Bancada ruralista vai engrossar o caldo

Por: Cícero Faria - 12/01/2018 07h00

A decisão do presidente Michel Temer de vetar mais de 20 pontos do programa de renegociação das dívidas de produtores rurais, o chamado Refis do Funrural, gerou reações no Congresso. Mesmo em recesso, deputados da bancada ruralista prometem se mobilizar para aprovar o texto sem alterações. Para isso, precisam de maioria absoluta, tanto no Senado quanto na Câmara, para derrubar as mudanças feitas por Temer. O deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS) considerou que o novo texto sancionado pelo governo prejudica os produtores. "Tu tens um capital que tu deves e um tanto de dívida com o Funrural. Tinha a quantia que você tinha que pagar, correção monetária sob o capital, multa e a sucumbência. O que a Tereza negociou? Pagar o valor do capital sem correção monetária, multa e sucumbência. Como aconteceu? Ficou o capital para pagar, sem a correção monetária, mas 100% da multa e da sucumbência." A Tereza que se referiu o Heinze é a deputada Tereza Cristina Dias, de Mato Grosso do Sul, relatora do Refis que o presidente vetou em vários trechos.

Quietinho

O ex-presidente Lula (PT) deverá acompanhar de São Paulo o julgamento que definirá o seu destino político, no próximo dia 24 de janeiro. Advogados aconselharam o petista a não participar de manifestações em Porto Alegre, onde fica o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sob o argumento de que é preciso cautela para evitar confrontos e acirramento de ânimos por causa da presença de simpatizantes (MST,CUT e MTST) naquele dia por lá. Dirigentes do PT já trabalham com a perspectiva da condenação de Lula pelo TRF4, mas, mesmo assim, manterão sua candidatura ao Palácio do Planalto até o último recurso na Justiça. Se Lula for condenado no caso do triplex do Guarujá em segunda instância, ficará inelegível pelos critérios da Lei da Ficha Limpa.

Rádios

O governo federal anunciou que vai publicar um decreto, dando um prazo de 180 dias, para que os proprietários de rádios migrem da faixa AM para a FM. Até o momento, das 1.781 rádios AM no Brasil, 1.500 solicitaram a mudança. Em Dourados existe concessão AM para as rádios Caiuás (que estaria voltando ao ar), a Clube e a Tupinambás.

Retrato

Em Dourados são 152.355 eleitores (81.157 mulheres e 71.198 homens) registrados até 31 de dezembro de 2017. Deste total, 47.947 possuem fundamental incompleto, 31.260 ensino médio incompleto, 22.744 com ensino médio completo, 14.268 lê e escreve, 11.186 ensino superior completo, 11.065 fundamental completo, 9.359 superior incompleto, 4.526 analfabeto.

Assédio

O ex-prefeito Murilo Zauith (PSB) comentou com amigos que não pretende meter o pescoçõo na campanha eleitoral deste ano, apesar de assediado por lideranças políticas do Estado. Os irmãos Trad estiveram com ele recentemente propondo sua candidatura a governador. Mas o primeiro a conversar com Zauith foi o deputado federal Zeca do PT – candidato a senador, com proposta semelhante. Mas o ex-prefeito continua fazendo cara de paisagem...

Quem é o pai?

Moradores do Jardins dos Cristais 2 estão com problema para descatar seu lixo doméstico. Os caminhões da coleta não passam pelo bairro. Quando uma dona de casa reclamou com a Secretaria de Serviços Urbanos, ela mandou falar com a imobiliária que implantou o bairro. A imobiliária devolveu o problema para a Semsur. Por fim foi sugerido que os moradores coloquem um container no local. Resumo da ópera: essa senhora está colocando o lixo no seu carro e fogando os sacos "por aí", indicando o descarte por terrenos baldios...

BATE REBATE

● Os aposentados e os pensionistas que recebem mais de um salário mínimo terão reajuste de 2,07%, informou  quarta feira  à noite o Ministério da Fazenda.
● O presidente Michel Temer assinou decreto que trata do reconhecimento de carteiras de habilitação brasileiras na Itália. Da mesma maneira, as CNH’s italianas serão aceitas no Brasil. O decreto foi publicado ontem no Diário Oficial.
● O governo estadual divulgou que espera arrecadar cerca de R$ 698 milhões com o IPVA em 2018, sendo que metade desse valor é repassado aos municípios.
● Após revogação da taxa do lixo, a Central do IPTU que funciona na Prefeitura de Campo Grande, teve pouca procura ontem dos contribuintes. 
● O prejuízo causado pelas chuvas constantes nos 13 municípios que decretaram situação de emergência em Mato Grosso do Sul já está em R$ 13,9 milhões, de acordo com dados da Defesa Civil estadual.

INFORME CURURU

Sou sedentário e se você me ver correndo, corre também que alguma coisa deu errado.