Economista analisa perspectivas de mercado para safra de milho

Por: Embrapa - 06/01/2017 09h13

Chegamos ao fim de 2016, ano que começou com oferta abundante de milho e preços elevados para o cereal. A tendência era de que a grande oferta fosse acompanhada pela queda nos preços domésticos do grão. Mas isso não ocorreu.

A depreciação cambial do real tornou o milho brasileiro bastante competitivo e impulsionou as exportações. Dessa forma, os preços internos do cereal ficaram em níveis muito altos.

E agora? O que é possível esperar da safra verão 2016/17? Para entender quais são as perspectivas do mercado, o informativo Grão em Grão entrevistou o pesquisador de Economia Agrícola da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas, MG) Rubens Augusto de Miranda.