Agesul: pelo jeito, agora a coisa vai

Por: Cícero Faria - 06/09/2017 07h00

A Agesul (Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos do Estado) publicou ontem três editais de licitação  para a contratação de empresas para o recapeamento  total do asfalto  de três importantes vias públicas de Dourados:  as avenidas  Marcelino Pires e  Weimar Torres e da rua Joaquim Teixeira Alves. Esse compromisso foi firmado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) no ano passado, mas as obras nunca começaram. Os envelopes com as propostas de empreiteiras, do tipo menor preço,  serão abertos nos dias 6 de outubro para a Joaquim Teixeira Alves e para  a  Weimar Torres e  no dia  9, para a Marcelino Pires.

Muito dinheiro

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou balanço na segunda-feira nformando que a despesa média do poder público com um magistrado no Brasil é de R$ 47.700 por mês. Há atualmente 118.011 magistrados no País. O CNJ é o órgão de controle do Judiciário e os dados constam do Relatório Justiça em Números 2017, com os dados até 31 de dezembro de 2016. De acordo com o conselho, o gasto mensal, relativo a 2016, contempla o salário e adicionais, como benefícios, gratificações, diárias, passagens aéreas, auxílio moradia etc. O "Justiça em Números" informou que a despesa média é maior em Mato Grosso do Sul, onde juízes e desembargadores receberam R$ 95.895 por mês em 2016. O menor valor médio por magistrado é registrado no Piauí, onde cada um recebe R$ 23.387.

Festa

Muitos douradenses, pra não dizer, centenas, estão se preparando para aproveiter o ‘feriadão’ pescando. Pela cidade carretinhas e botes já são vistos nas garagens e nas calçadas, indicando que os rios Dourado, Brilhante, Ivinhema entre outros serão invadidos pelo "pirangueiros" . Os rios baixos e a água mais fria não ajudarão os pescadores. Mas o que importa é a festa nos ranchos e barrancos.

"Especial"

O advogado André Borges, defensor do ex-diretor do Detran-MS, Gerson Claro, pediria ontem a anulação da Operação Antivírus, desencadeada pelo Gaeco na semana passada. Claro, além da diretoria do Detran, exerce o cargo de "secretário especial", na Secretaria de Governo do Estado, o que lhe garante foro privilegiado ou seja, tem o direito de ser julgado em instância superior – o Tribunal de Justiça.

Sem grampo

A Operação Antivírus, que investiga um supostos esquema de favorecimento de empresas de informática com o Detran-MS, tem novo alvo: dois funcionários do Tribunal de Contas do Estado. Com um deles, foram encontrados quase R$ 120 mil em dinheiro e três aparelhos de celular diferentes, que prometem total privacidade contra a espionagem – não podiam ser grampeados. O TCE é o responsável por fiscalizar os gastos de todos os setores do governo. "Um órgão público, sinônimo de transparência, que passou a abrigar uma suspeita", como citou o G1/MS.

Manda buscar

A máxima de que dinheiro não traz felicidade está equivocada, segundo a Sondagem do Bem-Estar apurados pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e divulgados pelo Estadão. Quanto mais alta a renda do brasileiro, maior a pontuação no ranking de satisfação. Os entrevistados que recebiam até R$ 1.200 por mês – a faixa de renda mais baixa da pesquisa, tiveram a menor média de felicidade, 7,58 pontos. Na faixa de renda mais alta, pessoas que recebiam R$ 10 mil ou mais mensais, o nível de satisfação subiu para 8,22 pontos. Na pesquisa da FGV, a média de felicidade foi crescendo conforme a média de renda se ampliava: de R$ 1.200 a R$ 2.600 mensais, 7,77 pontos; de R$ 2.600 a R$ 5.250, 7,94 pontos; e de R$ 5.250 a R$ 10.000, 8,09 pontos.

BATE REBATE

● A Prefeitura de Dourados e o governo do Estado decretaram ponto facultativo na sexta feira. Com isso, o feiradão vai até domingo, ou seja, quatro dias de folga.
● Coronel Sapucaia que tem fronteira seca com Capitan Bado, no Paraguai, registrou 128 ocorrências de roubos e furtos em 2017, uma média de um crime a cada dois dias na cidade. Desse total, um terço dos casos havia o uso de arma de fogo contra as vítimas.
● Projeto do Senado prevê que servidor pode perder cargo por ineficiência, mesmo se for estável. Qual é sua opinião? Essa a pergunta da ultima enquete do Douradosagora. Leiam as opiniões: A favor, 56.76%; Contra, 29.73%; Isso pode ‘alimentar’ a corrupção, 11.71%; e Não sei, 1.8%.
● A vereadora Teresa Bergher (PSDB) foi exonerada como secretária de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro. Teresa era contra as mudanças nas regras de cobrança do IPTU, encaminhadas à Câmara pelo prefeito Marcelo Crivella (PRB).

INFORME CURURU

Tem gente que é tão puxa saco, que o apelido deveria ser sacolinha.