Festival Internacional de Berlim recebe rap de índios douradenses

Grupo Brô MC`s das aldeias Jaguapirú e Bororó em Dourados participa de curta-metragem com a música "Terra Vermelha" em evento que terá dez produções na lista de candidatos aos Ursos de Ouro e de Prata

Por: Hakeito Almeida - 02/02/2017 09h43

Grupo de rap Brô MC’s é formado pelos jovens indígenas Bruno Veron, Clemerson Batista, Charlie Peixoto, Kelvin Peixoto e da backing vocal Dani Muniz. (Foto: Divulgação) Grupo de rap Brô MC’s é formado pelos jovens indígenas Bruno Veron, Clemerson Batista, Charlie Peixoto, Kelvin Peixoto e da backing vocal Dani Muniz. (Foto: Divulgação)

A música "Terra Vermelha" do grupo indígena de rap Brô MC’s das Aldeias Jaguapirú e Bororó em Dourados, está na trilha sonora do curta-metragem "Em Busca da Terra Sem Males". A produção está inserida na Mostra Geração do 7° Festival Internacional de Cinema de Berlim, que terá início em 9 de fevereiro. Nesta edição, o Brasil, terá dez produções na lista de candidatos aos Ursos de Ouro e de Prata.

"A equipe do filme "Em Busca da Terra Sem Males" entrou em contato conosco pela fanpage do grupo no Facebook pedindo a liberação da música "Terra Vermelha". A canção que é executada parte em português e guarani, faz um paralelo entre o presente e o passado dos povos indígenas. Aborda a liberdade de ir e vir, conflitos por demarcação de terras, afunilamento do território nativo e a busca pelo tekoha, que em tradução livre significa a volta para seu espaço de origem", argumenta Higor Lobo, produtor do Brô MC’s.

Ele lembra que o grupo também cedeu outras músicas do repertório para produções audiovisuais. A trilha sonora da série "Guateka" rodada no ano passado em Dourados é embalada com cinco músicas do Brô MCs. Já o filme "Curva do Rio Sujo", conta com a canção "Eju Orendive", que focaliza a realidade dos kaiowá, guarani e terena e a questão da invisibilidade e os preconceitos em que as etnias são submetidas pelos não índios. Higor revela que a trajetória musical iniciou em 2009, quando ele ministrou uma oficina de rimas na Escola Estadual TengatuiMarangatu. O resultado vingou com a gravação do Cd de estreia, surgindo o Brô MC`s. Os integrantes são os jovens indígenas Bruno Veron, Clemersom Batista, Kelvin Peixoto, Charlie Peixoto e da backing vocal Dani Muniz.

Representatividade

O curta "Em Busca da Terra Sem Males" de Anna Azevedo, apresenta o cotidiano sob os olhares de crianças da aldeia Ka´aguy hovy Porã, a 40 quilômetros do Rio de Janeiro, no município de Maricá. A aldeia é habitada por guaranis que vieram do Sul do Brasil e passaram por, Angra dos Reis (RJ) e Mato Grosso do Sul, antes de se instalarem lá, no qual estão há sete anos. "Há uma índia atriz e até banda de forró. Por acaso, encontrei um universo de pessoas com sonhos artísticos, naturalmente ligadas à arte", disse Anna em entrevista ao Jornal O Globo. A cineasta já foi premiada no Festival de Berlim com o curta documental "BerlinBall" (2006), que enfoca a vida das crianças da Paraíba.

Na mitologia guarani, "Terra Sem Males" pode ser definido como o lugar onde os índios, enfim, encontram a paz. Segundo a sinopse, a trama observa os pequenos que crescem entre as antigas tradições e a cultura das cidades grandes, como o rap, difundido pelo Brô MC`s. A série de ficção "Guateka" da Plug Produções, tem direção de Thiago Rotta e será exibida em emissoras públicas de TV. Narra a vida do Bro MC’s, o primeiro grupo de rap do Brasil, que encontram na música um instrumento para falar do seu povo. O projeto integra o programa "Brasil de Todas as Telas", da Agência Nacional do Cinema (Ancine), foi criado para estimular conteúdos fora do eixo Rio- São Paulo. "Curva de Rio Sujo", do diretor Felipe Bragança é baseado no roteiro do livro homônimo, de Joca Reiners Terron. O longa metragem se passa na fronteira do Brasil com o Paraguai e narra a história entre um jovem brasileiro e uma menina paraguaia. O mote é o choque cultural. Cauã Reymond faz o papel de um agroboy que mata um índio. Um das locações foi a cidade de Bela Vista, onde o ator fez cenas.