03/08/2012 17h56 - Atualizado em 03/08/2012 17h56

Filósofo propaga aparições da Virgem

Segundo Trigueirinho, aparições públicas de Nª Senhora vêm ocorrendo hoje no Brasil e no Uruguai

 
Do Progresso
Aparição da Virgem Maria no morro do Cristo Redentor em Carmo da Cachoeira (Foto  : Alice Keiko) Aparição da Virgem Maria no morro do Cristo Redentor em Carmo da Cachoeira (Foto : Alice Keiko)

DOURADOS – O filósofo espiritualista José Trigueirinho, autor de 77 livros, com sua mensagem registrada em mais de 1.800 palestras gravadas ao vivo, responde a várias perguntas a respeito das aparições públicas de Nossa Senhora, que vêm ocorrendo atualmente no Brasil e no Uruguai.

Trigueirinho é fundador da Ordem Graça Misericórdia – instituição ecumênica de vida consagrada – e também da Comunidade Figueira, um centro de vida espiritual onde hoje ele se encontra em retiro, dedicando-se aos livros que está escrevendo e à gravação de instruções próprias para os momentos atuais.

A Virgem Maria, também denominada Mãe da Divina Concepção da Trindade, vem se manifestando no Brasil e no Uruguai desde agosto do ano passado. Segundo o anúncio da Virgem, Ela aparece atualmente para guiar rumo à verdadeira paz, para auxiliar a aprofundar a oração e nos conduzir pelo caminho da fé.

Trata-se de uma instrução atual dirigida a toda a humanidade. Nas Aparições, Maria comunica suas mensagens por intermédio do Frei Elias, monge da Ordem Graça Misericórdia. O processo transcorre de maneira semelhante ao das manifestações em Lourdes, Fátima e Medjugorje.

Esse novo ciclo das aparições públicas de Nossa Senhora teve início no dia 18 de agosto de 2011, na Associação Casa Redención, em Salto, Uruguai. No Brasil, as manifestações começaram em nove de setembro, na Comunidade Figueira, localizada na área rural da cidade de Carmo da Cachoeira, sul de Minas Gerais. Confira, na íntegra, o artigo acerca das aparições.

APARIÇÕES

“As aparições são manifestações do além, que se tornam visíveis. Podem ser de seres espirituais, seres angélicos, seres humanos ou seres de outras evoluções que desconhecemos. A Consciência Única, Deus, pode se revelar para os seres humanos, como narra a Bíblia, e os seres humanos compreendem isso segundo o próprio intelecto. Assim, diante de uma aparição, seu significado é percebido mais ou menos profundamente, conforme a evolução do vidente.

Embora as aparições possam manifestar o mesmo tema - como as aparições da Virgem Maria, que sempre mostram a Mãe Universal - cada vez que elas acontecem, trazem uma nova luz e agem subjetivamente segundo o momento.

As aparições de Nossa Senhora em Guadalupe, no século XVI; em Lourdes, no século XIX; em Fátima, no século XX; e em Medjugorje nos séculos XX e XXI tiveram repercussão universal. Por isso foram reconhecidas e suas mensagens difundidas no Ocidente. Embora houvesse os videntes que descreviam as aparições, nos casos em que havia multidões presentes, a maioria das pessoas passava por processos internos, muitas vezes não conscientes.

Existe o lado secreto, oculto, do efeito das aparições nas pessoas. Sua energia imaterial pode estar agindo sobre os espíritos ou sobre as almas, e as pessoas passam a perceber efeitos em si que nem sempre podem explicar. Na grande maioria dos casos, o público presente numa aparição, mesmo sem possuir vidência, sente-se transformado e alguns entram em estados de consciência novos para eles. Nas aparições de Maria, a Mãe Universal, ocorreram transformações no carma individual dos que estavam presentes, segundo o que Ela declarou.

Existem também aparições proféticas. Nesses casos os videntes têm a tarefa de difundi-las, depois de terem sido validadas por um círculo maior de observadores. No caso das aparições místicas e individuais, essas servem para a elevação espiritual do vidente. Os seres videntes não são diferentes ou privilegiados em relação a nós. Alguns podem ter uma relação cármica com o que aparece e assim aperfeiçoarem-se internamente a cada contato.

Outros videntes podem estar com a sua vidência a serviço da humanidade. Nesses casos, é imprescindível que tenham um nível adequado de vida; caso contrário, seus corpos, principalmente o emocional e o mental, podem dificultar o trabalho de contato com o nível de onde a aparição provém. Em sua vida individual, os videntes podem ter as dificuldades normais de todas as pessoas. Manter uma existência harmoniosa e positiva não é fácil no mundo de hoje e os videntes podem até estar envolvidos em vacilações ou terem problemas de fé diante de suas próprias experiências.

Em se tratando das aparições da Virgem Maria, a igreja católica é cautelosa em reconhecê-las e abre até investigações conduzidas por autoridades eclesiásticas e científicas antes de se definir quanto à autenticidade das visões. No caso de Medjugorje, o processo ainda não foi totalmente concluído, embora a igreja acompanhe e participe regularmente de todas as funções naqueles locais.

As aparições na Comunidade Figueira, em Carmo da Cachoeira, sul de Minas Gerais e na Casa Redención, em Salto, no Uruguai, são consideradas ecumênicas e não existe posição das religiões organizadas quanto a elas. Sabemos, no entanto, que o número de pessoas atraídas para essas reuniões, que acontecem ao ar livre e às vezes em locais fechados, vem aumentando consideravelmente. A própria Mãe Divina vem ampliando a área dessas reuniões, realizando atualmente aparições em Portugal, nessa mesma linha ecumênica.

Em uma de suas recentes aparições na Comunidade Figueira, Ela convocou todos os presentes a orar de forma especial e intensa para que uma nova guerra não levasse o planeta a uma situação apocalíptica. Por outro lado, a humanidade em geral prossegue numa atitude quase que indiferente a esse perigo. Os interesses da indústria bélica e de algumas políticas nacionais se sobrepõem ao interesse pela paz. E neste momento, o pedido feito pelas aparições da Virgem Maria é que se façam orações pela paz”.

SERVIÇO

Para aprofundar no tema ou para conhecer outras mensagens recentes do autor, acessar o site www.comunidadefigueira.org.br/atualizações ou www.irdin.org.br. Mais informações no www.divinamadre.org.