Mobilidade urbana já causa polêmica
Por: Cícero Faria - 20/12/2016 17h12

O arquiteto e urbanista douradense Luiz Carlos Ribeiro não concordou com a proposta feita aos vereadores pela futura prefeita Délia Razuk (PR) de reurbanização da avenida Marcelino Pires e da rua Hayel Bon Faker. Na sua avaliação "esta proposição traz consigo erros clássicos de mobilidade, como, por exemplo, ciclovia no canteiro central, estacionamento também no canteiro central a 45 graus e ônibus estacionando junto às calçadas laterais. Esse conjunto de soluções de há muito está superado em termos de urbanismo. Sistema de transporte coletivo tem que ter vias expressas e isso tem necessariamente que ser, aí sim no canteiro central, até porque os pontos de ônibus nas calçadas em frente ao comércio é coisa já superada".

Atraso

E prosseguiu o arquiteto: " Ciclovia ou ciclofaixa no canteiro central não funciona, que aliás nós conhecemos muito bem, vide o prolongamento da Marcelino Pires...Nunca funcionou, como nunca funcionou em lugar algum e estacionamento junto ao canteiro central a 45 graus é coisa de um passado distante, que as normas de mobilidade de há muito condena, dado que a manobra de entrar e sair deste tipo de estacionamento é inviável e muito perigoso. Nós já apresentamos um projeto de mobilidade que muda todo este conceito ultrapassado aqui apresentado".

Empurrando

A Câmara de Dourados fará mais uma sessão hoje, já que não conseguiu "limpar" a pauta na sexta feira. Um dos assuntos a serem deliberados está a criação de um parque ambiental para regularizar a área do córrego Laranja Doce, no BNH 3° Plano, que depende da aprovação dos vereadores. Quanto a renovação do contrato de concessão por 30 anos para a Sanesul continuar responsável pelo saneamento em Dourados, o presidente da Câmara, Idenor Machado (PSDB) disse que "a autorização legislativa não está na pauta e no meu entendimento não entrará na segunda-feira também. Este é um assunto que está sendo resolvido entre o Executivo municipal e o governo do Estado, para poder ser retomado".

Sogrona 

A vereadora Magali Picarelli é a sogra que todo mundo pediu a Deus. Ao contrário da fama ruim da mãe do esposo, no caso dela as noras devem ser só elogios. Magali garantiu emprego à atual e à ex-mulher do filho Picarelli Júnior, noticiou o Campo Grande News. E a família é exemplo de bom relacionamento. As duas trabalham na mesma empresa de cerimonial e parecem amigas em selfies, sempre cheias de sorrisos nas redes sociais. Uma dessas fotos, inclusive, faz parte do inquérito que as investiga como funcionárias ‘fantasmas’ da Câmara da Capital.

Perda

O jornalista, ex-vereador, ex-deputado estadual e ex-prefeito interino de Campo Grande, Valdir Cardoso morreu no sábado na Capital.  Ele passou por uma cirurgia no último dia cinco para corrigir dois aneurismas, mas ocorreram complicações e ele ficou em coma induzido, mas não resistiu. Valdir foi o meu primeiro chefe da Redação no extinto Diário da Serra, em Campo Grande. Grande profissional.

Que crise?

O promotor Luciano Conte instaurou inquérito para investigar se houve ilegalidade na criação de leis que aumentaram os salários do prefeito Ruiter Cunha (PSDB) do vice, secretários e dos vereadores de Corumbá. O reajuste entra em vigor no dia 1º de janeiro. Pela lei, a partir de janeiro o prefeito eleito de Corumbá será remunerado com R$ 32.500 mensais e o vice, receberá R$ 18.750. Os secretários municipais passam a ter o salário de R$ 12.500,00. E os vereadores, que hoje recebem em torno de R$ 10.000, vão receber R$ 12.500. A crise passou longe de lá.

BATE REBATE

A hidrelétrica de Itaipu, compartilhada por Paraguai e Brasil, alcançou aos dez primeiros minutos de sábado a produção de 98.800.319 milhões de megawatts-hora, superando a própria marca de produção anual de energia, e desbancou o recorde mundial obtidos pela usina de Três Gargantas, na China.

Na atual safra de soja já foram confirmados os quatro focos de ferrugem asiática em lavouras comerciais em Mato Grosso do Sul. O primeiro foi registrado em Amambai e outros três em Dourados.

A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) foi avaliada, pelo Ministério da Educação, com conceito final 4 para oferta de Educação a Distância (EaD). As notas, que variam de 1 a 5, são referentes à avaliação para recredenciamento, desenvolvida pelo Inep.

O ex-zelador do Edifício Solaris, no Guarujá (SP), onde está localizado o apartamento tríplex atribuído ao ex-presidente Lula disse ao juiz Sérgio Moro que "todos sabiam" que o imóvel era dele.

INFORME CURURU

Se está difícil para você, imagina para quem tirou o patrão no "amigo secreto" da empresa.