da Câmara de Dourados ainda não foi atualizada até ontem. Ainda constam lá os vereadores que encerram o mandato em 31 de dezembro. Não conseguiram a reeleição sete vereadores, sendo a oitava não reeleita, Délia Razuk (PR) já que venceu à Prefeitura.

Agulha

Meninos na faixa etária de 12 a 13 anos já podem ser vacinados contra o HPV pelo SUS nos postos de vacinação do país. Até o ano passado, esta imunização era feita apenas em meninas. O Brasil é o 1º país da América do Sul e o 7º do mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos. A faixa-etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos os meninos com 9 anos até 13 anos.

BATE REBATE

As mulheres deram as cartas na eleição da mesa da Câmara de Bonito. Foram eleitas, Lúcia Miranda como presidente; Mirela Rigotti, vice; Luiza Lima, 1ª secretária; e Pedro do Rosário como 2º secretário.

O engenheiro civil e fatimassulense Dirceu Degutti assumiu a Secretaria de Obras da Prefeitura de Três Lagoas. Ele é servidor da Agesul.

O vereador Paulo Melo (PP) assumiu o cargo de prefeito interino como presidente da Câmara de Tacuru. O prefeito eleito Dr. Cláudio (PR) foi impedido de tomar posse pela Justiça Eleitoral.

O prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) previu que dentro de 120 dias 80% dos buracos da cidade estejam tapados. Esse é um problema sério também para a prefeita Délia Razuk (PR).

O policial rodoviário federal Ricardo Moon, que matou a tiros um empresário de Campo Grande, é brasileiro naturalizado há seis anos. Veio de Coréia do Sul registrado como Hyun Su Moon.

INFORME CURURU

Única boca que beijei nessa virada de ano foi a da latinha.