Dourados – MS sexta, 21 de setembro de 2018
São Bento Hectares Matérias
São Bento Hectares Mobile Matérias
Gustavo Emídio

ESSA TAL INCOERÊNCIA

"Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito" (Provérbios 4:18)

16 Ago 2018 - 10h02Por Gustavo Emídio

Na infância lembro-me da famosa frase de meu pai que sempre me dizia: “Faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço”. Conceito que na prática pode gerar a obediência almejada do momento, contudo resultava em certo conflito pela ausência do modelo de vida que nem sempre condizia com aquilo que de mim era requerido, por isso, apesar do amor e respeito, tive minha percepção da incoerência de quem desejava o meu bem, porém nem sempre conseguia ser a melhor referência.

Recentemente, em uma das aulas do curso da pós-graduação, a diretora de marketing da marca Bozzano relatou o fato do dono da mesma convidar o ex-jogador futebolístico Ronaldo “Fenômeno” a fim de fazer uma propaganda para a organização. Passados alguns meses apuraram que a tal propaganda não provocou os resultados ambicionados pela mesma. De fato, quando se pensa em Bozzano, é natural relacionarmos a marca com creme de barbear ou gel. Já o Ronaldo, quando não está careca, gel certamente será desnecessário para a característica de sua genética capilar. A incoerência elucida o fracasso na intenção da marca.

Uma pessoa coerente é capaz de alinhar aquilo que pensa com aquilo que diz e faz. Consegue manter uma postura condizente com aquilo que acredita ser o certo. Coerência suscita admiração, respeito e credibilidade de quem nos cerca. A Bíblia diz: “Toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis”. (Mateus 7:17-20)

Uma vida incoerente não pode esperar ser admirado ou obter seguidores. Na atual era do conhecimento, é fato comprovado que os jovens profissionais desta geração Y (Nascidos nas décadas de 80 e 90), seguem e respeitam líderes que admiram, o que faz com que o modelo hierárquico se torne obsoleto e, deste modo, induz as empresas a se reinventarem no que se refere à gestão de pessoas, uma vez que o líder não considerado como digno de admiração, tem grandes dificuldades de acessar o coração de sua equipe.

O pensador Ralph Waldo Emerson disse a seguinte frase: “O que você é fala tão alto que não consigo ouvir o que você está dizendo”. O que nos alerta para o fato de que nós, que professamos a fé cristã, providenciemos um evangelho pregado tanto aos ouvidos como aos olhos, concretizando o que Jesus disse: “Vocês são a luz do mundo”. (Mateus 5:14)

O convite de Cristo é que sejamos simplesmente seus discípulos, seguindo seus passos. Ainda hoje, mesmo que no meio secular, a personalidade de Jesus é considerada o líder mais respeitado de todos os tempos, por sua autenticidade e coerência. Ele pregava o reino de Deus e demonstrava este reino, pelo que ensinava e vivia. Falou sobre amor e sacrificou-se pelo pecador, falou sobre fé e fez coisas extraordinárias.

Que sejamos da mesma forma, marcados por uma vida coerente entre aquilo que cremos e aquilo que vivemos, pois, o cristão incoerente, além de trazer escândalo e decepção, é incapaz de atrair qualquer seguidor e cumprir o principal chamado de Cristo, o de fazer discípulos. Pois “Deus é luz e nEle não há treva nenhuma”. (1 João 1:5)

 

Texto de Gustavo Emidio

Autor do livro: Transforme-se de Dentro pra Fora.

@gustavoemidio

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Gestão de Marca, o famoso BRANDING
Louise Torres

Gestão de Marca, o famoso BRANDING

17/08/2018 10:34
Gestão de Marca, o famoso BRANDING
Últimas Notícias