"Patas Arriba" contará com apresentação em Dourados

Espetáculo de dança contemporânea contará com apresentação e oficina dia 18 de janeiro em Dourados; montagem é inspirada na obra de Eduardo Galeano e foi contemplado com recursos do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna

10/01/2017 10h23

“Patas Arriba”, traz um elenco formado por bailarinos contemporâneos e dançarinos de danças urbanas. (Foto: Kátia Farias) “Patas Arriba”, traz um elenco formado por bailarinos contemporâneos e dançarinos de danças urbanas. (Foto: Kátia Farias)

O espetáculo de dança contemporânea "Patas Arriba" da produtora Humanitas Arte e Cultura, chega a Dourados, com apresentação e oficina no dia 18 de janeiro.

O workshop de técnica de Dança Contemporânea com o elenco do espetáculo, será realizado no Studio Blanche Torres, das 16h às 18h. As inscrições gratuitas podem ser feitas na rua Olinda Pires de Almeida, 1695, Vila Progresso.

Já apresentação de "Patas Arriba", acontece ás 20h, no Teatro Municipal de Dourados, com entrada franca. A montagem tem direção de Rui Moreira e é livremente baseado na obra "Patas Arriba – La Escuela del Mundo al Revés", de Eduardo Galeano (1940-2015), foi contemplado com recursos do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna e é inspirado na literatura de Eduardo Galeano, um dos mais célebres autores da América Latina.

No espetáculo, Galeano revela um mundo de desigualdades sociais e contradições nas relações impostas por diferentes formas de poderes. A mensagem de Galeno, então, revela uma verdade contundente ao passo que promove uma possibilidade de reação, pois para o próprio autor "a primeira condição para modificar a realidade consiste em conhecê-la".

É no "direito ao delírio" proposto em "Patas Arriba", que o coreógrafo Rui Moreira buscou elementos para a composição coreográfica do espetáculo, que teve estreia em dezembro de 2014 em Porto Alegre e Caxias do Sul (RS), em janeiro de 2015.

A produtora Humanitas Arte e Cultura vem promovendo a circulação do espetáculo Patas Arriba com o projeto Fronteiras Imaginárias, pelas regiões Centro-Oeste e Sul do Brasil, em cidades-gêmeas e da faixa de fronteira com Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai. A circulação abrange cidades nos estados de Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul.

"Patas Arriba", traz um elenco formado por bailarinos contemporâneos e dançarinos de danças urbanas. "A iniciativa de ter a dança como mídia para o pensamento do jornalista e escritor uruguaio, Eduardo Galeano, a partir desta obra, propõe um movimento cultural potente que se inicia na cidade de Porto Alegre, extremo sul do Brasil. A mim foi delegado o papel de provocador criativo para concepção de um espetáculo. Assumi esta função a partir de pontos de vista diversos sobre a obra do escritor e interagi com todos. De dançarinos à equipe de arte e de produção. Isso foi uma oportunidade incrível que agradeço profundamente. A concepção de "Patas Arriba" foi um exercício de autoria compartilhada", afirma Rui Moreira.

Ele teve um minucioso trabalho de pesquisa e uma longa jornada de ensaios e experimentações para expressar um mundo de "pernas pro ar" através da dança contemporânea. O resultado é uma poética homenagem da dança à obra literária de Galeano. "Os dançarinos, protagonistas centrais do processo, se entregaram às provocações nos encontros de trabalho e confrontaram suas heterogêneas realidades cidadãs. Foi lindo mediar esse encontro" pontua Rui.