Segundo agências de viagens, procura para ir a Copa foi baixa em Dourados

Alto custo da hospedagem pode ser um dos fatores. No entanto, no Brasil, compra de passagens para a Rússia aumentou 15 vezes

Por: Luiz Radai - 12/06/2018 18h03

Estádio russo (AFP) Estádio russo (AFP)

Pelo menos quatro agências de viagens em Dourados relataram que a procura por passagens ou pacotes para ir a Copa do Mundo na Rússia foi praticamente zero nestes meses que antecedem a competição.

Uma das agências consultadas, relatou uma venda de um pacote, mas que será para um cliente de Amambai. "Realmente tivemos pouca procura e praticamente nenhum pacote fechado para douradenses", disse a atendente.

Os preços para quem quer ver o mundial de futebol mais de perto são altos, e isso pode ser a motivação para o desinteresse. "Em suma, os preços aumentam bastante, principalmente a hospedagem. Até mesmo na Copa passada, quando o campeonato era no Brasil, os preços desagradaram", disse a funcionária de outra agência.

Os preços podem ser de 25, 30 até 50 mil reais, dependendo das atrações escolhidas. Uma das agências, no entanto, vende pacote de até 30 mil com ingressos pagos para os três jogos da seleção brasileira, com hospedagem e traslado.

Na contramão deste movimento baixo, um levantamento da empresa de análise de reserva de voos FowardKeys, publicado em maio pelo Portal UOL, mostra que o número de passagens compradas por brasileiros para viajar à Rússia durante o período da Copa aumentou 15 vezes em relação ao mesmo período do ano passado.

Outra informação interessante, é o fato de o Brasil ser o terceiro país com mais compras de ingressos para os jogos tanto na primeira quanto na segunda fase.