15/04/2013 18h25 - Atualizado em 16/04/2013 06h25
 
Usina São Fernando

Demorou para a Usina São Fernando entrar em Recuperação Judicial e deixar mais de 100 fornecedores de Dourados e outros tantos de municípios vizinhos e até de outros Estados, com o pires na mão. Há mais de dois anos, esta coluna alertou para os problemas na saúde financeira da usina, mesmo assim as pessoas preferiram continuar fazendo negócio com a empresa que hoje acumula dívidas de R$ 1.246.755.441,39, sendo R$ 1.070.342.400,21 apenas para os bancos. A Usina São Fernando deve R$ 42.072.540,35 para os fiscos municipal, estadual e federal, além de R$ 1.692.827,71 em dívidas trabalhistas. O mais preocupante é que a dívida com fornecedores atingiu a impressionante soma de R$ 132.647.673,12, ou seja, são empresas e proprietários de áreas rurais que firmaram contratos de parceria agrícola que ficarão sem ver a cor do dinheiro por um longo período.

Usinando

A coluna tentou contato ontem com o empresário Guilherme Bumlai, que agora responde pelo comando da Usina São Fernando, mas não conseguiu. A ideia era encontrar respostas para perguntas simples, como: haverá demissão? Como será o plano de pagamento aos credores locais? Como será a relação da direção com o Comitê de Credores? Por que a saúde financeira da usina foi parar na UTI?

Usinando 2

Guilherme Bumlai, que é filho do megapecuarista José Carlos Bumlai, famoso pela proximidade com Luiz Inácio Lula da Silva desde os tempos de presidência da República, é tido por muitos credores como uma pessoa de difícil rela-cionamento. Nas semanas que antecederam o pedido de Recuperação Judicial, autorizado pelo juiz Jonas Hass da Silva Júnior, da 5ª Vara Cível de Dourados, Guilherme Bumlai se negou a receber os credores.

Usinando 3

Certamente, caso Luiz Inácio Lula da Silva ainda estivesse na presidência da República, a Usina São Fernando não te-ria entrado em Recuperação Judicial. Na condição de principal financiador das campanhas eleitorais do PT, José Carlos Bumlai não teria encontrado dificuldade para receber aportes financeiros na empresa, assim como não teve quando pediu R$ 300 milhões ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Usinando 4

O empréstimo foi pedido em 2008 e liberado de forma rápida e rasteira. Na época, a influência de José Carlos Bumlai no governo era tão ilimitada que existia na portaria do Palácio do Planalto uma folha de papel A4 com a fotografia dele e o seguinte aviso: “O sr. José Carlos Bumlai deverá ter prioridade de atendimento, devendo ser encaminhado ao local de destino, após prévio contato telefônico, em qualquer tempo e qualquer circunstância”.

Usinando 5

Apresentado ao então candidato Lula, pelo então governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, em de 2002, José Carlos Bumlai mergulhou de cabeça na campanha pela presidência da República. Vendeu uma boiada para turbinar os cofres do Comitê Central de Campanha, cedeu avião para viagens e emprestou uma de suas fazendas para gravação de programa eleitoral. Plantou e, com a eleição, passou a colher.

Credores

Os maiores credores da Usina São Fernando, de acordo com a relação entregue pela empresa à Justiça, são: a Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina, com R$ 5 milhões para receber; a Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo, com crédito de R$ 5 milhões; Fertilizantes Heringer S/A, com crédito de R$ 3,3 milhões; Comid Máquinas Ltda, com crédito de R$ 2,5 milhões.

Credores 2

Além desses credores, também têm a receber da Usina São Fernando a Dourados S/A Álcool e Açúcar, com créditos de R$ 2 milhões; Robercap Recauchutagem de Pneus Ltda, com créditos de R$ 1 milhão; Transportadora Vale do Piquiri Ltda e WPM Transportes Ltda ME, ambas com créditos de R$ 500 mil; e J. dos S. Soares Me, com crédito de cerca de R$ 300 mil.

Orientando

O advogado Ailton Stropa Garcia alerta que os credores da São Fernando devem constituir seus procuradores para providenciar suas habilitações ou divergências aos créditos relacionados no processo, o que deverá ser feito no prazo de 15 dias, que começa a correr após a publicação do Edital. O advogada orienta ainda que os credores devem pedir a convocação imediata de uma assembleia geral para a constituição do Comitê de Credores.

Ardidas

 A Conferência Política Nacional realizada pelo PPS, no final de semana, em Brasília, reuniu Aécio Neves, Fer-nando Gabeira, Cristovan Buarque, Luiza Erundina, José Serra, Marina Silva (esta última por teleconferência), Luiz Werneck Viana, além de Deputados Federais do PV, PSDB, PSB, lideranças do PPS, prefeitos, vereadores, gestores públicos e intelectuais ligados a esquerda brasileira.

 Denominada "A esquerda democrática pensa o Brasil", o encontro discutiu alternativas ao modelo atual de governo. Os participantes do congresso entendem que a gestão Lula/Dilma não deu solução aos graves problemas de custo Brasil, educação, corrupção, justa distribuição de renda, pobreza, reformas política e tributária, baixo crescimento econômico, entre outras.

 Ao final da Conferência, o PPS reuniu o Diretório Nacional e aprovou a convocação do Congresso Extraordinário que deve acontecer amanhã, dia 17, para decidir sobre a fusão da legenda com o PMN e, outras siglas partidárias com propósito de formar um novo partido capaz de consolidar uma proposta de avanço para o país e disputar as eleições presidenciais de 2014. Agora vai!




 
 
 
Últimas notícias

Segunda, 22 de Dezembro de 2014

15:17
Edições Especiais

Dourados

15:02
Edições Especiais

Imigrantes criam raízes em Dourados

14:56
Edições Especiais

O que se faz com 79... ?

14:45
Edições Especiais

A implantação do SUS em Dourados

14:43
Edições Especiais

Memorial da literatura

 
Imóveis Apartamentos Veículos e Utilitários Importados Motos Diversos Telefones Empregos e Oportunidades