Homem é executado por pistoleiros em favela de Ponta Porã

Boliviano de 55 anos era proibido de entrar no Brasil e foi morto com 3 tiros na cabeça

Por: Luiz Radai - 20/05/2018 12h00

Pistoleiros executaram na madrugada de sábado (19) o boliviano Jose Cristobal Delgadillo Valencia, de 55 anos, homem que tinha proibição de entrada no Brasil. Ele foi morto com tiros de pistola na chamada "favelinha", na cidade de Ponta Porã, na região de fronteira com o Paraguai. A polícia investiga o caso.

O corpo foi identificado na manhã deste domingo (20), quando moradores da área invadida na antiga estação ferroviária alertaram a Polícia Militar de que o corpo de um homem teria sido executado com três disparos de pistola 9 milímetros na cabeça.

Após constatar a veracidade do fato os militares isolaram a área ate a chegada da Policia Técnica e dos investigadores do Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil, que realizaram os procedimentos de rigor e recolheram três cápsulas de pistola deflagradas e uma intacta.

Segundo informações do site Porã News, a vítima teria sido executada durante a madrugada, o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal), de Ponta Porã.