13/12/2013 15h57 - Atualizado em 13/12/2013 15h57

Lifting com botox deixa pescoço lisinho e evita formar papada

Tratamento usa toxina botulínica conta formação da papada com relaxamento

 
Do Progresso

Conhecida há mais de três mil anos por seus traços perfeitos, a rainha egípcia Nefertiti hoje dá nome a uma técnica dermatológica de embelezamento que usa a toxina botulínica para rejuvenescer a área do pescoço e, de quebra, evitar a formação da papada. Indicado para mulheres de 35 a 50 anos, o chamado Nefertiti Lift busca prevenir e suavizar a flacidez presente na região por meio da aplicação do Botox na porção central do músculo platisma e na linha mandibular, que puxam as laterais inferiores da face para baixo quando se contraem.

“Com o relaxamento dessas fibras, é possível evitar a formação das indesejáveis pregas que conferem o aspecto ‘pescoço de peru’, além de deixar a área mais jovem e lisinha, pois sem a tração dos músculos para baixo, ocorre o lifting propriamente dito”, ressalta Gina Matzenbacher, dermatologista da unidade carioca da Clínica Leger.

Realizada em consultório por dermatologistas, a aplicação da toxina é simples, rápida (dura em torno de 30 a 40 minutos) e pouco dolorida. Durante a sessão, a paciente não sente mal-estar algum, apenas leves picadinhas de agulha bem superficiais no local, que podem ser amenizadas com um creme anestésico, utilizado 20 ou 30 minutos antes do procedimento.

Resultado imediato

Por ter um efeito mais discreto do que o oferecido por uma cirurgia plástica, a técnica de Nefertiti oferece bons resultados apenas para as mulheres sem excesso de gordura sob o queixo. Apesar disso, quando realizada, melhora rapidamente a aparência da região. “Ao fazer apenas uma sessão, já é possível notar o resultado. Mas, como qualquer outro método feito com toxina botulínica, o relaxamento muscular acontece só depois de três ou quatro dias”, observa.




 
 
 
 
 
 
Imóveis Apartamentos Veículos e Utilitários Importados Motos Diversos Telefones Empregos e Oportunidades