Boca Juniors anuncia venda de Tevez para o Shanghai Shenhua, da China

Por: Estadão Conteúdo - 29/12/2016 07h56

(Foto: Getty Images) (Foto: Getty Images)

O Boca Juniors anunciou a transferência do atacante Carlitos Tevez para o futebol chinês. O time argentino chegou a um acordo com o Shanghai Shenhua, equipe que já contava com o nigeriano Obafemi Martins e com o colombiano Fredy Guarín.

Os outros estrangeiros do elenco na última temporada foram os colombianos Giovanni Moreno e Fredy Guarín. O time fechou o último Campeonato Chinês na quarta colocação. E na edição de 2017 vai ser comandado pelo uruguaio Gustavo Poyet.

Em comunicado publicado no site oficial do clube argentino, Tevez agradeceu ao Boca Juniors por respeitar sua vontade de continuar sua carreira no país asiático e encontrar uma solução que "beneficiou todas as partes envolvidas". O atacante marcou 25 gols em 56 partidas durante sua segunda passagem pela equipe e ajudou na conquista de dois títulos, da Copa Argentina e do Campeonato Argentino, ambos em 2015.

"Boa sorte, Carlitos! Sempre estará em nossos corações. A partir de amanhã, o mundo xeneize começará a sonhar com a sua volta e trabalharemos para facilitar o seu retorno. Qualquer esforço será mínimo para vê-lo novamente com a nossa camisa", escreveu o clube.

Revelado pelo Boca Juniors, Tevez brilhou na sua primeira passagem pelo time argentino, depois se transferindo para o Corinthians. Na Europa, ele defendeu West Ham, Manchester United, Manchester City e Juventus, antes de acertar seu retorno ao time argentino. Além disso, participou de duas Copas do Mundo

Agora Tevez se tornou mais uma estrela a se transferir ao futebol chinês. O Shanghai Shenhua disse nesta quinta-feira que pagou US$ 11 milhões (aproximadamente R$ 36 milhões) ao Boca Juniors pelo atacante. E as informações são de que ele vai receber US$ 40 milhões (R$ 130 milhões) em dois anos de contrato

Os clubes chineses vêm investido pesado para atrair jogadores. Recentemente, o Shanghai SIPG fechou um acordo com Oscar, do Chelsea. Outras estrelas que se uniram aos clubes chineses foram os brasileiros Hulk, Ramires e Paulinho, o atacante colombiano Jackson Martínez e o atacante argentino Ezequiel Lavezzi.