Projetos aprovados no FCO já somam R$ 568,27 milhões em Mato Grosso do Sul

Deste total, R$ 412.612.171,77 são de projetos no setor Rural e R$ 155.662.127,70 no setor Empresarial.

Campo Grande - 12/03/2018 14h41

 
Na quinta-feira (8.3), na 3ª Reunião Ordinária de 2018, o Ceif-FCO aprovou a liberação de R$ 111.478.489,16 para a implantação da unidade industrial da Coamo Agroindustrial Cooperativa, em Dourados. Foto: divulgação Na quinta-feira (8.3), na 3ª Reunião Ordinária de 2018, o Ceif-FCO aprovou a liberação de R$ 111.478.489,16 para a implantação da unidade industrial da Coamo Agroindustrial Cooperativa, em Dourados. Foto: divulgação

O Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (Ceif-FCO) já apreciou e aprovou, de janeiro até o início do mês de março deste ano, R$ 568.274.299,47 em propostas de novos empreendimentos para Mato Grosso do Sul. Deste total, R$ 412.612.171,77 são de projetos no setor Rural e R$ 155.662.127,70 no setor Empresarial.

Entre os empreendimentos Rurais, R$ 119.650.962,13 já foram efetivamente contratados junto ao banco e outros R$ 292.961.209,64 estão internalizados, ou seja, em tramitação na instituição bancária. No segmento Empresarial, cujas contratações foram iniciadas no final de fevereiro, R$ 12.431.830,08 foram efetivamente contratados e R$ 143.230.297,62 aguardam tramitação no banco.

Na quinta-feira (8.3), na 3ª Reunião Ordinária de 2018, o Ceif-FCO aprovou a liberação de R$ 111.478.489,16 para a implantação da unidade industrial da Coamo Agroindustrial Cooperativa, em Dourados. "É parte do recurso anunciado pela Coamo para a sua indústria de processamento de soja para a produção de farelo e óleo em Dourados. As obras no local estão avançadas e agora inicia-se o processo de aquisição de equipamentos e instalação da planta industrial. Vale lembrar que esse é um dos investimentos captados na gestão do governador Reinaldo Azambuja", recorda o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar e presidente do Ceif-FCO, Jaime Verruck.