Professor é acusado de assediar alunos em Campo Grande

As vítimas são quatro alunos com idades entre 14 e 17 anos

Por: Vinicios Araújo - 23/01/2018 08h10

O acusado afirmou que irá se manifestar apenas em juízo. (Foto: Geisy Garnes) O acusado afirmou que irá se manifestar apenas em juízo. (Foto: Geisy Garnes)

Professor de 34 anos está sendo acusado por assediar alunos com idades entre 14 e 17 anos em escola pública da Capital. As vítimas teriam sido convidadas pelos professor para práticas sexuais.

Segundo o Campo Grande News, o acusado, que é professor de matemática, lecionava como substituto e no período de abril até final do ano letivo em 2017 estaria praticando o crime. Em um dos casos, um aluno teria sido surpreendido pelo professor no banheiro da escola onde o homem pegou no pênis do estudante.

Outro aluno relatou que teria encontrado o suspeito na rua onde teria sido convidado para praticar sexo oral.

Celulares dos alunos foram levados para perícia e duas vítimas ainda teriam conversas registradas.

"Como era substituto, o professor tinha acesso a várias turmas. Ele lecionava e depois adicionava as vítimas nas redes sociais onde estabelecia contato. Depois a conversa evoluía para o pessoal onde o suspeito enviava vídeos íntimos dele para as vítimas e chegava oferecer R$ 50 para que os meninos também o fizessem", disse o delegado Paulo Sérgio Lauretto, da Depca (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente).

O suspeito teve a prisão preventiva decretada na semana passada mas somente ontem (22) ele foi levado para a delegacia onde foi ouvido. Ele afirmou que irá se manifestar apenas em juízo.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) apura o caso através do setor jurídico e afirmou que o professor era convocado e no momento não tem nenhum vínculo com a Prefeitura.