Tropas iraquianas retomam ofensiva em Mosul após duas semanas

Esta é a maior operação desde a invasão do país pelas tropas norte-americanas, em 2003

Por: Agência Estado - 29/12/2016 17h41

(Foto: Divulgação) (Foto: Divulgação)

Tropas iraquianas apoiadas pela Força Aérea dos Estados Unidos voltaram a atacar o lado leste de Mosul nesta quinta-feira, retomando a operação para recuperar a cidade do controle do grupo extremista Estado Islâmico após duas semanas de recesso.

Apesar disso, a forte resistência por parte dos militantes e o fato de que civis continuam presos em suas casas faz com que o avanço seja mais lento do que o desejado na campanha para expulsar os extremistas da segunda maior cidade do país, o último bastião do EI no Iraque. Esta é a maior operação desde a invasão do país pelas tropas norte-americanas, em 2003.

Em uma entrevista à Associated Press, o general Abdul-Wahab Al-Saadi, comandante das forças especiais no leste de Mosul, afirmou que seus comandos estão a menos de três quilômetros do rio Tigre, que divide a cidade ao meio.

Além das forças especiais, ao leste, as tropas do Exército cercam a cidade pelo norte e pelo sudeste e oeste.

Al-Saadi afirmou esperar que as forças iraquianas expulsem o EI de Mosul e da província de Nínive em três meses. Anteriormente, a promessa era de terminar a operação até o fim do ano.

Mosul foi capturada por extremistas do EI em 2014. A cidade ainda abriga cerca de 1 milhão de habitantes. Outros 120 deixaram-na desde o início da operação para sua retomada, em 17 de outubro, segundo as Nações Unidas. Fonte: Associated Press.